0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Scouts Guide to the Zombie Apocalypse, 2015

Com Tye Sheridan, Logan Miller, Joey Morgan, Sarah Dumont, David Koechner, Halston Sage, Cloris Leachman. Argumento de Carrie Evans, Emi Mochizuki e Lona Williams. Roteirizado por Carrie Evans, Emi Mochizuki, Christopher Landon. Dirigido por Christopher Landon.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Eles se recusam a ficar mortos, mas seria bom dar um descanso ao gênero dos mortos-vivos. Como Sobreviver a um Ataque Zumbi faz comédia com o tema numa mistura de piadas sujas e pesadas, típicas de um amor escatológico bem comum ao gosto de quem cresceu assistindo pérolas como South Park. É um filme com ações e situações improváveis e cenas que fazem força para ser pior que a anterior – quando você assiste uma e pensa que nada pode ser pior que aquilo, acredite, eles conseguem. O roteiro escrito e reescrito por seis pessoas diferentes é confuso e lotado de inacreditáveis conveniências para dar algum tipo de sentido àquela bagunça generalizada, representando muito do que há de errado no sistema americano de fazer cinema.

É difícil apontar bons momentos da produção, mas é justo dizer que ela é extremamente bem feita. Os zumbis decrépitos formam um gore – sangue, vísceras, membros rolando e tiros explodindo cabeças não faltam – incrivelmente realista, como passear num parque de diversões onde o grande atrativo seria matar zumbis de verdade. E isso é divertido e rende boas risadas. O diretor Christopher Landon investe em muito mais maquiagem e membros protéticos ao invés de CGI, criando no filme um interessante paralelo com coisas reais, ainda que num ambiente fantástico. Outro ponto positivo é que esses zumbis mantem um pouco das suas características originais. Então uma striper zumbi aparece dançando para tentar seduzir suas presas, um segurança brutamontes continua violento e o líder dos escoteiros continua a ir atrás de seus comandados.

Algumas piadas visuais também são bem engraçadas como quando vemos os zumbis andando em patins, em andadores ou uma genial mostrando um deles com uma camiseta com o lema YOLOYou Only Live Once ou Você Só Vive Uma Vez – que, para um morto-vivo, é bem irônico. O problema é que esse humor inteligente dá lugar ao escatológico muitas vezes, com direito a cena do banheiro, uma idosa zumbi sem dentes, membros decepados – exatamente esse – um fatídico zumbi sem mandíbula. Uma cena mais grotesca que a outra mostrando o problema de tanta gente escrevendo e reescrevendo o roteiro. Percebendo que a história seria bem rasa, e você pode notar isso pela sinopse oficial, os outros entraram e foram enfiando situações e cenários cada vez mais esdrúxulos e improváveis.

Vejam por exemplo o caso da personagem Denise (Dumont) que está na narrativa apenas para ser uma ponte entre as situações que os amigos Ben (Sheridan), Carter (Miller) e Augie (Morgan) e as soluções. Em outras palavras, na maioria das vezes, a moça é um deus ex-machina ambulante. Apesar de ela ter uma história própria – passa de uma lenda na escola para algo mais comum e menos estereotipado – as suas participações são quase mágicas. Algumas coisas poderiam ser obra do acaso, mas quando ela escala um túnel, num feito fisicamente impossível, nem mesmo o mais aberto dos espectadores irá perdoar o diretor e os roteiristas.

Como Sobreviver a um Ataque Zumbi | Pôster Brasil

Você pode usar vários adjetivos para classificar Como Sobreviver a um Ataque Zumbi. E isso nunca é bom porque é melhor usar mais substantivos para avaliar uma obra. Mas a produção é tão rasa quanto um pires e há a convicção de que houve pouquíssimo esforço para fugir de piadas fáceis, de baixo calão, ofensivas e algumas extremamente machistas. Vale a pena pelos já citados efeitos e por uma brincadeira com a música Rock You Like a Hurricane do Scorpions, porém funcionaria melhor como um curta-metragem ou se apresentado num resumo da carreira do diretor com os melhores momentos.

Sinopse oficial

Três escoteiros amigos de infância reúnem forças com uma garçonete jogo duro para virarem o maior time de heróis”.

[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• fan page facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/umtigrenocinema/
• Google Plus: https://www.google.com/+Umtigrenocinemacom
• Instagram: http://instagram/umtigrenocinema

http://www.patreon.com/tigrenocinema

OU

Agora, você não precisa mais de cartão internacional!

 

Volte para a HOME