Postagens Etiquetadas ‘Johnny Depp’

Assassinato no Expresso Oriente | Crítica | Murder on the Orient Express, 2017, EUA

Ao se afastar bastante do que já foi feito, o novo Assassinato no Expresso Oriente encontra uma identidade e se diferencia das outras versões.

Assassinato no Expresso Oriente | Crítica

Elenco: Kenneth Branagh, Penélope Cruz, Willem Dafoe, Judi Dench, Johnny Depp, Josh Gad, Derek Jacobi, Leslie Odom Jr., Michelle Pfeiffer, Daisy Ridley | Roteiro: Michael Green (Blade Runner 2049) | Baseado em: Assassinato do Expresso Oriente (Agatha Christie) | Direção: Kenneth Branagh (Thor) | Duração: 114 minutos

Lendas memoráveis sempre acham uma maneira de voltar, sendo elas verdadeiras ou não. É o caso do detetive belga de Agatha Christie e o Assassinato no Expresso Oriente, um filme que encontra na megalomania shakespeariana de Kenneth Branagh algo de moderno, mantendo a alma clássica. O diretor se afasta das outras versões do personagem – seja a do filme de Sidney Lummet, a encarnação de Peter Ustinov ou da série britânica com 13 temporadas com David Suchet – mudando trejeitos, alguns traços da personalidade e adicionando um humor que existe de maneira bem mais sutil na obra da escritora britânica, entregando uma obra que chama o interesse exatamente por tais exageros.

Leia mais

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar | Crítica | Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales, 2017, EUA

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar resgata o clima da primeira aventura de Jack Sparrow. Digo, Capitão Jack Sparrow.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (2017) Crítica

Elenco: Johnny Depp, Javier Bardem, Brenton Thwaites, Kaya Scodelario, Kevin McNally, Geoffrey Rush, Orlando Bloom | Roteiro: Jeff Nathanson | Direção: Joachim Rønning, Espen Sandberg (A Aventura Kon-Tiki) | Duração: 129 minutos | 3D: Relevante | Cena Extra

Depois de catorze anos desde a aventura original quando conhecemos o Pérola Negra, Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar trouxe de novo aquilo que fez sucesso em 2003. É um filme com elementos de terror, doses de comédia, um leve toque de romance embalados por uma aventura espirituosa e divertida. Depois de pouco mais de duas horas, podemos perceber as semelhanças das estruturas da história de Gore Verbinski e agora com Rønning e Sandberg. Apesar de ser um filme visualmente bem mais deslumbrante que os outros, a aventura peca por alguns personagens esquecíveis e essa previsibilidade dada ao percorrer um caminho parecido com a aventura original, salvo por alguns detalhes.

Leia mais

Alice Através do Espelho | Crítica | Alice Through the Looking Glass (2016) EUA

Alice Através do Espelho (2016)

Com Johnny Depp, Anne Hathaway, Mia Wasikowska, Rhys Ifans, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen, Alan Rickman, Stephen Fry, Michael Sheen e Timothy Spall. Roteirizado por Linda Woolverton, baseado nos personagens de Lewis Carroll. Dirigido por James Bobin (Muppets 2: Procurados e Amados)

Sem graça e sem alma, Alice Através do Espelho é o pior da indústria cinematográfica: um entretenimento belo e vazio.

3/10 - "tem um Tigre no cinema"Se a primeira adaptação do universo de Lewis Caroll nas mãos de Tim Burton era uma aventura passageira, a continuação é menos que um reflexo do primeiro. Alice Através do Espelho peca por se concentrar demais no vislumbre visual que é – tanto que a sinopse dada no canal oficial do Youtube da Disney destaca mais as partes técnicas – sem ter o cuidado de criar uma história no mínimo cativante. Pelo contrário, é uma narrativa óbvia demais, que mal serve para divertir o espectador ou até mesmo crianças. É o retrato extremo dos blockbusters, feito na esperança de arrancar algum dinheiro da plateia incauta.

Leia mais

Aliança do Crime | Crítica | Black Mass (2015) EUA

Black Mass, 2015

Com Johnny Depp, Joel Edgerton, Benedict Cumberbatch, Dakota Johnson, Kevin Bacon, Peter Sarsgaard e Jesse Plemons. Roteirizado por Mark Mallouk e Jez Butterworth, baseado no livro de Dick Lehr e Gerard O’Neill. Dirigido por Scott Cooper (Coração Louco).

