Postagens Etiquetadas ‘John Morris’

Pai em Dose em Dupla 2 | Crítica | Daddy’s Home 2, 2017, EUA

Pai em Dose em Dupla 2 tem os melhores momentos compartilhados no trailer; além disso, é difícil extrair alguma coisa.

Pai em Dose Dupla 2 | Crítica

Elenco: Will Ferrell, Mark Wahlberg, Linda Cardellini, John Cena, John Lithgow, Alessandra Ambrosio, Mel Gibson | Roteiro: Sean Anders, John Morris | Direção: Sean Anders | Duração: 100 minutos

Se fosse um adendo ao filme original, como um especial de quinze minutos para os extras, Pai em Dose Dupla 2 se sairia melhor no principal quesito da comédia que é fazer rir. E assim como não há nada de errado com o filme, a produção não tem nada de especial. Todas as piadas são baseadas em humor físico – ou seja, quando algo cai na cabeça dos personagens – algo que montadores de trailers se aproveitam para chamar a atenção do público. Portanto, é uma diversão muito inocente e que segue uma formula, o suficiente para deixar passando na TV enquanto as festas de fim de ano acontecem.

Leia mais

Família do Bagulho | Crítica | We’re the Millers, 2013, EUA

strong>Família do Bagulho é um dos filmes sobre família mais subversivo que você vai ver por um bom tempo.

We're the Millers, 2013

Com Jennifer Aniston, Jason Sudeikis, Emma Roberts, Will Poulter, Nick Offerman, Kathryn Hahn e Ed Helms. Roteirizado por Bob Fisher, Steve Faber, Sean Anders e John Morris. Dirigido por Rawson Marshall Thurber (Com a Bola Toda).

8/10 - "tem um Tigre no cinema"Imagine a família mais disfuncional que você conheceu. Pode ser até a sua. Pegue todos os momentos vexatórios que se tem notícia e junte na memória. Essas lembranças são a base de “Uma Família do Bagulho” – sim, o título nacional é cretino –, apesar dos Millers não serem uma. E essa subversão da imagem da família perfeita é a maior qualidade do filme. Os personagens são praticamente estranhos uns aos outros, mas acabam sendo parecido com seu irmão, seu pai, sua irmã, ou até a sua avó e sua tia. O roteiro escrito à quatro mãos tem problemas, mas é engraçado o suficiente para te deixar mais leve no fim da sessão, com suas situações desbocadas e nada moralistas.

Leia mais

Para cima