Postagens Etiquetadas ‘Kristen Stewart’

Para Sempre Alice | Crítica | Still Alice, 2014, EUA

Still Alice, 2014

Com Julianne Moore, Alec Baldwin, Kristen Stewart, Kate Bosworth, Hunter Parrish. Roteirizado e dirigido por Richard Glatzer, Wash Westmoreland, baseado no romance de Lisa Genova.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"O mais importante em Para Sempre Alice é não sairmos incólumes da situação que a protagonista passa. E isso os diretores Richard Glatzer e Wash Westmoreland conseguem ao tratar o tema do Mal de Alzheimer como delicadeza e sensibilidade. Essa dureza da vida, a tristeza de quem fica do lado de fora e de quem aos poucos vai se perdendo dentro de si é incorporada por todo o elenco. Moore em especial, apesar de ser injusto dizer que ela carrega o filme sozinha – apesar de ser a grande responsável pela carga dramática. Com pontuais problemas, que vem principalmente do uso da trilha sonora, esse filme vem para cativar e emocionar o espectador que está sujeito, como todos nós, a enfrentar um dia a perda daquilo que nos define como pessoas.

Sinopse oficial

“O filme narra como Alice (Julianne Moore) convive com a doença, com a perda das palavras tão caras a ela, da memória, e como a família reage à notícia – o marido dedicado (Alec Baldwin) e seus três filhos adoráveis, Lydia (Kristen Stewart), Anna (Kate Bosworth) e Tom (Hunter Parrish).”

Leia mais

Na Estrada (On the Road, 2012, Brasil-Reino Unido-EUA) [Crítica]

Com Sam Riley, Garrett Hedlund, Kristen Stewart, Kirsten Dunst, Viggo Mortensen, Amy Adams, Tom Sturridge, Steve Buscemi, Elisabeth Moss, Alice Braga, Danny Morgan e Terrence Howard. Roteirizado por Jose Rivera (Diários de Motocicleta), baseado no livro de Jack Kerouac. Dirigido por Walter Salles (Central do Brasil).

É bem seguro dizer que vários de nós tínhamos, ou ainda temos, a vontade de botar o pé na estrada. Conhecer lugares e gente nova e mais interessante. Baseado no livro de Jack Kerouac (que não li), “Na Estrada” é uma boa representação na tela dessa vontade enraizada em tanta gente. É uma história triste, com personagens que criamos carisma, apesar de serem muito melancólicos, assim como todo o clima do filme.  Na cultura beat, é um livro obrigatório. Já no filme existe uma falta de profundidade em  alguns dos personagens apresentados. Mesmo com o tempo de projeção mais longo que usual, contando com mais de 2 horas, o diretor demonstra que  um pouco mais de cuidado  era necessário para acreditarmos em como as relações foram criadas.

Leia mais

Branca de Neve e o Caçador (Snow White and the Huntsman, 2012, EUA) [Crítica]

Branca de Neve e o Caçador é uma miscelânea de outros filmes fantasia, portanto sem identidade nenhuma.

Com Kristen Stewart, Charlize Theron, Chris Hemsworth, Sam Claflin, Ian McShane, Bob Hoskins e Toby Jones. Roteirizado por Evan Daugherty, John Lee Hancock e Hossein Amini (Drive). Dirigido por Rupert Sanders.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Chegando ao final do filme, disse para mim mesmo que gostei da versão moderna do clássico dos Irmãos Grimm[bb]. Mas analisando algumas horas depois, cheguei à conclusão do que me fez gostar mais da história foram os elementos que já foram usados em tantos outros filmes épicos e de aventura, principalmente em “O Senhor dos Aneis[bb]” e “As Crônicas de Nárnia[bb]“. O bom elenco é desperdiçado pela pouca presença na tela, a motivação da vilã é confusa e a atriz principal não tem carisma nenhuma. Pecando em aspectos técnicos, como no excesso de slow-motions, e pontos da narrativa, “Branca de Neve e o Caçador[bb]” é um filme que por muito pouco não escapa da borda de ser um bom entretenimento. Além disso, preciso apontar o óbvio que Kristen Stewart[bb] não tem nada de mais bela que Charlize Theron[bb]?

Leia mais

Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007, EUA) [Crítica]

Com Emile Hirsch, Marcia Gay Harden, William Hurt, Jena Malone, Catherine Keener, Vince Vaughn e Kristen Stewart. Roteiro de Sean Penn, baseado no livro de Jon Krakauer. Dirigido por Sean Penn (A Promessa).

Existem filmes que te dão ideias que podem parecer malucas. Quando começar a assistir “Na Natureza Selvagem”, talvez você tenha essa sensação. Deixar tudo para trás e viver apenas o dia-a-dia e se enfiar em algum canto da floresta, só vivendo do que ela oferecer, tanto vegetais como os animais. Essa é a jornada verdadeira de desprendimento total que Christopher McCandless (Hirsch) faz por ser de sua própria natureza. Durante a longa projeção deste road movie vamos entendendo seus desejos e as grandes dificuldades que enfrenta. Assim ele nos ensina mais uma vez que a natureza não serve apenas para ser aproveitada, mas também respeitada.

Leia mais

Para cima