Postagens Etiquetadas ‘Helena Bonham Carter’

Alice Através do Espelho | Crítica | Alice Through the Looking Glass (2016) EUA

Alice Através do Espelho (2016)

Com Johnny Depp, Anne Hathaway, Mia Wasikowska, Rhys Ifans, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen, Alan Rickman, Stephen Fry, Michael Sheen e Timothy Spall. Roteirizado por Linda Woolverton, baseado nos personagens de Lewis Carroll. Dirigido por James Bobin (Muppets 2: Procurados e Amados)

Sem graça e sem alma, Alice Através do Espelho é o pior da indústria cinematográfica: um entretenimento belo e vazio.

3/10 - "tem um Tigre no cinema"Se a primeira adaptação do universo de Lewis Caroll nas mãos de Tim Burton era uma aventura passageira, a continuação é menos que um reflexo do primeiro. Alice Através do Espelho peca por se concentrar demais no vislumbre visual que é – tanto que a sinopse dada no canal oficial do Youtube da Disney destaca mais as partes técnicas – sem ter o cuidado de criar uma história no mínimo cativante. Pelo contrário, é uma narrativa óbvia demais, que mal serve para divertir o espectador ou até mesmo crianças. É o retrato extremo dos blockbusters, feito na esperança de arrancar algum dinheiro da plateia incauta.

Leia mais

Cinderela | Crítica | Cinderella, 2015, Reino Unido-EUA

Crítica de Cinderela (2015), que revisita o clássico de mesmo nome, é um filme visualmente belíssimo, mas que pouco traz de novo para o espectador.

Cinderella, 2015

Com Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Stellan Skarsgård, Holliday Grainger, Derek Jacobi, Ben Chaplin, Sophie McShera, Hayley Atwell e Helena Bonham Carter. Roteirizado por Chris Weitz, baseado na obra de Charles Perrault e dos Irmãos Grimm. Dirigido por Kenneth Branagh (Operação Sombra: Jack Ryan).

5/10 - "tem um Tigre no cinema"Você sairá vislumbrando da sessão de Cinderela. Além disso, é um filme sincero, correto e extremamente bem feito, desde o figurino, passando pela fotografia e efeitos especiais e práticos. Mas não vai muito além disso. A inspiração do clássico desenho de 1950 está em vários elementos do filme, não sendo propriamente um remake, e vai à contramão de dar um ar sombrio, como algumas produções tem feito. É a mesma história, têm os mesmo conflitos, o mesmo tudo, com apenas uma ligeira diferença no trato da protagonista e o príncipe. Por isso, será lembrado mais pelo design de produção do que pela história em si.

Sinopse oficial

“Um filme live-action inspirado no clássico conto de fadas, Cinderela dá vida às eternas imagens da obra de arte de animação de 1950 da Disney com seus personagens reais em um espetáculo deslumbrante para uma geração inteiramente nova.”

Leia mais

Cinderela | Versão live action ganha primeiro trailer #NEWS

Cinderela | Veja o trailer

Hoje a Walt Disney Brasil liberou o primeiro trailer da versão live action de Cinderela, dirigido por Kenneth Branagh (de Operação Sombra – Jack Ryan). Dê o play aqui embaixo para ver a nova versão do conto de fadas.

O Cavaleiro Solitário | Crítica | The Lone Ranger, 2013, EUA

O Cavaleiro Solitário realmente tem problemas na sua obviedade e desenvolvimento, mas consegue ser divertido e sombrio quando preciso.

