Postagens Etiquetadas ‘Kaya Scodelario’

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar | Crítica | Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales, 2017, EUA

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar resgata o clima da primeira aventura de Jack Sparrow. Digo, Capitão Jack Sparrow.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (2017) Crítica

Elenco: Johnny Depp, Javier Bardem, Brenton Thwaites, Kaya Scodelario, Kevin McNally, Geoffrey Rush, Orlando Bloom | Roteiro: Jeff Nathanson | Direção: Joachim Rønning, Espen Sandberg (A Aventura Kon-Tiki) | Duração: 129 minutos | 3D: Relevante | Cena Extra

Depois de catorze anos desde a aventura original quando conhecemos o Pérola Negra, Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar trouxe de novo aquilo que fez sucesso em 2003. É um filme com elementos de terror, doses de comédia, um leve toque de romance embalados por uma aventura espirituosa e divertida. Depois de pouco mais de duas horas, podemos perceber as semelhanças das estruturas da história de Gore Verbinski e agora com Rønning e Sandberg. Apesar de ser um filme visualmente bem mais deslumbrante que os outros, a aventura peca por alguns personagens esquecíveis e essa previsibilidade dada ao percorrer um caminho parecido com a aventura original, salvo por alguns detalhes.

Leia mais

Maze Runner: Prova de Fogo | Crítica | Maze Runner: The Scorch Trials, 2015, EUA

Maze Runner: Prova de Fogo é um filme bem menos interessante que o seu predecessor, que já não era um filme empolgante. Leia a crítica!

Maze Runner: The Scorch Trials, 2015

Com Dylan O’Brien, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Dexter Darden, Nathalie Emmanuel, Giancarlo Esposito, Alexander Flores, Aidan Gillen, Ki Hong Lee, Jacob Lofland, Barry Pepper, Rosa Salazar, Lili Taylor, Alan Tudyk e Patricia Clarkson. Roteirizado por T.S. Nowlin, baseado na obra de James Dashner. Dirigido por Wes Ball (Maze Runner: Correr ou Morrer).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem muitos problemas nessa continuação. Seja linhas de roteiro, clichês ou conveniências, você vai encontrar tudo isso em Maze Runner: Prova de Fogo. É provável que a jovem audiência desse (outro) futuro distópico seja menos conhecedor desses elementos, mas não justifica o seu exacerbado uso. Ainda que segure o ritmo, poderia ser ligeiramente mais enxuto. No festival de erros, o que piora a segunda parte que termina sem fechar o próprio ciclo, fica a sensação de que há pouquíssimo para ser contada na já programada continuação. O que já deixará o espectador com um enorme pé no freio, prejudicando desde já o futuro.

Leia mais

Maze Runner: Correr ou Morrer | Crítica | The Maze Runner, 2014, EUA

Maze Runner: Correr ou Morrer tem alguns momentos interessantes e um certo fôlego. Se preparem, que lá vem outra distopia para os jovens adultos.

Maze Runner, 2014

Com Dylan O’Brien, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Will Poulter, Patricia Clarkson, Ki Hong Lee e Aml Ameen. Roteirizado por Noah Oppenheim, Grant Pierce Myers e T.S. Nowlin, baseado no romance de James Dashner. Dirigido por Wes Ball.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Interessante notar que Maze Runner: Correr ou Morrer reflete em seus personagens tanto o público-alvo – os chamados jovens adultos –, como o diretor, roteiristas, elenco, praticamente iniciantes. A fórmula da distopia futurista já está cansando, pois esse ano terá, pelo menos, quatro filmes com o tema. Mas há certo frescor nesse filme. Longe de ser original – pois toma emprestado elementos de variadas histórias – o ritmo e visual contagiam o espectador para esse conto modernizado de prisioneiros.

Leia mais

Para cima