Postagens Etiquetadas ‘Oscar 2014’

12 Anos de Escravidão | TigreCast #78 | Podcast

"I am Solomon Northup. I am a free man" - Solomon

I am Solomon Northup. I am a free man” – Solomon

Na parte final do nosso especial do Oscar, Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Des (@matheusdes) finalmente falam do vencedor do Oscar em 2014: 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave), dirigido por Steve McQueen com Chiwetel Ejiofor, Michael Fassbender, Benedict Cumberbatch, Paul Dano, Paul Giamatti, Lupita Nyong’o e Brad Pitt.

Lembramos dos outros concorrentes daquele ano, do time que fez o filme ser o vencedor do Oscar, escravidão, e detalhes desse belo filme que foi bom ter existido, ao mesmo tempo que é triste que ele precisou ser feito.

E desculpem o atraso. Mas, estamos de volta pra valer!

Leia mais

Reproduzir

Oscars 2014 | TigreCast #39 | Podcast

tigrecast039

Bem-vindos à edição 39 do TigreCast, o podcast de cinema do “tem um Tigre no cinema”! Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, pode conferir aqui. E você pode ouvir as edições anteriores em http://umtigrenocinema.com/tigrecast

Depois de um hiato monstruoso causado por motivos técnicos, conseguimos voltar! Hora de ouvir Tiago, o Tigre (@otigre1982), Diego Pereira (@diegoapereira), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Souza (@matheusdes) darem seus pitacos em algumas – não todas – categorias dos Oscars 2014!

play aqui embaixo, ó:

Ou clique AQUI com o botão direito do mouse e escolha “Salvar destino/link como…”

[momento musical]
• Moon Song – Karen O. (da trilha sonora de Ela)

[leia também]
Tudo o que já foi publicada sobre o Oscar 2014

[podcasts relacionados]
Trilhas Sonoras do Oscar 2012 | TigreCast 002

[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• FEED: assine aqui

Reproduzir

Ela | Crítica | Her, 2014, EUA

Her, 2014

Com Joaquin Phoenix, Amy Adams, Rooney Mara, Olivia Wilde, Chris Pratt e Scarlett Johansson. Escrito e dirigido por Spike Jonze (Onde Vivem os Monstros)

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Spike Jonze lança um desafio em “Ela”. O amor poderia evoluir junto com a racionalidade humana, a ponto de se relacionar com uma máquina ser socialmente aceitável? A simplicidade do nome do filme e a modernização do ato de amar são elementos importantes nessa deliciosa produção. Porém, o diretor entrega algo bem mais profundo. Existem paralelos a serem definidos e destrinchados. É um tanto difícil, mas assim é o amor, que deve ser mais aceito do que entendido.

Leia mais

Nebraska | Crítica | Nebraska, 2014, EUA

Nebraska é um road movie poético e protagonizado por um senhor já idoso, algo bem incomum para o gênero

Nebraska, 2014

Com Bruce Dern, Will Forte, June Squibb, Stacy Keach e Bob Odenkirk. Roteirizado por Bob Nelson. Dirigido por Alexander Payne (Os Descendentes)

10/10 - "tem um Tigre no cinema"O que te move, caro leitor? Pense nisso ao entrar no mundo apresentado por Alexander Payne em “Nebraska”. Pode não ser um resposta tão simples, mas, em determinado momento, aparece algo que vai te tirar de uma letargia, algo novo, que lhe dará vontade de sair da velha rotina. Esse road movie tem estes elementos, e também é recheado com uma história entre pai e filho, numa jornada de descoberta triste, mas esclarecedora. O que temos aqui é um diretor voltando à boa forma, de maneira simples e poética, com excelentes atuações, risadas sinceras, uma bela música e a fotografia preto e branco que, apesar de ser comum, é justificada.

