Postagens Etiquetadas ‘Martin Freeman’

Pantera Negra | Crítica | Black Panther, 2018, EUA

Pantera Negra já era um marco antes mesmo de estrear – e mesmo não sendo o melhor do Universo Cinemático Marvel, é o mais importante.

Pantera Negra | Crítica

Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o, Danai Gurira, Martin Freeman, Daniel Kaluuya, Letitia Wright, Winston Duke, Angela Bassett, Forest Whitaker, Andy Serkis | Roteiro: Ryan Coogler, Joe Robert Cole | Baseado nos personagens de Stan Lee e Jack Kirby | Direção: Ryan Coogler (Creed: Nascido Para Lutar) | Duração: 134 minutos | 3D: Irrelevante | Cena Extra

Para atrair um público já acostumado com uma fórmula, Pantera Negra se espelha em outros filmes do Universo Cinemático Marvel: ação, doses de diversão e um vilão-antítese do herói nos seus princípios. Porém, passada essa primeira camada, o filme é um marco pela escalação do diretor, roteirista e elenco predominantemente negro, além de seu teor político. Isso mostra uma preocupação do estúdio em estar atento às mudanças que nossa sociedade passa e precisa, algo que é, acima de tudo, uma posição e uma afirmação. É cultura pop, mais palatável, sem dúvidas. Mas devemos considerar para quem é a mensagem, um público jovem que está ligado às mudanças e, com incursões mais simples, provavelmente irá buscar voos mais altos.

Leia mais

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos | Crítica | The Hobbit: The Battle of the Five Armies, 2014, EUA

A Batalha dos Cinco Exércitos, parte final da trilogia O Hobbit, tem boas cenas de ação e coreografias, mas é o mais fraco dos três.

The Hobbit: The Battle of the Five Armies, 2014

Com Martin Freeman, Ian Mckellen, Richard Armitage, Evangeline Lilly, Lee Pace, Luke Evans, Benedict Cumberbatch, Ken Stott, James Nesbitt, Cate Blanchett, Ian Holm, Christopher Lee, Hugo Weaving, Orlando Bloom, Manu Bennett, Mikael Persbrandt, Ryan Gage, Lawrence Makoare, Stephen Fry e Sylvester McCoy. Roteirizado por Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson e Guillermo del Toro. Baseado nas obras de JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"A principal preocupação vinda do filme anterior se confirmou, e o que temos em O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos é uma produção mediana, estendida ao extremo e que se salva por ser um trabalho baseado em Tolkien. A megalomania de Peter Jackson não destruiu a experiência – afinal, ter visitado de novo a Terra Média é satisfatório – mas é visível a falta de dinâmica do diretor que fecha a nova trilogia com bem menos brilho do que o trabalho impecável que foi a trilogia anteriormente dirigida por ele.

Leia mais

O Guia do Mochileiro das Galáxias | TigreCast #42 | Podcast

Chegando à edição 42, nesse podcast conversamos sobre a vida, o universo e tudo mais na versão cinematográfica de “O Guia do Mochileiro das Galáxias”!

tigrecast042

Bem-vindos à edição 42 do TigreCast, o podcast de cinema do tem um Tigre no cinema! Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, confira aqui. E você pode ouvir as edições anteriores em https://umtigrenocinema.com/tigrecast

Chegando ao programa 42, e aqui somos bem óbvios mesmo. Tiago, o Tigre (@otigre1982), Alexandre Nerdmaster (Paranerdia), Guilherme Vitoriano (Filmes e Games) e Marcelo Zagnolli (@marcelozagnolli) pegam suas tolhas para discutir a versão cinematográfica de um dos melhores livros da Ficção Científica: Douglas Adams e seu O Guia do Mochileiro das Galáxias!

Este programa contem spoilers!

Dê o play aqui embaixo, ó:

Ou clique AQUI com o botão direito do mouse e escolha “Salvar destino/link como…”

[papo cinéfilo]
• Bradley Cooper: o novo Indiana Jones?

