Postagens Etiquetadas ‘Idris Elba’

Depois Daquela Montanha | Crítica | The Mountain Between Us, 2017, EUA

Depois Daquela Montanha é água (gelada) com açúcar, um entretenimento romântico, piegas e cheio de estereótipos.

Depois Daquela Montanha | Crítica

Elenco: Idris Elba, Kate Winslet, Beau Bridges, Raleigh, Austin | Roteiro: Chris Weitz, J. Mills Goodloe | Baseado em: The Mountain Between Us (Charles Martin) | Direção: Hany Abu-Assad (O Ídolo) | Duração: 112 minutos

Entendo o apelo que Depois Daquela Montanha tem para os mais românticos; mas, mesmo no gênero, a produção de Abu-Assad é um exemplar menor. Não é apenas o clichê de pessoas que encontram o amor na adversidade, é o da posição da personagem feminina ante à masculina, o modo de ceder ao desejo como obrigação e não saber quando terminar a história. Carregado nas costas pela atuação da dupla de protagonistas, e também com uma beleza gélida (assim como a fotografia), o filme começa bem, peca na duração exagerada e vai caindo de qualidade, como uma avalanche nos soterrando de pieguices.

Leia mais

Thor: Ragnarok | Crítica | Thor: Ragnarok, 2017, EUA

Thor: Ragnarok é cheio de aventura e momentos divertidos além de tocar num assunto muito atual na sua conclusão.

Thor: Ragnarok | Review

Elenco: Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett, Idris Elba, Jeff Goldblum, Tessa Thompson, Karl Urban, Mark Ruffalo, Anthony Hopkins | Roteiro: Eric Pearson, Craig Kyle, Christopher Yost | Baseado em: Thor (Stan Lee, Larry Lieber, Jack Kirby) | Direção: Taika Waititi (O Que Fazemos Nas Sombras) | Duração: 130 minutos | Cena Extra

Mesmo que o Universo Cinemático Marvel não traga nada de revolucionário, inclusive seguindo receitas que aparecem em outros filmes, isso não impede que Thor: Ragnarok seja um dos melhores filmes do estúdio. O primeiro filme do deus do Trovão já tinha algo de leve, colorido e engraçado – coisas postas de lado na continuação e resgatado nessa terceira aventura. Mas agora de maneira maior e cósmica com novos mundos e aparição de personagens queridos e a introdução de outros. O filme não trespassa nenhuma regra e há uma leve problematização em parte dos papéis femininos, mas é impossível não se empolgar com o duelo de titãs que acontece.

Leia mais

Star Trek: Sem Fronteiras | Crítica | Star Trek Beyond (2016) EUA

Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Elenco: John Cho, Simon Pegg, Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Karl Urban, Anton Yelchin, Idris Elba | Roteiro: Simon Pegg, Doug Jung | Adaptado de: Gene Roddenberry (Star Trek) | Direção: Justin Lin (Velozes e Furiosos 6).

Star Trek: Sem Fronteiras é apenas mais uma aventura das missões da tripulação da Enterprise, e ainda assim consegue divertir.

7,5 - "tem um Tigre no cinema"Era inevitável. Transformado mais uma vez em franquia, as viagens da NCC1701 Enterprise na nova roupagem de 2009 iria ser menos impressionante eventualmente, e esse momento chegou com Star Trek: Sem Fronteiras. Mas é importante destacar que esse não é, nem de muito longe, um filme ruim. Pelo contrário, ele equilibra ação, aventura, drama e comédia sem perder o caminho delineado pelas produções anteriores. A questão é que a série a partir daqui toma estrutura episódica e, como toda a produção que se sujeita a isso, passa por picos e declínios. Esse é o ponto mais baixo da nova fase, mais ainda tem força para se segurar, mesmo com lugares comuns e elementos usados em outros lugares.

Leia mais

Mogli – O Menino Lobo | Crítica | The Jungle Book,2016, EUA

A nova roupagem de Mogli – O Menino Lobo é um deslumbre visual e não se esquece de suas raízes.

