Postagens Etiquetadas ‘Peter Sarsgaard’

Jackie | Crítica | Jackie, 2016, EUA

Jackie é uma viagem nostálgica a um tempo onde as coisas pareciam mais simples, algo quebrado pela dura realidade.

Jackie (2016)

Elenco: Natalie Portman, Peter Sarsgaard, Greta Gerwig, Billy Crudup, John Hurt | Roteiro: Noah Oppenheim | Direção: Pablo Larraín (Neruda) | Duração: 99 minutos

O cinema tem uma função interessante ao marcar o que se passa na sociedade de maneira mais abrangente que outras artes. E se estamos numa era nostálgica é normal buscarmos exemplos de uma época melhor – mesmo que isso seja um ponto de vista. A relevância de falar de Jackie hoje é esse olhar para trás, algo quase mítico sobre alguém que por algum tempo viveu um conto de fadas. Considerando a visão polarizada presente não só nos EUA, revisitar alguém que parecia unanimidade, apesar de seus defeitos, pode ser reconfortante. E ao escolher o ponto de vista da esposa daquele que um dia foi o homem mais poderoso do planeta, Larraín narra a história de um ponto de vista mais humano.

Leia mais

Aliança do Crime | Crítica | Black Mass (2015) EUA

Black Mass, 2015

Com Johnny Depp, Joel Edgerton, Benedict Cumberbatch, Dakota Johnson, Kevin Bacon, Peter Sarsgaard e Jesse Plemons. Roteirizado por Mark Mallouk e Jez Butterworth, baseado no livro de Dick Lehr e Gerard O’Neill. Dirigido por Scott Cooper (Coração Louco).

8/10 - "tem um Tigre no cinema"O clima de Aliança do Crime já foi visitado antes. Você perceberá em alguns momentos inspirações – até mesmo homenagens – de filmes de gangster da década retrasada e além. Isso não quer dizer, porém, que o filme não tenha seu próprio brilho. A biografia de um personagem inteligente e desconhecido pelo público brasileiro tem um Johnny Depp fugindo daqueles personagens extremamente caricatos, uma persona raramente encarnada por ele recentemente. O ator ainda trabalha por baixo de muita maquiagem, é verdade, mas está longe de ser limitado por ela. Scoot Cooper mostra o lado sujo e a podridão dos poderes estabelecidos numa narrativa muitas vezes tensa e ameaçadora, onde não sabemos de onde vem o tiro.

Leia mais

Para cima