Postagens Etiquetadas ‘Josh Gad’

A Bela e a Fera | Crítica | Beauty and the Beast, 2017, EUA

A adaptação da versão animada de A Bela e a Fera para o live action é tão deslumbrante quanto o original.

A Bela e a Fera (2017)

Elenco: Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Kevin Kline, Josh Gad, Ewan McGregor, Stanley Tucci, Audra McDonald, Gugu Mbatha-Raw, Ian McKellen, Emma Thompson | Roteiro: Stephen Chbosky, Evan Spiliotopoulos | Baseado em: A Bela e Fera – Disney e A Bela e Fera (Jeanne-Marie Leprince de Beaumont) | Direção: Bill Condon (A Saga Crepúsculo: Amanhecer).

Percebendo que seria impossível desassociar um evento de outro, a versão com atores e atrizes de A Bela e a Fera abraça a nostalgia ao manter músicas e personagens, mas usa o tempo maior de projeção, cerca de 30 minutos a mais que o original, para expandir a história que já conhecemos. Entre se arrepiar com as músicas que fizeram o desenho de 1991 se tornar amado e algumas poucas atualizações, entre figuras e músicas, a produção marca pelo deslumbre visual, figuras de fácil identificação e temas universalmente conhecidos, a nova versão é tão boa quanto a clássica e está pronta para encontrar novos apreciadores.

Leia mais

Angry Birds: O Filme | Crítica | The Angry Birds Movie (2016) EUA

Angry Birds: O Filme (2016)

Com Jason Sudeikis, Josh Gad, Danny McBride, Maya Rudolph, Kate McKinnon, Sean Penn, Tony Hale, Keegan-Michael Key, Bill Hader e Peter Dinklage. Roteirizado por Jon Vitti, baseado nos jogos da Rovio Entertainment. Dirigido por Fergal Reilly e Clay Kaytis.

Simples e leve, Angry Birds: O Filme surpreende por ser engraçado, ainda que terrivelmente desequilibrado.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"É verdade que estamos cansados de adaptações, e quando é anunciado um filme baseado num jogo para celular que já foi febre, é natural ficar receoso. Surpreendentemente, Angry Birds: O Filme é bem divertido e espirituoso, ainda que passe longe de ser brilhante. É uma animação muitíssimo bem feita, tem um tom ideal para crianças – cheia de cores e piadas simples – e que não encherá de desespero os pais, que como recompensa ganharão piadas que só farão sentido para eles, ao levarem seus filhos para ver os pássaros explosivos. Além disso, a produção não desrespeita a inteligência das crianças contando com uma história simples, mas cativante na maior parte do tempo.

Logo no início o filma encarna uma diferença de outros filmes direcionados ao público infantil. A trilha original orquestrada pelo brasileiro Heitor Pereira passa um tanto despercebida, mas a dupla de diretores dá personalidade à Red (Sudeikis) e outros personagens com heavy metal e rock: Black Sabbath, Imagine Dragons, Scorpions e Limp Bizkit fazem contraste do que estamos acostumados na Disney e companhia, onde os personagens precisam cantar seus sentimentos para fora. Só isso já diferencia a produção o que, pelo menos em parte, pensa também na audiência mais velha, com pequenos momentos para que a experiência não seja maçante.

Leia mais

Pixels: O Filme | Crítica | Pixels, 2015, EUA

Pixels, 2015

Com Adam Sandler, Kevin James, Michelle Monaghan, Peter Dinklage, Josh Gad, Brian Cox, Ashley Benson e Jane Krakowski. Roteirizado por Tim Herlihy e Timothy Dowling, baseado no original de Patrick Jean. Dirigido por Chris Columbus (Harry Potter e a Pedra Filosofal).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Se nessa temporada você quiser fazer um estudo de caso do que é a pura representação Hollywood hoje, você o achará em Pixels: O Filme. É uma adaptação, é um amontoado de clichês, tem a influência de um produtor possessivo, conta com atores em alta, prima pela nostalgia, é muitíssimo bem-feito com seus efeitos especiais, é 3D, e ainda consegue arrancar risadas da plateia. O grande problema é a falta de cuidado em relação a todos esses temas (com exceção do impecável CGI). Chris Columbus é um diretor competente, e os roteiristas Tim Herlihy e Timothy Dowling tinham um grande potencial nas mãos. Ao invés disso, resolveram percorrer o caminho mais fácil. Pelo menos a produção foge da grosseria, encantará os mais jovens e aponta o sucesso comercial.

Sinopse oficial

Em Pixels, quando seres intergalácticos interpretam um arquivo em vídeo com imagens de jogos de arcade clássicos como uma declaração de guerra contra eles, eles atacam a Terra usando esses jogos como modelos para suas várias ofensivas. O presidente Will Cooper (Kevin James) busca ajuda de seu melhor amigo de infância Sam Brenner (Adam Sandler), um campeão de competições de vídeo-games nos anos 80 – e agora um instalador de home theaters – para liderar uma equipe de jogadores veteranos (Peter Dinklage e Josh Gad), derrotar os alienígenas e salvar o planeta. Eles ainda vão contar com a ajuda da tenente-coronel Violet Van Patten (Michelle Monaghan), uma especialista em tecnologia que irá fornecer aos arcaders as armas exclusivas para lutar contra os aliens.”

Leia mais

Para cima