Postagens Etiquetadas ‘zumbis’

Invasão Zumbi | Crítica | Busanhaeng, 2016, Coreia do Sul

Invasão Zumbi (2016)

Elenco: Gong Yoo, Ma Dong-seok, Jung Yu-mi, Kim Su-an, Kim Eui-sung, Choi Woo-shik, Ahn So-hee | Roteiro e direção: Yeon Sang-ho

Invasão Zumbi é um bom filme de horror que mistura tensão e crítica social, mesmo que não acrescente nada de novo ao gênero.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"O que faz cada história ser original dentro de um universo que já contou todas as histórias? É preciso mesclar e adaptar elementos, de maneira que cause alguma surpresa ao espectador. Ou simplesmente contar uma boa história que traga reflexão. Invasão Zumbi é o segundo caso. Os elementos, tanto de terror como de ficção científica, já foram abordadas em outras situações e até de maneiras parecidas. O que Sang-ho Yeon faz, no papel de diretor e roteirista, é confinar os protagonistas junto da a plateia durante duas horas numa tensão que prende a atenção pelos movimentos de câmera e a sensação de claustrofobia. O resultado é um eficiente horror que reflete aquele que parece inerente ao ser humano.

Leia mais

Lena Headey e Lily James estampam trailer de ORGULHO E PRECONCEITO E ZUMBIS

Lena Headey, Lily James e zumbos estampam o trailer de ORGULHO E PRECONCEITO E ZUMBIS

Orgulho e Preconceito e Zumbis é uma comédia de terror baseada na paródia de mesmo nome escrita em 2009 em cima do clássico de Jane Austen Orgulho e Preconceito. O filme é dirigido por Burr Steers (17 Outra Vez) e produzido por muita gente, incluindo na lista Natalie Portman (Cisne Negro).

Leia mais

Como Sobreviver a um Ataque Zumbi | Crítica | Scouts Guide to the Zombie Apocalypse (2015) EUA

Scouts Guide to the Zombie Apocalypse, 2015

Com Tye Sheridan, Logan Miller, Joey Morgan, Sarah Dumont, David Koechner, Halston Sage, Cloris Leachman. Argumento de Carrie Evans, Emi Mochizuki e Lona Williams. Roteirizado por Carrie Evans, Emi Mochizuki, Christopher Landon. Dirigido por Christopher Landon.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Eles se recusam a ficar mortos, mas seria bom dar um descanso ao gênero dos mortos-vivos. Como Sobreviver a um Ataque Zumbi faz comédia com o tema numa mistura de piadas sujas e pesadas, típicas de um amor escatológico bem comum ao gosto de quem cresceu assistindo pérolas como South Park. É um filme com ações e situações improváveis e cenas que fazem força para ser pior que a anterior – quando você assiste uma e pensa que nada pode ser pior que aquilo, acredite, eles conseguem. O roteiro escrito e reescrito por seis pessoas diferentes é confuso e lotado de inacreditáveis conveniências para dar algum tipo de sentido àquela bagunça generalizada, representando muito do que há de errado no sistema americano de fazer cinema.

Leia mais

A Noite dos Mortos Vivos | TigreCast #111 | Podcast

A Noite dos Mortos Vivos | TigreCast #111

They know we’re in here now” – Ben

Continuando nosso especial de Halloween. Voltamos ao ano de 1968 para conversar sobre um clássico e um filme que criou um gênero: A Noite dos Mortos Vivos (Night of the Living Dead) do diretor George Romero.

Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli), Matheus Des (@matheusdes) e a convidada Feline (Medo B | @FelineSade) falam das produções no cinema em 1968, discutem o ponto de virada dos zumbis nas mãos de Romero e como ele influenciou muitas gerações enquanto discutimos o filme em si.

E, como sempre, SPOILERS liberados!

Leia mais

Reproduzir

Guerra Mundial Z (World War Z, 2013, EUA) [Crítica]

"World War Z", 2013

Com Brad Pitt, Mireille Enos, Fana Mokoena, Daniella Kertesz, David Morse, Matthew Fox, Abigail Hargrove e Sterling Jerins. Argumento de Matthew Michael Carnahan e J Michael Straczynski. Roteirizado por Matthew Michael Carnahan, Drew Goddard e Damon Lindelof, baseado no romance de Max Brooks. Dirigido por Marc Foster (007 Quantum of Solace).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Justiça seja feita. “Guerra Mundial Z” tem tudo que se espera de um blockbuster. Boas sequencias de ação, um ator com força e carisma, produtores poderosos, e a aval de um grande estúdio. Tudo parecia ir bem até as notícias do dinheiro que foi gasto com refilmagens e a pressa em trazer gente para rever partes da história, o que resultou em três roteiristas escrevendo e reescrevendo tanto o argumento quanto o roteiro. O caos da produção se refletiu na tela e, apesar de ter várias qualidades, o resultado é apenas um filme bom, mas com a impressão que poderia ter sido muito melhor.

Leia mais

[TigreCast #16] O Terror no Cinema (2) | Podcast

Bem-vindos à 16ª edição do TigreCast. Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, pode conferir aqui.

Nesta edição, ouça a segunda parte da conversa sobre filmes de terror clássicos do cinema Leandro Vallina, diretor do site Filmes e Games!

Leia mais

Reproduzir
Para cima