Postagens Etiquetadas ‘Daniel Craig’

Logan Lucky: Roubo em Família | Crítica | Logan Lucky, 2017, EUA

Logan Lucky: Roubo em Família tem momentos divertidos, mas está longe de ser lembrado com destaque na carreira de Soderbergh

Logan Lucky: Roubo em Família | Crítica

Elenco: Channing Tatum, Adam Driver, Seth MacFarlane, Riley Keough, Katie Holmes, Katherine Waterston, Dwight Yoakam, Sebastian Stan, Hilary Swank, Daniel Craig | Roteiro: Rebecca Blunt | Direção: Steven Soderbergh (Onze Homens e um Segredo)

Depois de três filmes de roubos com ares de comédia e aventura, estava claro que em Logan Lucky: Roubo em Família Steven Soderbergh se encontrasse em território familiar. A questão é que esse é o menos soderberghriano de seus filmes, principalmente nos quesitos técnicos, com muitas câmeras fixas, mas que mantém a busca para compensar injustiças. O que não quer dizer que seja uma má experiência; apenas uma de menor interesse na já vasta filmografia do diretor. Porém, o filme ganha a atenção pelas atuações carismáticas, situações exageradas e um clima que parece uma piada no estilo “um manco, um maneta e dois rednecks entram num bar“.

Leia mais

007 Contra Spectre | Crítica | Spectre (2015) EUA

Spectre, 2015

Com Daniel Craig, Christoph Waltz, Léa Seydoux, Ralph Fiennes, Monica Bellucci, Ben Whishaw, Naomie Harris e Dave Bautista. Roteirizado por John Logan, Neal Purvis, Robert Wade e Jez Butterworth. Dirigido por Sam Mendes (007 – Operação Skyfall).

7,5 - "tem um Tigre no cinema"Depois de três filmes mais densos e sombrios Sam Mendes conseguiu transformar Daniel Craig no clássico 007. Por um lado, será a alegria dos fãs mais tradicionais da franquia; por outro, dinamita todo o caminho percorrido desde 2006. 007 Contra Spectre poderia fechar com chave de ouro uma nova visão para o espião mais reconhecido do mundo. Ao invés disso o diretor preferiu tomar o caminho mais fácil revisitando demasiadamente seus antecessores com planos de dominação globais, a donzela em perigo, capangas com características pitorescas e um vilão caricato e megalomaníaco. Aqui a homenagem vem junto de uma face de retrocesso.

Leia mais

007 Contra Spectre | Veja o segundo trailer legendado | #NEWS

007 CONTRA SPECTRE | Trailer 2

Welcome, James. It’s been a long time. Now finally, here we are.”

James Bond está quase de volta, para a alegria dos fãs. A Sony Pictures liberou hoje o novo trailer de 007 Contra Spectre, que tem previsão de estreia para 5 de novembro de 2015. Dirigido por Sam Mendes, Daniel Craig está de volta na continuação de 007: Operação Skyfall, de 2012.

Sem mais delongas, dê o play!

Leia mais

007 Spectre | Primeiro vídeo por detrás das câmeras | #NEWS

007 Spectre | Primeiro vídeo de produção

Ainda falta algum tempo para vermos a continuação de 007: Operação Skyfall (007 Skyfall), mas já podemos ver um pedaço pequeno do que vem por aí. O perfil James Bond 007 no Youtube liberou um vídeo de menos de dois minutos com Daniel Craig, Léa Seydoux, Dave Bautista e o Sam Mendes enquanto filmavam na Áustria.

Leia mais

[TigreCast #17 e #18] James Bond Pt 3, Skyfall e além!

Bem-vindos à 17ª e 18ª edição do TigreCast – o podcast sobre cinema do tem um Tigre no cinema. Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, pode conferir aqui.

Nesta edição, discuto de novo com o pessoal da Comunidade 007 Brasil (Fábio Carmona, Sergio Vasconcelos e Marketto)  James Bond nas peles de Timothy Dalton, Pierce Brosnan e Daniel Craig.

tigrecast017

Dê play aqui embaixo, ó:

Ou clique AQUI com o botão direito do mouse e escolha “salvar destino como”…

E na última parte, discutimos sobre Skyfall e além. O que podemos esperar do futura da franquia?

tigrecast018

Ou clique AQUI com o botão direito do mouse e escolha “salvar destino como”… de novo!

[Comentado nos episódios]
• 007 marcado para a morte (The Living Daylights, 1987)
• 007 – Permissão para matar (Licence to Kill, 1989)
• 007 contra GoldenEye (GoldenEye, 1995)
• 007 – O amanhã nunca morre (Tomorrow Never Dies, 1997)
• 007 – O mundo não é o bastante (The World Is Not Enough, 1999)
• 007 – Um novo dia para morrer (Die Another Day, 2002)
• 007 – Cassino Royale (Cassino Royale, 2006)
• 007 – Quantum of Solace (Quantum of Solace, 2009)
• 007 – Operação Skyfall (Skyfall, 2012) | Clique aqui para ler a crítica

[Feed e iTunes]
Clique aqui para assinar o Feed!

