Postagens Etiquetadas ‘Jessica Chastain’

Armas na Mesa | Crítica | Miss Sloane, 2016, EUA

Armas na Mesa é um discurso importante sobre o custo de seguir seus princípios e até onde estamos dispostos a ir por eles.

Armas na Mesa (Miss Sloane) 2016

Elenco: Jessica Chastain, Mark Strong, Gugu Mbatha-Raw, Michael Stuhlbarg, Alison Pill, Jake Lacy, John Lithgow, Sam Waterston | Roteiro: Jonathan Perera | Direção: John Madden | Duração: 132 minutos

Seja lá qual for a sua posição sobre o porte de armas, Armas na Mesa é um filme muito interessante, ainda que advogue para um dos lados. Mais uma posição – e não uma propaganda, considerando que os contrários não tem renda que o outro lado tem – é uma história sobre estratégias, jogo sujo e entra em detalhes sórdidos de ditos bastiões da justiça. Tocando em pontos sensíveis – massacres perpetrados por atiradores, a visão quase sagrada da Constituição dos Estados Unidos, dinheiro – a produção segue um caminho fictício para dar voz a uma crescente opinião pública e irá agradar mais os defensores do desarmamento. Para os que não são, pode servir para abrir discussões sobre o assunto.

Leia mais

O Caçador e a Rainha do Gelo | Crítica | The Huntsman: Winter’s War (2016) EUA

O Caçador e a Rainha do Gelo (2016)

Com Chris Hemsworth, Charlize Theron, Emily Blunt, Nick Frost, Sam Claflin, Rob Brydon e Jessica Chastain. Roteirizado por Evan Spiliotopoulos e Craig Mazin. Dirigido por Cedric Nicolas-Troyan.

Não contando nem mesmo com esforço de seus protagonistas, O Caçador e a Rainha de Gelo não tem personalidade nenhuma, sendo apenas colagens de outras histórias.

2/10 - "tem um Tigre no cinema"Seria bem fácil rotular O Caçador e a Rainha do Gelo principalmente porque esse é um filme que não tem nenhum tipo de ambição – além de fazer dinheiro. O diretor não apenas repete os erros do filme anterior como os extrapola. As motivações da personagem título são fracas, todos os elementos costurados de outras histórias de fantasia fazem uma colcha de retalhos preguiçosa, sem nenhum destaque. A atuação de todos é automática, não nota-se nenhum tipo de esforço em transmitir emoções. O elenco principal parece um bando de iniciantes, fazendo um serviço apenas por obrigação. Do começo ao fim, o filme é uma enganação.

Leia mais

O Caçador e a Rainha do Gelo | Teaser e Cartazes | #NEWS

O Caçador e a Rainha do Gelo | Teaser e cartazes

Hoje a Universal Pictures Brasil liberou dois cartazes de O Caçador e a Rainha do Gelo, continuação de Branca de Neve e o Caçador, filme de 2012.

Leia mais

A Colina Escarlate | Crítica | Crimson Peak, 2015, EUA

Crimson Peak, 2015

Com Mia Wasikowska, Jessica Chastain, Tom Hiddleston, Jim Beaver, Charlie Hunnam. Roteirizado por Guillermo del Toro e Matthew Robbins. Dirigido por Guillermo del Toro (Círculo de Fogo).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Num mundo justo, Guillermo del Toro poderia fazer todos os projetos que abraça. A Colina Escarlate mostra um diretor maduro e versátil. Homenageando o terror, o mexicano trouxe um dos melhores filmes do gênero dos últimos anos, conseguindo misturar sustos eficazes e tensão numa história que não é sobre fantasmas e sim com fantasmas. Ainda que o espectador não leve muito tempo para entender o que está acontecendo, o diretor ainda consegue nos dar algumas surpresas. Nesse filme tão simbolicamente sangrento, o espectador encontrará medo, sentirá calafrios e participará de uma aventura. Apesar de parecer elementos demais, del Toro tem competência para equilibrá-los e assim contar uma interessante história, ainda que tenha alguns clichês do gênero.

