Postagens Etiquetadas ‘Patrick Stewart’

Emoji: O Filme | Crítica | The Emoji Movie, 2017, EUA

Apesar de ser visualmente cativante, Emoji: O Filme erra no público-alvo e por ser uma grande propaganda disfarçada de filme.

Emoji: O Filme (The Emoji Movie) | Crítica

Elenco: T.J. Miller, James Corden, Anna Faris, Maya Rudolph, Steven Wright, Jennifer Coolidge, Patrick Stewart, Christina Aguilera, Sofía Vergara | Roteiro: Tony Leondis, Eric Siegel, Mike White | Direção: Tony Leondis | Duração: 86 minutos | Cena Extra

Emoji: O Filme não é apenas uma ideia tola de ser executada; também há dois outros grandes problemas. O primeiro é errar o foco, pois o diretor mira nos adolescentes e pelas mudanças e adaptações que devem fazer para serem aceitos numa sociedade, mas é um roteiro tão infantil que dificilmente agradará os mais velhos – e, consequentemente, não se torna interessante para as crianças mais novas. Em segundo é por ser uma grande, enorme e massiva propaganda. Assim como já fizeram Google e Facebook anteriormente, as empresas de tecnologia dos aplicativos mais famosos resolveram investir na tela que ainda não tinham penetração: a do cinema.

Leia mais

Logan | Crítica | Logan, 2017, EUA

Mais que um filme de ação, Logan é o fruto do amadurecimento do gênero de super-heróis dos quadrinhos.

Logan (2017)

Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Richard E. Grant, Boyd Holbrook, Stephen Merchant, Dafne Keen | Argumento: James Mangold | Roteiro: Scott Frank, James Mangold, Michael Green | Basedo em: Wolverine (Roy Thomas, Len Wein, John Romita, Sr.) | Direção: James Mangold (Wolverine: Imortal) | Duração: 135 minutos

Nota 10 - um Tigre no cinemaLogan não é como sua fonte original, Velho Logan (Old Man Logan): é uma construção de um personagem que cresceu e amadureceu ao longo de dezessete anos. É um filme cheio de ação, dor e tristeza, mas também com uma sensação de satisfação, algo que está no cerne de um ator cuja história se mescla com o personagem. Se por um lado existem obras inspiradas em quadrinhos que vivem pela diversão – o que não é certo ou errado – a última aparição de Wolverine com essa cara que estamos acostumados é a chegada à vida adulta do gênero que o próprio protagonista ajudou a revitalizar em 2000.

Leia mais

Ted 2 | Crítica | Ted 2, 2015, EUA

Ted 2, 2015

Com Mark Wahlberg, Seth MacFarlane, Amanda Seyfried, Giovanni Ribisi, John Slattery, Jessica Barth, Morgan Freeman, Patrick Stewart. Roteirizado por Seth MacFarlane, Alec Sulkin, Wellesley Wild. Dirigido por Seth MacFarlane (Ted).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Se eu fosse mais ligado à área da psicologia, com certeza interpretaria melhor os signos que Seth MacFarlane usou em Ted 2, e isso não é um elogio. Desde seu filme anterior, o diretor tem uma fixação muito estranha com fluidos corporais, evoluindo – não no bom sentido – aquelas piadas das comédias dos anos 1980. Diferente do ótimo filme original, aqui há exageros demais, piadas fracas, óbvias e sem timming. Há algumas exceções, como as participações especiais, e a brincadeira visual de dois personagens secundários. Perdido inclusive tecnicamente, é melhor McFarlane continuar nas piadas e gags de suas séries de TV, onde o formato aparentemente funciona melhor.

Leia mais

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido | Crítica | X-Men: Days of Future Past, 2014, EUA

X-Men: Days of Future Past, 2014

Com Hugh Jackman, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Halle Berry, Anna Paquin, Ellen Page, Nicholas Hoult, Peter Dinklage, Ian McKellen e Patrick Stewart. Argumento de Simon Kinberg, Matthew Vaughn e Jane Goldman. Roteirizado por Simon Kinberg, baseado na história de Chris Claremont e John Byrne. Dirigido por Bryan Singer (Jack – O Caçador de Gigantes).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"O maior problema de uma franquia – e principalmente uma da Marvel que tem tanta histórias pregressas e tantos fãs para agradar – é a repetição: temas, atores, protagonistas, antagonistas até mesmo vilões. Percebendo isso, Kinberg e um renovado Singer apresentam um filme de ação empolgante, misturando temas de ficção científica/viagem no tempo e abrem um leque de vastas possibilidades. X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é um filme para se ver mais de uma vez, e é a melhor adaptação do universo X nos cinemas. Leia mais

Para cima