[Críticas, comentários e voadoras no baço]

• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @the_tyger
• facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema

Reproduzir

007 – Operação Skyfall | Crítica | 007 Skyfall, 2012, EUA

007 – Operação Skyfall é tanto uma homenagem ao agente secreto mais conhecido do mundo quanto para aqueles que não estão familiarizados com ele.

007 - Operação Skyfall

Com  Daniel Craig, Javier Bardem, Ralph Fiennes, Naomie Harris, Bérénice Marlohe, Albert Finney, Ben Whishaw e Judi Dench. Roteizado por John Logan (A Invenção de Hugo Cabret), Neal Purvis e Robert Wade (Cassino Royale). Dirigido por Sam Mendes (Beleza Americana).

O que você faz quando o passado volta para te assombrar? Pode não parecer, mas esse é uma questão fundamental em “007 – Operação Skyfall”, que é um filme muito coerente. Tanto o roteiro como a direção e a fotografia fazem um grande bem ao resultado final. Também conta com grandes momentos de ação, como não deixaria de ser, grandes atuações e, diferente do anterior, funciona quase sozinho. Ou seja, você pode ter um conhecimento básico do personagem. Por isso, ele é um filme acessível ao grande público que quer ver um bom filme, pura e simplesmente. No entanto, ele recheado de referências ao universo 007, e os fãs vão ficar gratos com as homenagens que aparecem nesta sequência que é tão boa quanto “Cassino Royale” (Casino Royale, 2006).

Leia mais

[NEWS] 007 – Operação Skyfall – Fotos e trailer [N#008]

O novo trailer do filme 007 – Operação Skyfall (Skyfall) foi lançado ontem, 31/07.O filme estreia no Brasil em 26 de outubro de 2012 02 de novembro de 2012. Veja a versão legendada abaixo:

007 – Operação Skyfall (Skyfall) conta no elenco com Daniel Craig, Ralph Fiennes, Javier Bardem e Judi Dench. É roteirizado por John Logan, Patrick Marber, Neal Purvis e Robert Wade. E é dirigido por Sam Mendes (Beleza Americana). Veja também a nossa galeria do filme (Créditos Sony Pictures International):

As Aventuras de Tintim (The Adventures of Tintin – The Secret of the Unicorn, 2011, EUA) [Crítica]

Com Jamie Bell, Andy Serkis, Daniel Craig, Nick Frost e Simon Pegg. Roteiro de Steven Moffat, Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o Mundo) e Joe Cornish, baseado na obra de Hergé. Dirigido por Steven Spielberg (Os Caçadores da Arca Perdida).

Para quem cresceu assistindo ou lendo Tintim, esse foi um filme muito esperado. Com as várias declarações de que Spielberg estava tratando com muito carinho o filme e que Hergé confiava somente no diretor para levar o personagem às telas, a expectativa era grande. O filme ficou em pausa por muitos anos porque Spielberg queria manter certos traços característicos desses queridos personagens, algo que não seria possível em live action. A tecnologia veio, e Spielberg reuniu um bom time, com Peter Jackson como diretor da segunda unidade, além de Wright, roteirista de  “Scott Pilgrim contra o Mundo” e Moffat, responsável pelos seriados ingleses “Sherlock” e “Doctor Who”. Além de John Williams, claro. O time nos entrega um filme divertido, com boas cenas de ação e tecnologicamente impecável. Misturando algumas histórias bem conhecidas pelos fãs, “As Aventuras de Titim” mostra um Spielberg apaixonado e numa direção muito mais competente do que seu outro filme do ano, “Cavalo de Guerra”.

Leia mais

Cowboys e Aliens (Cowboys & Aliens, 2011, EUA) [Crítica]

 

Com  Daniel Craig, Olivia Wilde, Harrison Ford, Sam Rockwell e Clancy Brown. Escirto por Damon Lindelof, Alex Kurtzman, Roberto Orci, Mark Fergus e Hawk Ostby. Baseados nos quadrinhos da Dark Horse, de Scott Mitchell Rosenberg. Dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro).

“Cowboys e Aliens” é, acima de tudo, um filme com diversão garantida. Bem diferente dos filmes que dizem que temos que “desligar o cérebro”, a ação e a situação totalmente maluca que nos é proposta não vai te entregar uma história tola, mas com alguns clichês. Com um roteiro escrito por cinco pessoas, é de se esperar o pior. Isso prejudicou um tanto a projeção. Um pouco mais de cuidado e a produção deslancharia. Mas existem outros detalhes que vale a pena citar. Leia mais

Para cima