Leia mais

Perdido em Marte | Crítica | The Martian, 2015, EUA

The Martian, 2015

Com Matt Damon, Jessica Chastain, Kristen Wiig, Jeff Daniels, Michael Peña, Kate Mara, Sean Bean, Sebastian Stan, Aksel Hennie e Chiwetel Ejiofor. Roteirizado por Drew Goddard, baseado no romance de Andy Weir. Dirigido por Ridley Scott (Êxodo: Deuses e Reis).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Se soubermos onde olhar, podemos notar que cada vez mais o que chamávamos de ficção científica está chegando perto da nossa realidade. Próteses, olhos biônicos e impressoras 3D são alguns exemplos do que mentes mais brilhantes que a maioria de nós escreveram décadas atrás, e agora presenciamos. A arte é um método de acompanhar o que acontece no mundo, mesmo que poeticamente, e por isso Perdido em Marte não parece mais tão absurdo. A tecnologia empregada nas missões é algo que estamos conhecendo, e o próprio ambiente terrestre nos parece bem familiar. Com a dose certa de aventura e ciência, o filme agradará um público variado enquanto insere mesmo algumas ideias mais que necessárias na nossa época.

Leia mais

Top 8: Atrizes que Amamos | TigreCast #95 | Podcast

No podcast de hoje falando sobre as OITO atrizes do cinema que mais amamos, e vamos além de falar da beleza delas. Ouve aí!

Top 8: Atrizes que amamos | TigreCast 95

Something in the way she moves…

Uma semana depois do dia dos namorados, vamos falar desse grande mistério do universo: as mulheres. Hoje nomeamos as oito atrizes do cinema que mais mexem com a nossa cabeça.

Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Des (@matheusdes) conversam hoje sobre a inteligente bonequinha de Hollywood, da dona de uma das maiores belezas de Hollywood, da mulher que é a maior representação do cinema, da rainha dos remakes, ela que tentam deixar feia (mas não conseguem), a atriz que foi descoberta numa pizzaria, a nova musa dos fãs dos nerds e descubra qual dos participantes daria um braço por um ruiva.

Leia mais

Reproduzir

O Ano Mais Violento | Crítica | A Most Violent Year, 2014, EUA

A Most Violent Year, 2014

Com Oscar Isaac, Jessica Chastain, David Oyelowo, Alessandro Nivola, Albert Brooks, Elyes Gabel. Roteirizado e dirigido por J. C. Chandor.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Muitas coisas impressionam em O Ano Mais Violento. O diretor e roteirista J. C. Chandor é hábil em manter uma história tensa em praticamente todos os quadros e, na posição de espectadores, ficamos totalmente à sua mercê. E entre muitas sombras e meias-luzes, não sabemos de onde vem a surpresa. Adicione isso às cores do figurino e temos uma narrativa contada por meio de elementos que vão além do usual, coisas que podem ser difíceis de perceber à primeira vista. Esse é um drama pesado, denso e arrebatador, onde o protagonista tenta desesperadamente ficar num mundo aparte daquele ao seu redor: um lugar sujo, errado e depravado. E nada podemos fazer além de torcer e acompanhar sua luta.

Sinopse oficial

“O Ano Mais Violento é centrado na vida de um imigrante e de sua família tentando expandir os negócios e capitalizar oportunidades em meio ao inverno nova-iorquino de 1981, estatisticamente um dos anos mais violentos na história da cidade. Decadência, corrupção e rompantes são seus maiores adversários para evitar que tudo o que construíram entre em colapso.”

Leia mais

Interestelar: desconstruindo a desconstrução | TigreCast #73 | Podcast

 

Interestelar: descontruindo a descontrução | TigreCast 73

Mankind was born on Earth. It was never meant to die here.” – Cooper

O novo filme de Cristopher Nolan não alcançou um bom status em geral. Pelo contrário, muita gente disse que a produção foi desastrosa e decepcionante. No último TigreCast de 2014 Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) Matheus Des (@matheusdes) e os convidados Juliana Varella (Facebook) e José Rodrigo Baldin (Central 42 | @jrodbaldin) desconstroem a desconstrução de Interestelar (Interstellar, 2014).

Damos nossas impressões gerais, discutimos de onde vem o falar mal de Interestelar, os temas do filme e se o amor como solução seria um problema. Também rebatemos ponto a ponto a lista da Vulture e exploramos porquê o filme não merece esse massacre.

