0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Homem Irracional está longe dos melhores de Woody Allen, mas ainda diverte e fica acima da média de muitas produções do ano.

Irrational Man, 2015

Com Emma Stone, Parker Posey e Joaquin Phoenix. Escrito e dirigido por Woody Allen (Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Sexo*)

7/10 - "tem um Tigre no cinema"É difícil esperar que um diretor que produz um filme por ano apresente sempre um bom trabalho seguido do outro. Em Homem Irracional Woody Allen traz um filme mediano, longe de suas grandes produções, porém mais interessantes que seus dois trabalhos anteriores de 2014 e 2013. Brincando com a filosofia, Allen tem bons momentos e continua dirigindo muito bem os atores que trabalham com ele. Mesmo que esse seja um dos trabalhos menores do diretor, ainda diverte e fica acima da média de muitas produções do ano.

A história é contada por dois pontos de vista, e Allen usa do recurso da narração off para separar essas ideias. Ainda que o recurso canse em determinado ponto da história, ele é justificado pelo princípio da filosofia, que é discutir, explanar um ponto de vista. Então, seja quando ouvimos a voz de Abe (Phoenix) ou Jill (Stone), há uma batalha ali, só que no campo das ideias. O problema é quando o recurso extrapola os sentimentos e narra exatamente o que estamos vendo, como o desconforto da jovem quando confronta o professor sobre o assunto que é o ponto de virada da história.

Aliás, é esse ponto de virada que dá um novo ar ao filme, além de ser inesperado. Allen constrói bem a personalidade de Abe, um homem sombrio, e seu figurino e os elementos de sua casa contribuem nessa construção. Ele está constantemente rodeado de livros, bebidas e até a sua postura é de alguém desanimado com a vida. Nessa jornada autodestrutiva, com direito até a um estúpido jogo de roleta russa, o risco que aparece acende uma nova centelha no personagem. Notem como Allen usa a fotografia e mais uma vez o figurino para mostrar a mudança do personagem – algo muito mais interessante do que a narração. Então, na sua nova vida, há música, energia e finalmente Abe começa a usar roupas mais claras.

Jill também tem é bem construída e tem belos momentos. À primeira vista, ela parece a típica mocinha que segura mãos com o namorado do jeito mais fofo e piegas possível, mas logo notamos que seu diferencial vai muito além de ser a mulher mais estonteante do curso de filosofia. Ela chama a atenção de Abe por causa de um trabalho – e interessante que ela o contesta em vários pontos desde o começo – e no primeiro contato dos dois há mais iluminação na sala, um ambiente que a meia luz era mais constante, refletindo a personalidade de Abe.

As discussões que o filme traz com ele também são interessantes. E a mais racional – em oposição ao título – e uma onde Abe diz que a filosofia pouco vale no mundo real, e que as discussões da sala de aula não são mais que masturbação escrita. Tanto que ele, vivendo profissionalmente da filosofia, quando é confrontado por um dilema moral fortíssimo, deixa tudo isso de lado e se segura na vontade egoísta de continuar vivendo por ter finalmente ter descoberto a vida. Diferenças entre justiça e justiceiros, de como já nos pegamos pensando as piores coisas e pessoas perdem a vida com fofocas são outras partes interessantes das discussões entre Abe, Jill e a audiência.

Homem Irracional, 2015

Passando desde cores do figurino – notem como Abe usa o roxo, uma cor tradicionalmente ligada à morte – por elementos de cena – é engraçado que nas primeiras vezes que Jill menciona Abe ela está sempre com algum alimento ou bebida bem açucarada, como a percepção dela estivesse alterada naqueles momentos – e pela naturalidade de seus personagens e outros elementos que o diretor usa para depois amarrá-los, Homem Irracional merece a sua atenção. Alguns aspectos técnicos e certas conveniências do roteiro impedem que a produção seja melhor. Mas ainda é um Woody com vontade de fazer cinema, e por isso devemos ser gratos.

Sinopse oficial

“Homem Irracional, do diretor Woody Allen, conta a história de Abe (Joaquin Phoenix), um professor em meio a uma crise existencial e que redescobre a vontade de viver. Logo após voltar a dar aulas em uma pequena cidade, Abe se envolve com duas mulheres: Rita (Parker Pousey), uma colega de trabalho; e Jill (Emma Stone), sua melhor aluna. Mesmo quando Abe mostra sinais de desequilíbrio mental, a fascinação de Jill por ele só aumenta. Porém, quando decide abraçar novamente a vida, Abe desencadeia uma série de eventos que afetará não só a ele, mas também a Jill e Rita para sempre.”

Veja o trailer de Homem Irracional

[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• fan page facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/umtigrenocinema/
• Google Plus: https://www.google.com/+Umtigrenocinemacom
• Instagram: http://instagram/umtigrenocinema

http://www.patreon.com/tigrenocinema

 

Volte para a HOME