Postagens Etiquetadas ‘Emily Blunt’

A Garota no Trem | Crítica | The Girl on the Train, 2016, EUA

A Garota no Trem é um thriller eficiente e que toca em assuntos necessários para a nossa sociedade.

A Garota no Trem (2016)

Elenco: Emily Blunt, Rebecca Ferguson, Haley Bennett, Justin Theroux, Luke Evans, Allison Janney, Édgar Ramírez, Lisa Kudrow | Roteiro: Erin Cressida Wilson (Homens, Mulheres e Filhos) | Baseado em: A Garota no Trem (Paula Hawkins) | Direção: Tate Taylor (Histórias Cruzadas)

8/10 - "tem um Tigre no cinema"Uma das grandes discussões em A Garota no Trem é até quando deveríamos nos prender, seja numa ideia ou numa pessoa. Pautado por diferentes pontos de vistas diferentes, mas todos femininos – com a acertada decisão de ter uma roteirista adaptando o trabalho da autora – o filme lida com solidão, tristeza, rebeldia e principalmente contra poderes pré-estabelecidos por uma sociedade machista. Assim como a protagonista, temos apenas pedaços de informação, o que nos transporta para os pés dela, vivendo, respirando e até seus apagões. O mistério apresentado por Taylor nos envolve e brinca com a dubiedade, o que faz que nos questionemos em quase todos os momentos.

Leia mais

O Caçador e a Rainha do Gelo | Crítica | The Huntsman: Winter’s War (2016) EUA

O Caçador e a Rainha do Gelo (2016)

Com Chris Hemsworth, Charlize Theron, Emily Blunt, Nick Frost, Sam Claflin, Rob Brydon e Jessica Chastain. Roteirizado por Evan Spiliotopoulos e Craig Mazin. Dirigido por Cedric Nicolas-Troyan.

Não contando nem mesmo com esforço de seus protagonistas, O Caçador e a Rainha de Gelo não tem personalidade nenhuma, sendo apenas colagens de outras histórias.

2/10 - "tem um Tigre no cinema"Seria bem fácil rotular O Caçador e a Rainha do Gelo principalmente porque esse é um filme que não tem nenhum tipo de ambição – além de fazer dinheiro. O diretor não apenas repete os erros do filme anterior como os extrapola. As motivações da personagem título são fracas, todos os elementos costurados de outras histórias de fantasia fazem uma colcha de retalhos preguiçosa, sem nenhum destaque. A atuação de todos é automática, não nota-se nenhum tipo de esforço em transmitir emoções. O elenco principal parece um bando de iniciantes, fazendo um serviço apenas por obrigação. Do começo ao fim, o filme é uma enganação.

Leia mais

O Caçador e a Rainha do Gelo | Teaser e Cartazes | #NEWS

O Caçador e a Rainha do Gelo | Teaser e cartazes

Hoje a Universal Pictures Brasil liberou dois cartazes de O Caçador e a Rainha do Gelo, continuação de Branca de Neve e o Caçador, filme de 2012.

Leia mais

Sicario: Terra de Ninguém | Crítica | Sicario, 2015, EUA

Sicario: Terra de Ninguém é um filme tenso e pesado que fará você questionar seus próprios princípios.

Sicario, 2015

Com Emily Blunt, Josh Brolin, Benicio Del Toro e Jon Bernthal. Roteirizado por Taylor Sheridan. Dirigido por Denis Villeneuve (Os Suspeitos).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Seria um exercício interessante assistir o último filme de Spielberg e logo depois a nova produção de Denis Villeneuve, puramente pela proximidade das estreias. Enquanto um se mostra um fã da humanidade o que temos em Sicario: Terra de Ninguém é o oposto. Um filme tenso do começo ao fim, sem espaço para descanso e que mostra o pior lado do ser humano e como ser pego no fogo cruzado pode nos afetar. Discussões entre moralidade, leis e o que é certo e errado serão seus companheiros nessa desventura. Enquanto acompanhamos personagens detestáveis que dobram a lei como bem querem a reflexão que fica é o que faríamos no lugar deles.

Leia mais

No Limite do Amanhã | Crítica | Edge of Tomorrow, 2014, EUA

No Limite do Amanhã é como um grande video game, onde os personagem principal tem vários continues.

Edge of Tomorrow, 2014

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Com Tom Cruise, Emily Blunt, Bill Paxton e Brendan Gleeson. Roteirizado por Christopher McQuarrie, Jez Butterworth e John-Henry Butterworth. Baseado no original de Hiroshi Sakurazaka. Dirigido por Doug Liman (Swingers).

Os gamers se identificarão com a trama de No Limite do Amanhã como diz a chamada: viva, morra, repita. É precisamente isso que eles fazem. A aprendizagem do protagonista é a mesma que temos com os jogos. Decoramos, treinamos até chegar ao chefe final. É um filme de ficção científica com bons momentos, mas essa proximidade com o videogame incomoda, pois Doug Liman não se desapega da mídia, e compromete a produção ao esquecer da narrativa e do cinema em si.

Leia mais

Looper – Assassinos do Futuro | Crítica | Looper, 2012, EUA

Looper – Assassinos do Futuro é um filme que aborda a viagem no tempo de maneira criativa, misturando ação, humor e alguns momentos e hard science.

Looper - Assassinos do Futuro

Com Joseph Gordon-Levitt, Bruce Willis, Emily Blunt, Paul Dano, Noah Segan, Piper Perabo, Jeff Daniels, Pierce Gagnon, Tracie Thoms, Frank Brennan, Garret Dillahunt, Nick Gomez e Marcus Hester. Roteirizado e dirigido por Rian Johnson.

Não é fácil trabalhar com histórias que envolvam viagem no tempo. Os mais exigentes podem questionar fatores como os desdobramentos e realidades paralelas. Quem não está muito interessado pode se perder a história. Rian Johnson (que vem de uma carreira curta) nos apresenta um filme muito envolvente, fluido e coeso. Apesar de em dois momentos o diretor criar uma explicação, o que ao meu ver não seria necessário, Looper é um filme quase completo: dramático, com ação, redenção e ainda acha espaço para pequenos momentos de humor e outros mais doces. O que o faz ser um dos melhores filmes de ficção científica dos últimos anos, e um dos mais interessantes de 2012.

Leia mais

Os Agentes do Destino | Crítica | The Adjustment Bureau, 2011, EUA

Os Agentes do Destino mistura ficção científica e romance, o que pode agradar apreciadores de ambos os gêneros.

Os Agentes do Destino

Com Matt Damon, Emily Blunt, Terence Stamp e Anthony Mackie. Escrito por George Nolfi (O Ultimato Bourne), baseado num conto de Philip K Dick. Dirigido por George Nolfi.

“Agentes do Destino” é um filme que vai agradar casais e apreciadores de ficção científica, pois é um filme que terá o romance com o pano de fundo do quase impossível da ficção científica. É agradável, bem feito, bem dirigido e te faz gostar tanto de David (Damon) e de Elise (Emily) que não há possibilidade de torcermos contra a felicidade dos dois.

Leia mais

Para cima