Leia mais

O Lobo de Wall Street | Crítica | The Wolf of Wall Street, 2014, EUA

The Wolf of Wall Street

Com Leonardo DiCaprio, Jonah Hill, Margot Robbie, Matthew McConaughey, Kyle Chandler, Rob Reiner, Jon Bernthal, Jon Favreau e Jean Dujardin. Roteirizado por Terence Winter, baseado no livro de Jordan Belfort. Dirigido por Martin Scorsese (A Invenção de Hugo Cabret).

7,5 - "tem um Tigre no cinema"Poucos são os diretores que, como Martin Scorsese, desenvolveriam uma trama com um personagem tão detestável ao ponto de torná-lo carismático. Pelo menos em parte. É um conflito para o espectador gostar de uma figura que fez tanta gente perder dinheiro e não se arrepende por isso. Ao deixar de lado a crítica e a moral, o diretor consegue manipular a audiência, além de nos fazer rir e muito com as loucuras do protagonista. Essa ambiguidade moral passa da tela para fora, e nos pega de surpresa. E essa discussão por si só vale a ida ao cinema.

Leia mais

O Hobbit: A Desolação de Smaug | Crítica | The Hobbit: The Desolation of Smaug, 2013, EUA

hobbit2-a_desolacao_de_smaug

Com Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Benedict Cumberbatch, Evangeline Lilly, Lee Pace, Luke Evans, Ken Stott, James Nesbitt e Orlando Bloom. Roteirizado por Peter Jackson, Fran Walsh, Philippa Boyens e Guillermo del Toro, baseado na obra JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Quando saí da sessão de “O Hobbit: Uma Aventura Inesperada” (The Hobbit: An Unexpected Journey, 2012) disse não haver problemas de ritmo. É justo dizer que isso se mantém na segunda parte da trilogia. Ainda assim, é um filme muito longo. Jackson – que continuo tendo fé – ainda se apresenta como um megalomaníaco que não quer que nada saia na sala de edição. Superando ligeiramente o primeiro filme, a produção se sustenta no carisma dos personagens, em ser baseado num maravilhoso trabalho de Tolkien e na ação que dessa vez não demora a acontecer, por mais que poderiam ser cortados pelo menos vinte minutos de projeção em favor do dinamismo.

Leia mais

Jackass Apresenta: Vovô sem Vergonha | Crítica | Jackass Presents: Bad Grandpa, 2013, EUA

Jackass Presents: Bad Grandpa, 2013

Com Johnny Knoxville e Jackson Nicoll. Argumento de Fax Bahr, Spike Jonze, Johnny Knoxville, Adam Small e Jeff Tremaine. Roteiro de Jeff Tremaine e Johnny Knoxville. Dirigido por Jeff Tremaine (Jackass: O Filme).

5,5/10 - "tem um Tigre no cinema"A série Jackass tinha sua graça, com performances que beiravam o suicídio, e pegadinhas das mais dolorosas às mais grotescas. Era entretenimento para adolescentes e teve seus méritos por isso. Porém isso já tem mais de dez anos. Fica claro que a empreitada cinematográfica tem muitos defeitos como filme, já que o modelo narrativo usado é cheio de falhas. Mas rende algumas risadas. Não é a comédia que fará você rir desesperadamente, a não ser que te agrade ver um senhor de idade com as partes íntimas presas numa máquina de refrigerantes.

Leia mais

Os Suspeitos | Crítica | Prisoners, 2013, EUA

Prisioners, 2013

Com Hugh Jackman, Jake Gyllenhaal, Viola Davis, Maria Bello, Terrence Howard, Melissa Leo e Paul Dano. Roteirizado por Aaron Guzikowski. Dirigido por Denis Villeneuve (Incêndios).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"É preciso que a nossa mente seja desafiada constantemente. “Os Suspeitos” é uma daquelas produções que amarram com excelência simplesmente tudo. Roteiro, direção, atuações, fotografia, música, montagem, nada escapou dos olhos de Denis Villeneuve na história que transforma todos em Prisioneiros – título que deveria ter sido mantido em português –, inclusive nós espectadores. Além de ser tenso e denso, o diretor entrega as pistas sutilmente, e mostra como um filme de suspense deve ser.

