Postagens Etiquetadas ‘Louis Leterrier’

O Incrível Hulk e Thor | TigreCast #172 | Podcast

Depois da estreia de Ragnarok, conversamos das primeiras aparições de Hulk e Thor no Universo Cinemático Marvel no podcast. Ouve aí!

O Incrível Hulk e Thor | TigreCast #172 | Podcast

Já faz algumas semanas que Thor: Ragnarok estreou, então vamos voltar um pouco no tempo para lembrar como esses titãs do Universo Cinemático Marvel começaram na tela grande com O Incrível Hulk (The Incredible Hulk, 2008, Louis Leterrier) e Thor (Thor, 2011, Kenneth Branagh).

Tiago Lira (@tiagoplira), Cliff (@caradosgibis) e Marcelo Paradella (@bolapucc) lembram o caminho que o gigante esmeralda levou para chegar nessa versão, porque ainda não tivemos outro filme solo dele, as grandiosas cenas de ação, as homenagens à série de TV com Bill Bixby e Lou Ferrigno, do intrometido Edward Norton e como ele perdeu o papel para Mark Ruffalo. Também voltamos para Asgard e lembrar do carnaval que era a morada dos deuses nórdicos onde temos ângulos holandeses, do carisma de Chris Hemsworth e Tom Hiddleston, da dedicação aos papeis de Anthony Hopkins e mais detalhes desses filmes que fazem parte de um começo entrelaçado do Marvel Studios.

Leia mais

Reproduzir

Truque de Mestre | Crítica | Now You See Me, 2013, EUA

Truque de Mestre traz personagens sem carisma e um final que tenta ser inesperado, mas é apenas forçado.

Truque de Mestre, 2013

Com Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Mélanie Laurent, Isla Fisher, Dave Franco, Michael Caine e Morgan Freeman. Argumento de Boaz Yakin e Edward Ricourt. Roterizado por Ed Solomon, Boaz Yakin e Edward Ricourt. Dirigido por Louis Leterrier (O Incrível Hulk).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Olhando de longe, “Truque de Mestre” engana. Esse parece ser o maior mérito da nova produção do diretor Louis Leterrier, ao tentar lubridiar o espectador com um roteiro que só funciona nem por suas inúmeras conveniências. A história falha também ao apresentar personagens sem carisma, e um final que tenta surpreender e ser inesperado, mas que é forçado demais, prejudicando resultado.

Leia mais

Para cima