Postagens Etiquetadas ‘Liam Neeson’

Silêncio | Crítica | Silence, 2016, EUA-Japão

Silêncio é uma reflexão da ligação do humano com o divino e um dos melhores filmes de Martin Scorsese.

Silêncio (Silence, 2016)

Elenco: Andrew Garfield, Adam Driver, Ciarán Hinds, Liam Neeson, Tadanobu Asano, Issey Ogata, Yōsuke Kubozuka | Roteiro: Jay Cocks, Martin Scorsese | Baseado em: Silêncio (Shūsaku Endō) | Direção: Martin Scorsese (Taxi Driver) | Duração: 161 minutos

A obsessão de Martin Scorsese com a religião não é novidade: desde a culpa católica até a sua versão do Cristo, considerada profana por muitos, e visitando até a figura do Dalai Lama. E em Silêncio o diretor faz uma reflexão do humano em relação com o divino, da dureza do Criador, cheia de caminhos tortuosos e dolorosos. A virtude dos personagens é testada longamente, refletindo a extensão pouco usual de um filme de padrões comerciais. E assim como os protagonistas, é no silêncio que devemos refletir se existe alguma resposta, uma experiência que funciona tanto para aqueles que acreditam em alguma força divina quantos os que não.

Leia mais

Sete Minutos Depois da Meia Noite | Crítica | A Monster Calls, 2016, Espanha-EUA-Reino Unido

Sete Minutos Depois da Meia Noite é uma experiência dura de ser encarada e exatamente por isso que é tão importante ser vivida.

Sete Minutos Depois da Meia Noite (2016)

Elenco: Sigourney Weaver, Felicity Jones, Toby Kebbell, Lewis MacDougall, Liam Neeson | Roteiro: Patrick Ness | Baseado em: A Monster Calls (Patrick Ness) | Direção: J. A. Bayona (O Impossível) | Duração: 108 minutos

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Como seres humanos, às vezes gostamos de pensar que somos de algum jeito especiais: o povo escolhido, a nação abençoada por Deus, os melhores do mundo. Essas são, no entanto, fugas da falibilidade da vida. Buscamos nos esconder em coisas como a arte de coisas que não há escapatória, até das mais naturais como a morte.  Sete Minutos Depois da Meia Noite coloca essa fuga em termos simbólicos, representado por um gigante que a passos largos se aproxima de você cada vez mais, algo tão grande que eventualmente não poderemos sequer desviar os olhos, numa trama profunda e melancólica que é tão forte quanto os braços do personagem que sai da terra para fazer que encaremos a nossa própria complexidade de frente.

Leia mais

Noite Sem Fim | Crítica | Run All Night, 2015, EUA

Noite Sem Fim é mais um na filmografia de ação que Liam Neeson incorporou ao longos dos anos, ainda que tenha momentos interessantes.

Run All Night, 2015

Com Liam Neeson, Joel Kinnaman, Ed Harris, Boyd Holbrook, Bruce McGill, Génesis Rodríguez, Vincent D’Onofrio, Common, Holt McCallany, Malcolm Goodwin, Nick Nolte. Roteirizado por Brad Ingelsby. Dirigido por Jaume Collet-Serra (Sem Escalas).

5/10 - "tem um Tigre no cinema"Se você está procurando mais um filme onde Liam Neeson encara os problemas à sua volta à base de tiros e socos enquanto protege os inocentes, achou. Noite Sem Fim é uma produção simples no conceito, que vale se você for realmente fissurado por essa persona que o ator irlandês incorporou desde os anos 2000. Bem produzido e fotografado, acompanha o nível que os filmes anteriores trouxeram. Poderia ser chamado facilmente de Busca Implacável 4 ou ainda Desconhecido Parte 2. Se isso e a grandes conveniências que a produção traz não te incomodarem, provavelmente é o seu tipo de filme.

Sinopse oficial

Amigo de longa data do chefão da máfia Shawn Maguire (Harris), Jimmy Conlon (Neeson), o mafioso do Brooklyn e matador profissional, já viveu dias melhores. Antes conhecido como o Coveiro, Conlon, agora aos 55 anos, é assombrado pelos pecados cometidos no passado. Além disso, é perseguido por um persistente detetive da polícia que há 30 anos está sempre a um passo atrás dele, em seu encalço. Ultimamente, parece que o seu único consolo está no fundo de um copo de uísque. Quando o seu filho distante, Mike (Kinnaman), torna-se um alvo, Conlon tem que optar entre a família do crime, que escolheu, e sua verdadeira família, que abandonou há muito tempo. Com seu filho em fuga, a única redenção para os erros que cometeu no passado é evitar que Mike tenha o mesmo destino que lhe aguarda… no lado errado de uma arma. Sem ter a quem recorrer, Conlon tem apenas uma noite para decidir exatamente a quem pertence sua lealdade e ver se finalmente fará a coisa certa.”

Leia mais

Liam Neeson é o cara! | TigreCast #55 | Podcast

&nbspLiam Nesson é o cara! Tigrecast 55

Liam Neeson é o cara. Isso é um fato e Tiago, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Deus (@matheusdes) discutem a filmografia de personagem de mestre e herói de ação que ator ganhou.

Atenção: Spoilers leves de todos os filmes comentados!

Leia mais

Reproduzir

Uma Aventura Lego | Crítica | The Lego Movie, 2014, EUA

Aventura_Lego-post

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Com Chris Pratt, Will Ferrell, Elizabeth Banks, Will Arnett, Charlie Day, Liam Neeson, Morgan Freeman, Channing Tatum, Jonah Hill, Cobie Smulders, Anthony Daniels, Keith Ferguson e Billy Dee Williams. Roteirizado por Phil Lord e Chris Miller. Argumento de Dan Hageman, Kevin Hageman, Phil Lord, Chris Miller. Dirigido por Phil Lord e Chris Miller (Tá Chovendo Hambúrguer).

Há duas qualidades em um filme infantil que o fazem marcante: não tratar as crianças como idiotas e não ser uma penúria para os pais assistirem. Assim é “Uma Aventura Lego”. Essa produção multicolorida traz elementos que fazem parte da imaginação da criança, e com seu roteiro leve, dinâmico e divertido, se torna uma atração digna de nota para qualquer idade. Apostando numa certa nonsense, o filme desafia a lógica adulta, mas é incrivelmente justificada ao emular a imaginação infantil, o que se mostrou um grande desafio, tanto quanto animar peças Lego.

Leia mais

Para cima