Postagens Etiquetadas ‘Meryl Streep’

The Post: A Guerra Secreta | Crítica | The Post, 2017, EUA

The Post: A Guerra secreta é, além de um filme, uma posição política e a reafirmação do antigo ditado que o preço da liberdade é estarmos sempre alertas.

The Post: A Guerra Secreta | Crítica

Elenco: Meryl Streep, Tom Hanks, Sarah Paulson, Bob Odenkirk, Tracy Letts, Bradley Whitford, Bruce Greenwood, Matthew Rhys | Roteiro: Liz Hannah, Josh Singer | Direção: Steven Spielberg (Prenda-Me Se For Capaz) | Duração: 116 minutos

Provavelmente, existem poucas pessoas que conseguiriam um feito de encaixar um filme entre a produção e a pós-produção de outro. Porém, isso não é o mais importante em The Post: A Guerra Secreta. Num mundo onde qualquer ação pode ser considerada uma manifestação política, Spielberg contou com o cenário atual da política dos EUA para defender a liberdade de imprensa e para lembrar que certas coisas são cíclicas. E pode parecer que é apenas para dizer que políticos irão sempre mentir, o que seria muito raso, mas essa história investigativa serve mais como um totem da premissa do preço da liberdade ser estarmos atentos.

Leia mais

Florence: Quem é Essa Mulher? | Crítica | Florence Foster Jenkins, 2016, Reino Unido – França

Florence: Quem é Essa Mulher? fala sobre a realização de sonhos e é uma belo filme que eleva o espírito de quem assiste.

Florence: Quem é Essa Mulher? (2016)

Com Meryl Streep, Hugh Grant, Simon Helberg, Nina Arianda e Rebecca Ferguson. Roteirizado por Nicholas Martin. Dirigido por Stephen Frears (Philomena).

Florence: Quem é Essa Mulher? fala sobre a realização de sonhos e é uma belo filme que eleva o espírito de quem assiste.

7/10 - "tem um Tigre no cinema"O showbiz sempre foi uma bajulação, e Florence: Quem é Essa Mulher? também mostra essa pintura. Mas essa é apenas um parte do retrato dessa socialite que não era só apaixonada pela música, mas vivia por ela. A nova produção de Stephen Frears é um retrato sensível e belo de uma pessoa que cantava com o coração, ainda que suas cordas vocais não refletissem tanto amor. O diretor consegue prever a reação da plateia nos momentos de comédia, ora rindo com ela e ora a criticando. Quase como um conto de fadas, a história da pior cantora lírica do mundo fala também sobre superação e como podemos encontrar belezas nos lugares mais improváveis.

Leia mais

Caminhos da Floresta tem novos pôsteres nacionais e trailer [atualizado] | #NEWS

Caminhos da Floresta é a adaptação de uma peça da Broadway, onde tramas de contos de fadas se cruzam, explorando as consequências dos desejos e das buscas dos personagens. O musical segue os passos de personagens como Cinderela (Anna Kendrick), Chapeuzinho Vermelho (Lilla Crawford), João (o do Pé de Feijão [Daniel Hittlestone]) e Rapunzel (Mackenzie Mauzy) – todos reunidos em uma história original envolvendo um padeiro e sua esposa (James Corden e Emily Blunt), seu desejo de formar uma família e a interação com a bruxa (Meryl Streep) que os amaldiçoou. Outro destaque é o Lobo, interpretado por Johnny Depp.

Veja abaixo as artes liberadas pela Walt Disney Brasil.

Leia mais

O Doador de Memórias | Crítica | The Giver, 2014, EUA

Em O Doador de Memórias, com Taylor Swift e Jeff Bridges, falta profundidade ao tratar alguns temas, mas se sai bem nos filmes de universos distópicos.

O Doador de Memórias, 2014

Com Jeff Bridges, Meryl Streep, Brenton Thwaites, Alexander Skarsgård, Odeya Rush, Katie Holmes e Taylor Swift. Roteirizado por Michael Mitnick e Robert B. Weide, baseado no romance de Lois Lowry. Dirigido por Phillip Noyce.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Uma distopia após outra, e o cinema para jovens adultos vai ficando com a mesma identidade. Sabemos como Hollywood funciona: os produtores pegam uma ideia que funciona (ou uma atriz ou casal) e a espreme até que não saia mais nada. Isso não é culpa de O Doador de Memórias, baseado num livro de 1993. Com ideias boas, o filme tem certo destaque nesse mundo que ajudou a criar, mas que só participa agora. No entanto, faltou profundidade ao tratar alguns temas que podem estar presentes no original, mas que se perderam na adaptação.

Leia mais

Um Divã Para Dois (Hope Springs, 2012, EUA) [Crítica]

Com Meryl Streep, Tomy Lee Jones, Steve Carell e Elisabeth Shue. Roteirizado por Vanessa Taylor. Dirigido por David Frankel (Marley e Eu).

É um fato que o mundo cinematográfico romântico é quase que exclusivamente dirigido aos jovens. Comédias românticas envolvem casais adolescentes, e até mesmo os filmes de ação tendem a criar pares com menos de 20 anos.  Mas “Um Divã Para Dois” vem para quebrar essa situação. O diretor David Frankel consegue tirar bastante substância do elenco principal, e cria um ambiente bem rico ao mostrar os lugares e as situação que o casal passa. É um filme muito leve, divertido e serve para mostrar ao mais jovens que nossos pais podem passar por situações constrangedoras. Mas sem exageros estilo American Pie. E num mundo onde o amor é tão surrado, precocemente sexualizado, e que as pessoas se juntam para fazer “test-drives, é bom assistir a um filme sobre segundas chances e perdão.

Leia mais

Para cima