O Cavaleiro Solitário
Com, Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson, William Fichtner, Barry Pepper, James Badge Dale, Ruth Wilson e Helena Bonham Carter. Argumento e roteiro de Ted Elliott, Terry Rossio e Justin Haythe. Dirigido por Gore Verbinski (Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem dois grandes problemas com “O Cavaleiro Solitário”. O primeiro é que ele é muito óbvio, porque não se toma mais do que dois minutos para descobrir quem é o verdadeiro vilão da história, o que se releva por se tratar de um filme da Disney. O segundo é por ter sido concebido como blockbuster. Ou seja, tem a necessidade de retorno financeiro por causa do dinheiro envolvido entre marketing e escalação de atores, além falta de liberdade criativa para adequar à censura 12 anos – ou PG-13 nos EUA. Deixando isso de lado, é um filme com bons momentos de diversão, e até mais sombrios, o que é uma ousadia, se levarmos em conta que é a produtora é dona do Mickey Mouse. Apesar de longo, e seria bem mais dinâmico e agradável se tivesse vinte minutos a menos, é interessante ver um ícone da TV com uma roupagem nova, mesmo que um tanto megalomaníaca, nas mãos de tão versátil diretor.

Leia mais

Os Miseráveis | Crítica | Les Misérables, 2012, Reino Unido

Os Miseráveis é uma boa produção, apesar do diretor.

"Lés Miserables", 2012

Com  Hugh Jackman, Russell Crowe, Anne Hathaway, Amanda Seyfried, Eddie Redmayne, Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen. Roteirizado por  William Nicholson, Alain Boublil, Claude-Michel Schönberg e Herbert Kretzmer, baseados na montagem da Broadway e no romance de Victor Hugo. Dirigido por Tom Hooper (O Discurso do Rei).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"O que acontece ao vermos injustiças costuma ser asco, se você não é nenhum sociopata. E a belíssima história escrita por Victor Hugo em 1862 mostra o estado de pessoas miseráveis e destroçadas, tanto em espírito quanto na sua pobreza financeira. Mas com grande esperança, o autor também compreendia que o espírito humano é capaz de enormes feitos. E o diretor Tom Hooper consegue passar essa emoção durante vários momentos de “Os Miseráveis”. Mesmo transportando a versão musical da Broadway para o cinema, o que pode afastar um público que não é apreciador de um gênero que vai ser cantado do início ao fim, é impossível não se apaixonar e se emocionar com os temas entoados. A história universal de dor, esperança e redenção foram muito bem construídos na nova versão para os cinemas da história e que, apesar de alguns pouco erros, deve emocionar quem assiste.

Leia mais

“Os Miseráveis” – Veja o cartaz nacional do filme [#News 28]

A Universal Pictures Brasil divulgou hoje o cartaz brasileiro do filme “Os Miseráveis” (Les Miserables), filme que tem no elenco Hugh Jackman (Jean Valjean), Russell Crowe (Inspetor Javert), Anne Hathaway (Fantine), Amanda Seyfried (Cosette), Sacha Baron Cohen (Thénardier) e Helena Bonham Carter (Madame Thénardier). O roteiro é assinado por William Nicholson (de Gladiador) e dirigido por Tom Hooper (O Discurso do Rei). O filme estreia nos Estados Unidos em 25 de dezembro, mas aqui só em 1º de fevereiro de 2013.

"Os Miseráveis" - Poster brasileiro

Sombras da Noite | Crítica | Dark Shadows, 2012, EUA

Sombras da Noite traz os elementos que já conhecemos de Tim Burton, mas com personagens e situações bem menos interessantes.

Sombras da Noite

Com Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Helena Bonham Carter, Eva Green, Jonny Lee Miller,Chloe Grace Moretz e Cristopher Lee. Roteiro de Seth Grahame-Smith e John August. Dirigido por Tim Burton (A Noiva-Cadáver).

A oitava colaboração entre Johnny Depp e Tim Burton vem carregada daqueles elementos que conhecemos bem da filmografia do diretor: temas sobrenaturais, terror alternando com momentos engraçados, fotografia soturna e maquiagem pesada. Mais do mesmo. Até poderia ser mais um bom filme, mas o roteiro se perde em vários pontos, além de trazer personagens desinteressantes, com um reviravolta fora de lugar. “Sombras da Noite” se sustenta tão somente na atuação de Depp e nos pouquíssimos risos.

Leia mais

Para cima