Mogli - O Menino Lobo (2016)

Com Neel Sethi, Bill Murray, Ben Kingsley, Idris Elba, Lupita Nyong’o, Scarlett Johansson, Giancarlo Esposito, Christopher Walken. Roteirizado por Justin Marks, baseado na obra de Rudyard Kipling. Dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro).

8/10 - "tem um Tigre no cinema"A história de menino criado por lobos é um tanto universal, vide Rômulo e Remo. E depois de tanto tempo da clássica animação de 1967 – e vamos fazer de conta que o filme de 1994 não existiu – Mogli – O Menino Lobo está de volta mais deslumbrante do que nunca, numa narrativa leve e rápida. Vindo na esteira de outros clássicos animados que foram adaptados ao live action, esse é a primeira produção do estilo que se destaca depois das duas últimas tentativas da Disney. E mantém o espírito infantil com alguns elementos mais sombrios, nem tão pensada para as crianças e nem tão pesada para que elas não possam curtir.

Leia mais

O Franco-Atirador | Crítica | The Gunman, 2015, EUA-Espanha-França

Sean Penn e o grande elenco não salvam O Franco-Atirador, novo filme de Pierre Morel (de Busca Implacável).

The Gunman, 2015

Com Sean Penn, Javier Bardem, Idris Elba, Mark Rylance, Jasmine Trinca, Peter Franzén e Ray Winstone. Roteirizado por Don Macpherson, Pete Travis e Sean Penn, baseado no romance de Jean-Patrick Manchette. Dirigido por Pierre Morel (Busca Implacável).

3/10 - "tem um Tigre no cinema"Cinco anos não bastaram para Pierre Morel refletir sobre a sua carreira. Pelo menos é isso que se comprava com O Franco-Atirador, um filme que poderia ser estrelado por Liam Neeson (e ser mais um). Continuaria sendo mais um, claro, e nenhuma presença de outro ator adiantaria porque o que essa produção mais tem é um elenco de peso: dois atores vencedores de Oscar, e outro que muitos apostam como o futuro 007. Tanto talento desperdiçado em cenas de ação – empolgantes, é justo dizer – e que não acrescentam em nada em suas carreiras. É mais um exemplo do cinema pasteurizado, de fácil aceitação para o público de atenção mais dispersa, que tem de diferencial a parte de fora, uma camada bonita por causa dos artistas principais.

Sinopse oficial

Martin Terrier (Sean Penn), atirador em um grupo de mercenários, mata o Ministro de Minas do Congo. O tiro certeiro força o sniper a se esconder em outro país. Anos depois, de volta ao Congo, ele próprio se torna o alvo de um grupo de extermínio. Terrier começa então uma busca por vários países para tentar saber que personagem de seu passado colocou sua cabeça a prêmio. A suspeita recai sobre o negociador do grupo, Felix (Javier Bardem), que está casado com a ex-namorada de Terrier, Annie (Jasmine Trinca). ”

Leia mais

Vingadores: Era de Ultron | Crítica | Avengers: Age of Ultron, 2015, EUA

Vingadores: Era de Ultron não é o melhor filme do Universo Marvel, porém acerta bem mais do que erra ao introduzir um tom mais sombrio.

Vingadores: Era de Ultron

Com Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Don Cheadle, Aaron Taylor-Johnson, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Cobie Smulders, Anthony Mackie, Hayley Atwell, Idris Elba, Stellan Skarsgård, James Spader, Samuel L. Jackson. Baseado nos quadrinhos da Marvel Comics. Roteirizado e dirigido por Joss Whedon (Os Vingadores).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"O que se espera de uma continuação é a grandiosidade em relação ao seu antecessor. Em alguns aspectos Vingadores: Era de Ultron entrega isso para o espectador e principalmente ao fã da Marvel. É mais uma vez diversão garantida, com efeitos especiais impressionantes e a grande vantagem de não precisarmos mais de apresentações, o que faz a ação ser imediata. A história se perde repetindo momentos do primeiro filme, mas se segura no ritmo, o que é um ponto positivo para um filme de quase três horas. Porém, assim como o primeiro filme, a continuação é uma vírgula num cenário maior e mais interessante criado nos filmes solos dos membros da equipe.