8/10 - "tem um Tigre no cinema"O clima de Aliança do Crime já foi visitado antes. Você perceberá em alguns momentos inspirações – até mesmo homenagens – de filmes de gangster da década retrasada e além. Isso não quer dizer, porém, que o filme não tenha seu próprio brilho. A biografia de um personagem inteligente e desconhecido pelo público brasileiro tem um Johnny Depp fugindo daqueles personagens extremamente caricatos, uma persona raramente encarnada por ele recentemente. O ator ainda trabalha por baixo de muita maquiagem, é verdade, mas está longe de ser limitado por ela. Scoot Cooper mostra o lado sujo e a podridão dos poderes estabelecidos numa narrativa muitas vezes tensa e ameaçadora, onde não sabemos de onde vem o tiro.

Leia mais

O Cavaleiro Solitário | Crítica | The Lone Ranger, 2013, EUA

O Cavaleiro Solitário realmente tem problemas na sua obviedade e desenvolvimento, mas consegue ser divertido e sombrio quando preciso.

O Cavaleiro Solitário
Com, Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson, William Fichtner, Barry Pepper, James Badge Dale, Ruth Wilson e Helena Bonham Carter. Argumento e roteiro de Ted Elliott, Terry Rossio e Justin Haythe. Dirigido por Gore Verbinski (Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem dois grandes problemas com “O Cavaleiro Solitário”. O primeiro é que ele é muito óbvio, porque não se toma mais do que dois minutos para descobrir quem é o verdadeiro vilão da história, o que se releva por se tratar de um filme da Disney. O segundo é por ter sido concebido como blockbuster. Ou seja, tem a necessidade de retorno financeiro por causa do dinheiro envolvido entre marketing e escalação de atores, além falta de liberdade criativa para adequar à censura 12 anos – ou PG-13 nos EUA. Deixando isso de lado, é um filme com bons momentos de diversão, e até mais sombrios, o que é uma ousadia, se levarmos em conta que é a produtora é dona do Mickey Mouse. Apesar de longo, e seria bem mais dinâmico e agradável se tivesse vinte minutos a menos, é interessante ver um ícone da TV com uma roupagem nova, mesmo que um tanto megalomaníaca, nas mãos de tão versátil diretor.

Leia mais

Sombras da Noite | Crítica | Dark Shadows, 2012, EUA

Sombras da Noite traz os elementos que já conhecemos de Tim Burton, mas com personagens e situações bem menos interessantes.

Sombras da Noite

Com Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Helena Bonham Carter, Eva Green, Jonny Lee Miller,Chloe Grace Moretz e Cristopher Lee. Roteiro de Seth Grahame-Smith e John August. Dirigido por Tim Burton (A Noiva-Cadáver).

A oitava colaboração entre Johnny Depp e Tim Burton vem carregada daqueles elementos que conhecemos bem da filmografia do diretor: temas sobrenaturais, terror alternando com momentos engraçados, fotografia soturna e maquiagem pesada. Mais do mesmo. Até poderia ser mais um bom filme, mas o roteiro se perde em vários pontos, além de trazer personagens desinteressantes, com um reviravolta fora de lugar. “Sombras da Noite” se sustenta tão somente na atuação de Depp e nos pouquíssimos risos.

Leia mais

Rango | Crítica | Rango, 2011, EUA

Rango é uma animação feita com carinho, homenageia o western e agradará tanto os adultos quanto as crianças.

Rango

Com Johnny Depp, Isla Fisher, Abigail Breslin, Alfred Molina, Bill Nighy e Ned Beatty. Escrito por John Logan (O Aviador), Gore Verbinski e James Ward Byrkit. Dirigido por Gore Verbinski (Piratas do Caribe).

Uma das melhoras coisas do entretenimento é ser surpreendido. Por vários motivos, não vi e mal sabia do que se tratava “Rango”. Devo ter visto um teaser trailer, e o perdi nos cinemas. E esse filme merece toda a sua atenção: foi feito com tanto carinho, numa riqueza de detalhes e homenagens, principalmente ao estilo western, que dificilmente deixará de agradar adultos e crianças. Distribuído pela Dreamworks em parceria com os efeitos especiais Industrial Light and Magic, o estúdio foge do estigma de ter apenas Shrek como grande personagem animado em seu currículo. Leia mais

Para cima