Boneco de Neve é um exemplo menor do gênero, além de ser apressado no seu desenvolvimento.

Boneco de Neve | Crítica

Elenco: Michael Fassbender, Rebecca Ferguson, Charlotte Gainsbourg, Val Kilmer, J. K. Simmons, Toby Jones, David Dencik | Roteiro: Hossein Amini, Peter Straughan, Søren Sveistrup | Baseado em: Boneco de Neve (Jo Nesbø) | Direção: Tomas Alfredson (Deixa Ela Entrar) | Duração: 119 minutos

Para quem está acostumado com filmes de suspense e mistério, Boneco de Neve aparece como um exemplo tolo. Para aqueles não tão iniciados no gênero, a confusão fica mais pelo modo que o diretor Tomas Alfredson monta o tabuleiro do que pelo mistério em si. Apesar de introduzir bem as motivações do assassino no começo da trama, todo o resto apressa-se em resolver a trama com grandes conveniências e personagens esquecidos e com situações que não fazem o menor sentido numa produção que confunde o confundir com a desonestidade para o espectador que parece ser jogado numa nevasca sem nenhum ponto de apoio.

Leia mais