[momento musical]
Paranoid AndroidRadiohead

[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• fan page facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/umtigrenocinema/
• Google Plus: https://www.google.com/+Umtigrenocinemacom
• Instagram: http://instagram/umtigrenocinema

http://www.patreon.com/tigrenocinema

 

Volte para a HOME

 

 

Volte para a HOME

 

Reproduzir

O Hobbit: A Desolação de Smaug | Crítica | The Hobbit: The Desolation of Smaug, 2013, EUA

O Hobbit: A Desolação de Smaug supera ligeiramente o primeiro filme, mas nota-se que sobrou muito pouco para a vindoura terceira parte.

hobbit2-a_desolacao_de_smaug

Com Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Benedict Cumberbatch, Evangeline Lilly, Lee Pace, Luke Evans, Ken Stott, James Nesbitt e Orlando Bloom. Roteirizado por Peter Jackson, Fran Walsh, Philippa Boyens e Guillermo del Toro, baseado na obra JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Quando saí da sessão de “O Hobbit: Uma Aventura Inesperada” (The Hobbit: An Unexpected Journey, 2012) disse não haver problemas de ritmo. É justo dizer que isso se mantém na segunda parte da trilogia. Ainda assim, é um filme muito longo. Jackson – que continuo tendo fé – ainda se apresenta como um megalomaníaco que não quer que nada saia na sala de edição. Superando ligeiramente o primeiro filme, a produção se sustenta no carisma dos personagens, em ser baseado num maravilhoso trabalho de Tolkien e na ação que dessa vez não demora a acontecer, por mais que poderiam ser cortados pelo menos vinte minutos de projeção em favor do dinamismo.

Leia mais

O Hobbit – Um Programa Inesperado | TigreCast #21 | Podcast

Podcast sobre a volta de Peter Jackson a Terra Média em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada. Ouve aí!

tigrecast021

Bem-vindos à  edição 21 do TigreCast. Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, pode conferir aqui.

Hoje o convidado é Tullio Dias, redator Cinema em Cena e crítico e editor do Cinema de Buteco. Hoje falamos do Hobbit pós-hype. Ouça a gente admitindo que gosta apesar dos vários defeitos, descubra por quê a Laracna é parente dos 48fps e uma ouça uma curiosidade futebolista do convidado mineiro.

Dê o play aqui embaixo>

Ou clique AQUI com o botão direito e escolha “Salvar o destino como…”

Comentado no programa
Minha crítica de “O Hobbit – Uma Aventura Inesperada”;
Crítica do Tullio do filme;
Ian McKellen e sua raiva com a tela verde;

Estreias de 18 de janeiro de 2013
Amor (Amour)
Django Livre (Django Unchained) | Crítica
O homem mais procurado do mundo (Codename: Geronimo)
O Último Desafio (The Last Stand) | Crítica
Sammy: A grande fuga (Sammy 2: The Great Escape)

[Feed e iTunes]
Clique aqui para assinar o Feed!

[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• fan page facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/umtigrenocinema/
• Google Plus: https://www.google.com/+Umtigrenocinemacom
• Instagram: http://instagram/umtigrenocinema

http://www.patreon.com/tigrenocinema

OU

Agora, você não precisa mais de cartão internacional!

 

Volte para a HOME

 

Reproduzir

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada | Crítica | The Hobbit: An Unexpected Journey, 2012, EUA

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada tem erros – sendo o principal sabermos que teremos outras duas partes – mas é um filme equilibrado que vai agradar os sedentos por aventuras.

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Com Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Andy Serkis, Hugo Weaving, Christopher Lee, Elijah Wood, Ian Holm e Cate Blanchett. Roteirizado por  Peter Jackson, Fran Walsh, Philippa Boyens, e Guillermo del Toro, baseado na obra de JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"“O Hobbit ” foi uma produção cercada de alguns questionamentos, sendo um deles a tecnologia de 48 quadros por segundo e a decisão do diretor de dividir um livro de pouco mais de 300 páginas em três filmes. Não posso opinar ainda sobre a tecnologia nova, mas o que vi na tela me agradou muito. A primeira parte da nova trilogia, “Uma Jornada Inesperada” nos leva de novo à Terra Média num passeio que não dá espaço para receios e medos. Existem alguns erros que levam o filme à ficar longe da nota máxima, mas os acertos são suficientes para dizermos mais uma vez que “in Jackson we trust”.

Leia mais

Para cima