Postagens Etiquetadas ‘Steve Carell’

Meu Malvado Favorito 3 | Crítica | Despicable Me 3, 2017, EUA

Meu Malvado Favorito 3 já se tornou uma franquia mais preocupada em merchandising do que em contar uma boa história.

Meu Malvado Favorito 3 (2017) Crítica

Elenco: Steve Carell, Kristen Wiig, Trey Parker, Miranda Cosgrove, Dana Gaier, Nev Scharrel | Roteiro: Cinco Paul, Ken Daurio | Direção: Pierre Coffin , Kyle Balda (Minions) | Duração: 90 minutos

Mesmo levando em conta o público-alvo de Meu Malvado Favorito 3, já está bem claro que a franquia vai pelos passos de outros filmes infantis com diretores preferindo entregar uma produção visualmente interessante sem se preocupar com a história que estão contando. Depois de alguns minutos de projeção já é possível notar que os roteiristas tinham um história principal bem curta e começaram a inflar a narrativa com outros elementos para terminar com um filme de noventa minutos. O rastro que a nova aventura deixa é a sensação de que  poderia ser divida em três ou quatro episódios de uma série para TV ou streaming e resolveria a questão do ritmo. 

Leia mais

A Grande Aposta | Crítica | The Big Short (2015) EUA

A Grande Aposta (2015)

Com Christian Bale, Steve Carell, Ryan Gosling, John Magaro, Finn Wittrock, Margot Robbie, Selena Gomez, Brad Pitt. Roteirizado por Adam McKay, Charles Randolph, baseado no livro de Michael Lewis. Dirigido por Adam McKay.

Sentimentos conflitantes vêm à tona nessa excelente produção que tenta explicar a crise da bolha imobiliária americana de 2007.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"A Grande Aposta é um filme hilariante e genial. E ao mesmo tempo causa asco ao espectador. O diretor Adam McKay destrinchou uma história bem complicada para os mais leigos e tentou trazer para um nível mais popular uma das piores crises financeiras da história. A maneira que ele faz isso é de bater palmas. Ao mesmo tempo não deixa de lado os culpados de lado nessa questão. É aí que o espectador tem vontade não de levantar e bater palmas, mas sim bater no primeiro banqueiro que encontrar.

Leia mais

Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo | Crítica | Foxcatcher, EUA, 2014

Foxcatcher, 2014

9/10 - "tem um Tigre no cinema"

Com Steve Carell, Channing Tatum, Mark Ruffalo e Vanessa Redgrave. Roteirizado por E. Max Frye e Dan Futterman. Dirigido por Bennett Miller (O Homem que Mudou o Jogo).

Para o bem daqueles que não conhecem o original, o diretor Bennett Miller consegue dar a Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo uma aura melancólica e perturbadora, algo que levará à tragédia e deixando o espectador sem saber de onde ela vem – pelo menos aqueles que não sabem seu desfecho. E para aqueles que já sabem, ainda há a força do trio principal, cada um atuando brilhantemente em seus papeis designados, sem exageros. Drama e crime se misturam numa história que prende a atenção pela humanidade de dois personagens e pelos delírios de um outro, numa parábola sobre como alguém acha que pode ter poder sobre a vida.

Leia mais

Os Minions ganham trailer legendado do filme solo | #NEWS

Minions | Trailer legendado

Vamos aos fatos: o que dá o ar da graça à duologia Meu Malvado Favorito são esses seres amarelos que falam Banana pra lá e pra cá. A Universal percebeu isso também, e dará um filme só pra eles em 2015. Enquanto a produção não vem, deem uma olhada no trailer legendado liberado hoje.

Leia mais

Um Divã Para Dois (Hope Springs, 2012, EUA) [Crítica]

Com Meryl Streep, Tomy Lee Jones, Steve Carell e Elisabeth Shue. Roteirizado por Vanessa Taylor. Dirigido por David Frankel (Marley e Eu).

É um fato que o mundo cinematográfico romântico é quase que exclusivamente dirigido aos jovens. Comédias românticas envolvem casais adolescentes, e até mesmo os filmes de ação tendem a criar pares com menos de 20 anos.  Mas “Um Divã Para Dois” vem para quebrar essa situação. O diretor David Frankel consegue tirar bastante substância do elenco principal, e cria um ambiente bem rico ao mostrar os lugares e as situação que o casal passa. É um filme muito leve, divertido e serve para mostrar ao mais jovens que nossos pais podem passar por situações constrangedoras. Mas sem exageros estilo American Pie. E num mundo onde o amor é tão surrado, precocemente sexualizado, e que as pessoas se juntam para fazer “test-drives, é bom assistir a um filme sobre segundas chances e perdão.

Leia mais

Para cima