Leia mais

Gravidade (Gravity, 2013, EUA) [Crítica]

"Gravity", 2013

Com Sandra Bullock, George Clooney e Ed Harris. Roteirizado por Alfonso Cuarón e Jonás Cuarón. Dirigido por Alfonso Cuarón (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"É fantástico como uma ideia tão simples pode render algo tão excelente. “Gravidade” tem uma premissa mínima, mas que desenvolvida nos carrega durante seus 90 minutos, passando por ótimos momentos dramáticos e com senso de urgência. O que Cuarón trouxe foi uma experiência cinematográfica incrível, cheia de lirismo, coragem e, no fim das contas, uma homenagem à humanidade.

Leia mais

O Cavaleiro Solitário | Crítica | The Lone Ranger, 2013, EUA

O Cavaleiro Solitário realmente tem problemas na sua obviedade e desenvolvimento, mas consegue ser divertido e sombrio quando preciso.

O Cavaleiro Solitário
Com, Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson, William Fichtner, Barry Pepper, James Badge Dale, Ruth Wilson e Helena Bonham Carter. Argumento e roteiro de Ted Elliott, Terry Rossio e Justin Haythe. Dirigido por Gore Verbinski (Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem dois grandes problemas com “O Cavaleiro Solitário”. O primeiro é que ele é muito óbvio, porque não se toma mais do que dois minutos para descobrir quem é o verdadeiro vilão da história, o que se releva por se tratar de um filme da Disney. O segundo é por ter sido concebido como blockbuster. Ou seja, tem a necessidade de retorno financeiro por causa do dinheiro envolvido entre marketing e escalação de atores, além falta de liberdade criativa para adequar à censura 12 anos – ou PG-13 nos EUA. Deixando isso de lado, é um filme com bons momentos de diversão, e até mais sombrios, o que é uma ousadia, se levarmos em conta que é a produtora é dona do Mickey Mouse. Apesar de longo, e seria bem mais dinâmico e agradável se tivesse vinte minutos a menos, é interessante ver um ícone da TV com uma roupagem nova, mesmo que um tanto megalomaníaca, nas mãos de tão versátil diretor.

Leia mais

Antes da Meia-Noite (Before Midnight, 2013, EUA) [Crítica]

"Before Midnight", 2013

Com Ethan Hawke, Julie Delpy, Seamus Davey-Fitzpatrick, Ariane Labed e Athina Rachel Tsangari. Roteirizado por Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy. Dirigido por Richard Linklater (Antes do Amanhecer).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem amigos que não vemos por muito tempo, anos até. E quando os reencontramos é motivo de muita alegria, pois nunca deixamos de pensar neles. Rever Linklater, Delpy e Hawke nas telas depois de nove anos traz um sentimento parecido. Mostrando que ainda estão em ótima forma cinematográfica, o trio divide a direção e o roteiro, compartilhando como amigos, para amigos. Com longas conversas e muita introspecção, a terceira parte da história de um casal que se conheceu ao acaso – como tantos de nós – é um belo, triste, e até algumas vezes engraçado, recorte da vida.

Leia mais

O Grande Gatsby (The Great Gatsby, 2013, EUA) [Crítica]

"The Great Gatsby", 2013

 

Com Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire, Carey Mulligan, Joel Edgerton, Isla Fisher, Elizabeth Debicki e Jason Clarke. Roteirizado por Baz Luhrmann e Craig Pearce, baseado no romance de F Scott Fitzgerald. Dirigido por Baz Luhrmann (Romeu + Julieta).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"É preciso dizer que esse filme é grandioso, quase megalomaníaco, e típico de Baz Luhrmann. Usando e abusando de efeitos de CGI em telas verdes, a história clássica sobre a falta de moral, do materialismo, e do sonho americano contraposto por uma paixão arrebatadora ganham contornos com muita cor e brilho, envoltos por uma mistura de jazz e pop. O diretor mais uma vez abraça a sua natureza cinematográfica de muito luxo, glamour e grandes planos abertos para contar uma história trágica. Por isso, se prepare para ver mais Luhrmann do que nunca, o que pode agradar mais uns do que outros.