E com spoilers liberados!

Leia mais

Reproduzir

Interestelar | Crítica | Interstellar, 2014, EUA

Interstellar, 2014

Com Matthew McConaughey, Anne Hathaway, Jessica Chastain, Michael Caine, Bill Irwin e Ellen Burstyn. Roteirizado por Jonathan e Christopher Nolan. Dirigido por Christopher Nolan (Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"

Pode parecer exagero, mas o espaço é como a tela de cinema: provocativo, nos chama para ele, nos engana e nos fascina. E Interestelar, um filme que tudo funciona, é uma prova disso. Seja pela viagem, seja pela relação fraternal, ou mesmo para procurar problemas e acertos envolvendo física e astrofísica, esse é um filme que transcende essas discussões. E ainda podemos dizer, pelo menos mais uma vez, In Nolan We Trust.

Leia mais

Mama (Mama, 2013, Espanha-Canadá) [Crítica]

"Mama", 2013

Com Jessica Chastain, Nikolaj Coster-Waldau, Megan Charpentier, Isabelle Nélisse e Daniel Kash. Roteirizado por Neil Cross, Andrés Muschietti e Bárbara Muschietti, baseado no curta-metragem de Andrés Muschietti. Dirigido por Andrés Muschietti.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"“Mama” é um filme que funciona bem nos seus 100 minutos. Tenso em muitas partes e competente ao marcar sustos na plateia, o filme de terror que foi baseado num curta-metragem mais apavorante ainda, mostra que ainda é possível contar boas histórias desse gênero que tem maltratado tantas vezes seus fãs com inúmeras continuações, remakes e reboots.

Leia mais

A Hora Mais Escura (Zero Dark Thirty, 2012, EUA) [Crítica]

"Zero Dark Thirty", 2012

Com Jessica Chastain, Jason Clarke, Joel Edgerton, Mark Strong, Jennifer Ehle, Kyle Chandler e James Gandolfini. Roteirizado por Mark Boal. Dirigido por Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Acredito que nos apaixonamos pelos detalhes. Não nos interessamos por todos os assuntos do mundo, mas quando gostamos de algo, queremos apenas saber além do superficial. É por isso que vários cinéfilos apreciam os extras quando compram ou alugam filmes, ou quando gostamos de um livro e queremos saber mais do autor, seu processo criativo, e o que mais escreveu. E quando Osama bin Laden foi morto, queríamos saber como foi, se era verdade ou não. Mais uma vez trazendo um drama de guerra recente, a diretora Kathryn Bigelow, de “Guerra ao Terror” (The Hurt Locker, 2010), mostra um filme com várias qualidades: intensidade, drama e questionamentos fazem parte de uma direção competente dessa história que tantos ansiavam por conhecer e discutir.

Leia mais

Os Infratores | Crítica | Lawless, 2012, EUA

Mesclando boas e más atuações Os Infratores conta por meio de um núcleo familiar a mudança que os EUA passaram na época da Lei Seca.

Com Tom Hardy, Guy Pearce, Gary Oldman, Jessica Chastain, Mia Wasikowska e Shia LaBeouf. Roteirizado por Nick Cave (A Proposta), baseado no romance de Matt Bondurant. Dirigido por John Hillcoat (A Estrada).

Um filme que reúne no elenco dois atores que participaram de grandes franquias recentes do cinema (Batman de Nolan e Transformers), e outro ator muito conhecido no meio cinematográfico, que também esteve envolvido em um blockbuster recente (Prometheus) é um grande chamariz para uma produção. O filme de gângsteres “Os Infratores” trata do período da chamada “Lei Seca” nos EUA, que aconteceu no começo dos anos 1930. Hillcoat conta a história de três irmãos que eram lendas dessa época, baseado seu filme em fatos (supostamente) reais e num livro. O filme mescla boas e más atuações e um direção coesa. E o grande trunfo do filme de Hillcoat é mostrar a mudança que os EUA passam, representada pelo irmão mais novo, encarnando o “progresso”, e de seus dois irmãos, que representam a maneira antiga de se fazer negócio.

Leia mais

Para cima