Sinopse oficial

“Quando Tony Stark tenta reiniciar um programa de manutenção de paz, as coisas não dão certo e os super-heróis mais poderosos da Terra, incluindo Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro, terão que passar no teste definitivo para salvar o planeta da destruição pelas mãos do vilão Ultron.”

Leia mais

Thor: O Mundo Sombrio | Crítica | Thor: The Dark World, 2013, EUA

Thor: O Mundo Sombrio mistura ação, comédia e até um pouco de drama e é melhor que a aventura anterior do Deus do Trovão.

"Thor: The Dark World"Com Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Anthony Hopkins, Christopher Eccleston, Idris Elba, Stellan Skarsgård e Rene Russo. Roteirizado por Christopher Markus & Stephen McFeely e Christopher Yost. Dirigido por Alan Taylor.

“Thor: O Mundo Sombrio” tem o mérito de misturar boas cenas de ação, comédia e até coloca um pé num drama – superficialmente apenas. Não é nada fantástico, mas é divertido, melhora todos os elementos do anterior e é o melhor filme Marvel/Disney desde a primeira aventura de Tony Stark.

Leia mais

Círculo de Fogo (Pacific Rim, 2013, EUA) [Crítica]

"Pacific Rim", 2013

Com Charlie Hunnam, Idris Elba, Rinko Kikuchi, Charlie Day, Robert Kazinsky, Max Martini e Ron Perlman. Argumento de Travis Beacham. Roteirizado por Travis Beacham e Guillermo del Toro (Hellboy).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"É essencial entender que, antes de tudo, “Círculo de Fogo” é uma homenagem de Guillermo del Toro ao gênero de monstros gigantes japoneses – como Godzilla, Gamera e Mothra. O termo kaiju usado no filme é o mesmo que representa o gênero de seres gigantescos e fantásticos que vem da Ásia. Depois, é um filme de ação extremamente empolgante, com lutas entre seres gigantes destruindo meia cidade pelo caminho. É uma catarse tão grande que fica fácil se perder. Apesar disso, falta profundidade e drama. Tanto que nem parece um filme com roteiro digno de del Toro.

Leia mais

“Círculo de Fogo” tem poster brasileiro divulgado! [NEWS]

"Círculo de Fogo" - poster nacional

Behold! Círculo de Fogo (Pacific Rim), do nosso querido diretor Guillermo del Toro, teve o poster em português divulgado hoje pela Warner Bros Pictures. Como eu não vi o trailer, eu não sei do que se trata, mas a arte já entrega o design do mecha Jaeger. Clique na imagem para ver em maior resolução.

Círculo de Fogo (Pacific Rim) tem roteiro de Travis Beacham (“Fúria de Titãs”) e é estrelado por Charlie Hunnam (“Sons of Anarchy”), Idris Elba (“Thor”), Rinko Kikuchi (“Vigaristas”), Charlie Day (“Quero Matar meu Chefe”) e Ron Perlman (“Hellboy”) e tem previsão de estreia no Brasil em 9 de agosto de 2013!

Prometheus (Prometheus, 2012, EUA) [Crítica]

Com Charlize Theron, Michael Fassbender, Noomi Rapace, Idris Elba, Guy Pearce, Logan Marshall-Green, Sean Harris, Rafe Spall, Kate Dickie e Patrick Wilson. Roteiro de Jon Spaihts (A Hora de Escuridão) e Damon Lindelof. Dirigido por Ridely Scott (Alien – O Oitavo Passageiro).

O fardo era pesado. Ridley Scott revisitando o universo criado por ele em “Alien – O Oitavo Passageiro” (Alien, 1979) era um sonho para fãs de cinema e da ficção científica. O diretor nos entrega um bom filme. Ponto. A viagem que começa numa cena evocativa de “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, mescla elementos diferentes, efeitos especiais impecáveis, assim como o design de som, e fazem nos primeiros minutos parecer que este será filme do ano. Mas os (vários) furos no roteiro e a unidimensionalidade de maioria dos personagens na tela faz que a experiência seja menos agradável. Porém, o voo alçado pela nave-título está longe de ser uma decepção.

Essa crítica é recheada de spoilers. Estejam avisados.

Leia mais

Para cima