Leia mais

Star Trek: Além da Escuridão (Star Trek: Into Darkness, 2013, EUA) [Crítica]

"Star Trek: Into the Darkness", 2013

Com Chris Pine, Zachary Quinto, Benedict Cumberbatch, John Cho, Alice Eve, Bruce Greenwood, Simon Pegg, Zoe Saldaña, Karl Urban, Peter Weller e Anton Yelchin. Roteirizado por Roberto Orci, Alex Kurtzman (Cowboys e Aliens) e Damon Lindelof (Prometheus). Dirigido por JJ Abrams (Super 8).

9,5/10 - "tem um Tigre no cinema"Existe um inegável peso nos ombros de JJ Abrams para a continuação de um filme corajoso, que conseguiu agradar fãs fervorosos da série Star Trek original, e ganhar gente que nunca foi muito fã das histórias de Kirk e companhia – eu incluso. A franquia renovada agora pode explorar tanto histórias novas, como homenagear o universo original. E é o que acontece aqui. Cheio de referências que vão agradar quem assistiu os episódios da TV e os filmes da tripulação clássica, Além da Escuridão tem personagens carismáticos, atuações fantásticas e efeitos técnicos de tirar o fôlego; não esquecendo o lado humano. Num ano em que grandes produções que se mostraram nada além de medianas – se muito – a nova aventura da Enterprise desponta, até o momento, como o melhor blockbuster do ano.

Leia mais

Homem de Ferro 3 (Iron Man 3, 2013, EUA) [Crítica]

Iron Man 3, 2013

Com Robert Downey Jr, Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Guy Pearce, Rebecca Hall, Stephanie Szostak, James Badge Dale, Jon Favreau e Ben Kingsley. Roteirizado por  Drew Pearce  e Shane Black (Máquina Mortífera), baseado nos quadrinhos da Marvel Comics. Dirigido por Shane Black (Beijos e Tiros).

5/10 - "tem um Tigre no cinema"O Universo Marvel nos cinemas foi de uma produtividade fantástica. Considerando o primeiro “Homem de Ferro” (Iron Man, 2008) chegaremos ao fim de 2013 com nada menos oito filmes em apenas cinco anos. Apesar de diretores e roteiristas diversos serem escalados para dar fôlego pra tanta coisa, os altos e baixos são normais. “Homem de Ferro 3” é o mais fraco dos filmes da franquia recente da empresa de Stan Lee. É divertido em partes, tem boas cenas de ação em outros momentos, mas o roteiro de Pearce e Black é apenas mediano, tentando dar uma dramaticidade mais profunda ao personagem, mas faz isso superficialmente.

Leia mais

A Caça | Crítica | Jagten, 2013, Dinamarca

A Caça mostra com uma mentira pode acabar com a vida de alguém, mesmo que essa não fosse a intenção.

"Jagten", 2013Com Mads Mikkelsen, Susse Wold, Thomas Bo Larsen, Lars Ranthe, Anne Louise Hassing, Bjarne Henriksen, Annika Wedderkopp, Lasse Fogelstrøm e Alexandra Rapaport. Roteirizado por Tobias Lindholm e Thomas Vinterberg. Dirigido por Thomas Vinterberg.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Ficamos acostumados com denúncias, e é normal qualquer portal ou jornal impresso estampar os dizeres que alguma pessoa foi acusada de cometer um crime. Pode ser apenas o começo da investigação, mas a simples citação é passível de marcar para sempre. Seja verdade ou não, essa é basicamente a proposta de “A Caça”. A discussão envolve verdades e mentiras, como a vida pode virar vertiginosamente por causa de algumas palavras, e sobre um estigma que não será apagado facilmente, se é que um dia será.

Leia mais

Para cima