Postagens Etiquetadas ‘Peter Sohn’

O Bom Dinossauro | Crítica | The Good Dinosaur (2015) EUA

O Bom Dinossauro (2015)

Com Raymond Ochoa, Jack Bright, Sam Elliott, Anna Paquin, A. J. Buckley, Jeffrey Wright, Frances McDormand e Steve Zahn. Roteirizado por Peter Sohn, Erick Benson, Meg LeFauve, Kelsey Mann e Bob Peterson. Dirigido por Peter Sohn.

A nova produção da Pixar grita “mamãe, eu quero ser Rei Leão”!
3/10 - "tem um Tigre no cinema"A Pixar sempre foi sinônimo de qualidade pelo menos em geral (com uma derrapada ou outra com a duologia Carros). Com O Bom Dinossauro a qualidade continua apenas no quesito técnico, pois é uma história arrastada, clichê e nem para as crianças irá servir por ser extremamente depressiva – alguns menores saíram inconsoláveis da sessão que estava. Quando os créditos começam a aparecer, fica a impressão clara que o filme é um daqueles videos reel para mostrar a qualidade do animador. É a empresa mostrando o que podem fazer animações 3D incrivelmente bem produzidas. Mas nesse caso, um tanto vazia.

Leia mais

Universidade Monstros | Crítica | Monsters University, 2013, EUA

Universidade Monstros é pouco cativante, mas com certeza agradará as crianças com situações engraçadas e personagens multicoloridos.

Universidade Monstros

Com Billy Crystal, John Goodman, Steve Buscemi, Joel Murray, Sean Hayes, Dave Foley, Peter Sohn, Charlie Day, Frank Oz, Helen Mirren e Alfred Molina. Roteirizado por Daniel Gerson, Robert L Baird e Dan Scanlon. Dirigido por Dan Scanlon.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Durante a projeção de “Universidade Monstros” a sensação que se tem é que estava tudo bem. Nada fantástico, nem original, apenas bem. A Pixar carrega um estigma de qualidade nas suas produções, e é normal existirem algumas com menos corpo do que as outras, fora a questão técnica da animação. Trazendo alguns momentos engraçados, o novo filme passa pelo crivo da criançada, com muitas cores e personagens que já eram divertidos. Mas a história em si é pouco cativante, e mostra a falta de criatividade que a empresa está perigosamente seguindo.

Leia mais

Para cima