Postagens Etiquetadas ‘Willem Dafoe’

A Grande Muralha | Crítica | 長城, 2017, China-EUA

A Grande Muralha é uma aventura visualmente deslumbrante, mas genérica e sem a típica discussão filosófica de Yimou Zhang.

A Grande Muralha (The Great Wall, 2017)

Elenco: Matt Damon, Jing Tian, Pedro Pascal, Willem Dafoe, Andy Lau | Argumento: Max Brooks, Edward Zwick, Marshall Herskovitz | Roteiro: Carlo Bernard, Doug Miro, Tony Gilroy | Direção: Zhang Yimou (A Maldição da Flor Dourada) | Duração: 104 minutos | 3D: Irrelevante

Há motivos para gostar de A Grande Muralha. É uma superprodução cinematográfica, tem efeitos especiais fantásticos e uma direção de arte digna do diretor. Mas também é uma diversão rasa e bem passageira. Apesar da massiva presença chinesa, de ser filmado totalmente na China e ter um consagrado diretor de lá, o filme é bem comum no desenvolvimento da narrativa e do protagonista branco, um herói quase infalível que é aplaudido por feitos medianos. É uma produção para quem procura um entretenimento rápido com alguma dose de diversão; mas é assustador para quem esperava algo parecido com os trabalhos anteriores de Yimou Zhang.

Leia mais

Anticristo | TigreCast #114 | Podcast

Anticristo (Antichrist) é um dos filmes mais perturbadores de Lars von Trier e tema do nosso podcast. ouve aí!

Anticristo | TigreCast 114 | Podcast

Now I could hear what I couldn’t hear before. The cry of all the things that are to die.” – Ela

Estamos comemorando 4 anos de site, e por isso vamos revisitar um pouco da nossa história.

Poucos diretores mexem conosco de um jeito que pode ser considerado bom ao mesmo tempo ruim. Assim é Lars von Trier que trouxe em 2009 um dos seus filmes mais perturbadores: Anticristo (Antichrist) com Charlotte Gainsbourg e Willem Dafoe.

Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Des (@matheusdes) tentam entender o título, os símbolos e signos enquanto fazem uma jornada pela mente de von Trier passando por depressão, possíveis misoginias, psiquiatria e a perturbadora beleza do filme.

E, como sempre, SPOILERS liberados!

Leia mais

Reproduzir

Psicopata Americano | TigreCast #109 | Podcast

Podcast sobre o engraçado e perverso Psicopata Americano (2000) com Christian Bale, Willem Dafoe, Jared Leto, Reese Witherspoon e dirigido por Mary Harron.

Psicopata Americano | TigreCast 109

É bom lembrar de filmes que nos fazem pular da cadeira, seja lá qual for o motivo. É caso do engraçado e perverso Psicopata Americano (American Psycho, 2000), dirigido e roteirizado por Mary Harron, baseado no livro de Bret Easton Ellis e que tem no elenco Christian Bale, Willem Dafoe, Jared Leto e Reese Witherspoon.

Nesse podcast Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Cliff e Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) falam sobre as produções boas e ruins do ano 2000, da carreira da diretora, dos atores e a piada pronta do personagem do Christian Bale na sua melhor atuação (?). Também discutimos as metáforas, detalhes do design de som o contraste da música com o que vemos na tela e a questão do filme ir muito além de contar a vida de um assassino serial.

Leia mais

Reproduzir

O Grande Hotel Budapeste | Crítica | The Grand Budapest Hotel, 2014, Alemanha-Reino Unido

O Grande Hotel Budapeste é cheio de detalhes, reúne um elenco espetacular e que desponta como o melhor da filmografia do diretor.

TO Grande Hotel Budapeste, 2014

Com Ralph Fiennes, F Murray Abraham, Edward Norton, Mathieu Amalric, Saoirse Ronan, Adrien Brody, Willem Dafoe, Léa Seydoux, Jeff Goldblum, Jason Schwartzman, Jude Law, Tilda Swinton, Harvey Keitel, Tom Wilkinson, Bill Murray, Owen Wilson e Tony Revolori. Argumento de Wes Anderson e Hugo Guinnes. Roteirizado por Wes Anderson, baseado nas obras de Stefan Zweig. Dirigido por Wes Anderson (Moonrise Kingdom).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Uma das maravilhas do cinema é que não existe a oportunidade única. Wes Anderson em O Grande Hotel Budapeste conseguiu extrair o máximo de seus atores, fotógrafos, montadores, maquiadores, e tantos outros profissionais para nos brindar com uma obra engraçada, linda e tocante. E graças à magia da mídia, não é uma experiência que perdemos por não estarmos presentes em determinado momento. Portanto, se delicie mais de uma vez com essa história tão cheia de detalhes, que reúne um elenco espetacular e que desponta como o melhor da filmografia do diretor.

