Postagens Etiquetadas ‘Meg LeFauve’

O Bom Dinossauro | Crítica | The Good Dinosaur (2015) EUA

O Bom Dinossauro (2015)

Com Raymond Ochoa, Jack Bright, Sam Elliott, Anna Paquin, A. J. Buckley, Jeffrey Wright, Frances McDormand e Steve Zahn. Roteirizado por Peter Sohn, Erick Benson, Meg LeFauve, Kelsey Mann e Bob Peterson. Dirigido por Peter Sohn.

A nova produção da Pixar grita “mamãe, eu quero ser Rei Leão”!
3/10 - "tem um Tigre no cinema"A Pixar sempre foi sinônimo de qualidade pelo menos em geral (com uma derrapada ou outra com a duologia Carros). Com O Bom Dinossauro a qualidade continua apenas no quesito técnico, pois é uma história arrastada, clichê e nem para as crianças irá servir por ser extremamente depressiva – alguns menores saíram inconsoláveis da sessão que estava. Quando os créditos começam a aparecer, fica a impressão clara que o filme é um daqueles videos reel para mostrar a qualidade do animador. É a empresa mostrando o que podem fazer animações 3D incrivelmente bem produzidas. Mas nesse caso, um tanto vazia.

Leia mais

Divertida Mente | Crítica | Inside Out, 2015, EUA

Divertida Mente é divertido ao mesmo tempo em que é o filme mais crescido da Pixar. Leia a crítica!

Inside Out, 2015

Com Amy Poehler, Phyllis Smith, Bill Hader, Lewis Black, Mindy Kaling, Kaitlyn Dias, Diane Lane, Kyle MacLachlan, Richard Kind. Roteirizado por Pete Docter, Meg LeFauve e Josh Cooley. Argumento de Pete Docter e Ronnie del Carmen. Dirigido por Pete Docter.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Por trás do mundo multicolorido de Divertida Mente está uma evolução como nunca vista antes na Pixar. Outros filmes deles te alegraram, emocionaram e, com relativa facilidade, te fizeram chorar. Explorando o espectador dessa vez de maneira diferente, a animação é a coisa mais madura feita pelo estúdio. Com uma abordagem original, o conto sobre o sobre crescer e o amadurecer traz personagens cativantes, uma direção firme e um roteiro impecável do começo ao fim. Se em outros momentos a Pixar te comoveu pela nostalgia, aqui ela mostra que seus roteiristas entendem o ser humano, e como temos que passar por uma série de dificuldades, mostrando dificuldade que é amadurecer.

Sinopse oficial

Quando a família de Riley se muda para uma nova cidade assustadora, as Emoções entram em ação, ansiosas para ajudá-la na difícil transição. Mas quando a Alegria e Tristeza são levadas inadvertidamente para as profundezas da mente de Riley — levando com elas algumas de suas principais lembranças — Medo, Raiva e Nojinho assumem, relutantemente, o comando. Alegria e Tristeza precisam se aventurar em lugares desconhecidos — as Memórias de Longo Prazo, Terra da Imaginação, Pensamento Abstrato e Produções de Sonhos — em um esforço desesperado para retornar ao centro de controle, e a Riley.”

Leia mais

Para cima