Leia mais

A Culpa é das Estrelas | Crítica | The Fault in Our Stars, 2014, EUA

Surpreendentemente emocionante, A Culpa é das Estrelas é um filme para casais sim, mas com uma carga emocional que fará muita gente chorar.

Culpa_das_Estrelas-post

Com Shailene Woodley, Ansel Elgort, Nat Wolff, Laura Dern, Sam Trammell e Willem Dafoe. Roteirizado por Scott Neustadter e Michael H. Weber. Baseado no romance de John Green. Dirigido por Josh Boone.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"Provavelmente você já viu uma centena de filmes românticos, um mais água que açúcar que o outro. E se você for homem, é mais provável ainda que o esquema “garoto conhece garota/garoto perde garota/garoto reconquista garota” não seja o seu estilo. Mas eis que A Culpa é das Estrelas vem para jogar para cima, pelo menos ligeiramente, esses conceitos. A história doce, romântica e triste é um paralelo da a vida em si. Como diz a protagonista, existe um pequeno infinito entre dias, mesmo que esses sejam contados. Surpreendentemente emocionante, é um filme para casais sim, mas com uma carga emocional que fará muita gente grande – inclusive homens – chorar.

Leia mais

Ninfomaníaca – Volume 2 | Crítica | Nymphomaniac – Volume 2, 2014, Dinamarca-Alemanha-França-Bélgica

Em Ninfomaníaca – Volume 2, ao trazer uma mulher como protagonista,  Lars von Trier dá uma tapa na cara de muita gente.

Nymphomaniac - Volume 2

Com Charlotte Gainsbourg, Stellan Skarsgård, Stacy Martin, Shia LaBeouf, Christian Slater, Jamie Bell, Willem Dafoe e Mia Goth. Roteirizado e dirigido por Lars von Trier (Ninfomaníaca – Volume 1).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Ao fim da sessão de Ninfomaníaca – Volume 2, é notório que seria melhor assistir as duas partes do novo filme de Lars von Trier juntas. No máximo, com um intervalo de quinze minutos entre uma e outra, pois fica claro que a história não foi pensada para ser dividida. Apesar disso, a segunda parte – ou melhor, o terceiro ato – tem um ritmo melhor e mais interessante. Essa indesejada quebra deve servir de incentivo para assistir o filme completo e sem cortes, como era a ideia do diretor.

Leia mais

John Carter – Entre Dois Mundos (John Carter, 2012, EUA) [Crítica]

John Carter – Entre Dois Mundos é um filme que mantém o espírito aventureiro e até simples do original de Edgar Rice Burroughs. Leia a crítica!

John Carter - Entre Dois Mundos

Com Taylor Kitsch, Lynn Collins, Samantha Morton, Mark Strong, Ciarán Hinds, Dominic West, James Purefoy, Bryan Cranston, Daryl Sabara e Willem Dafoe. Roteiro de Andrew Stanton, Mark Andrews e Michael Chabon, baseado no livro de Edgar Rice Burroughs. Dirigido por Andrew Stanton (Wall-E).

“John Carter – Entre Dois Mundos” é um filme de fantasia pura, mantendo os aspectos da época em que foi escrito. O planeta vermelho tem atmosfera e mantém uma temperatura agradável, tão diferente da nossa “chata” realidade. Esse mundo é povoado por dois clãs humanos e por criaturas de quatro braços que estão em guerra entre si. John (Kitsch) é levado para esse mundo por acidente, luta por necessidade, mas não quer escolher lados na batalha. Trazendo ótimos efeitos especiais (ao ponto de você acreditar nas figuras de quatro braços medindo 3,5m), e a música de Michael Giacchino (não inspirado como em “Up – Altas Aventuras”, mas marcante), o filme dura quase 2h20min nos divertindo e não cansando. Existem alguns pontos que rebaixam a produção, principalmente no tocante à tecnologia usada pelos dois povos humanos. No entanto, “John Carter” se sai muito bem dentro da própria proposta, e não merecia o fracasso retumbante que teve nos cinemas dos EUA.

Leia mais

Para cima