Postagens Etiquetadas ‘Giovanni Ribisi.’

Ted 2 | Crítica | Ted 2, 2015, EUA

Ted está de volta com sua boca suja e com mais sêmen do que antes. Que triste…

Ted 2, 2015

Com Mark Wahlberg, Seth MacFarlane, Amanda Seyfried, Giovanni Ribisi, John Slattery, Jessica Barth, Morgan Freeman, Patrick Stewart. Roteirizado por Seth MacFarlane, Alec Sulkin, Wellesley Wild. Dirigido por Seth MacFarlane (Ted).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Se eu fosse mais ligado à área da psicologia, com certeza interpretaria melhor os signos que Seth MacFarlane usou em Ted 2, e isso não é um elogio. Desde seu filme anterior, o diretor tem uma fixação muito estranha com fluidos corporais, evoluindo – não no bom sentido – aquelas piadas das comédias dos anos 1980. Diferente do ótimo filme original, aqui há exageros demais, piadas fracas, óbvias e sem timming. Há algumas exceções, como as participações especiais, e a brincadeira visual de dois personagens secundários. Perdido inclusive tecnicamente, é melhor McFarlane continuar nas piadas e gags de suas séries de TV, onde o formato aparentemente funciona melhor.

Leia mais

Selma: Uma Luta Pela Igualdade | Crítica | Selma, 2014, EUA

Selma, 2014

Com David Oyelowo, Tom Wilkinson, Carmen Ejogo, Andre Holland, Tessa Thompson, Giovanni Ribisi, Lorraine Toussaint, Stephan James, Wendell Pierce, Common, Alessandro Nivola, Keith Stanfield, Cuba Gooding Jr., Dylan Baker e Tim Roth. Roteirizado por Ava DuVernay e Paul Webb. Dirigido por Ava DuVernay.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"É absurdo lembrar que os casos descritos em Selma: Uma Luta Pela Igualdade estão apenas meio século atrás de nós. Ao contar uma parte horrível da história americana, a diretora Ava DuVernay faz uma reflexão necessária de um povo que, por muito tempo, colocou de lado e marginalizou grande parte de sua população, mesmo anos depois do fim da escravidão. Esse é um tema histórico, mas que nada tem de antigo e que faz um triste paralelo com outros eventos hoje, e mancha a face da nação mais poderosa do mundo.

Sinopse oficial

Selma: Uma Luta Pela Igualdade é a história da luta histórica Dr Martin Luther King Jr (Oyelowo) para garantir o direito de voto para os afro-americanos – uma campanha perigosa e assustadora, que culminou com a marcha épica de Selma a Montgomery que galvanizou a opinião pública norte-americana e convenceu o presidente Johnson (Wilkinson) a introduzir a Lei dos Direitos de Voto em 1965.

Leia mais

Caça aos Gangsteres | Crítica | Gangster Squad, 2013, EUA

Caça aos Gangsteres traz um ótimo elenco e tem momentos divertidos, mas é lotado de personagens caricatos.

Caça aos Gangsteres

Com Josh Brolin, Ryan Gosling, Sean Penn, Nick Nolte, Emma Stone, Anthony Mackie, Giovanni Ribisi, Michael Peña e Robert Patrick. Roteirizado por Will Beall. Baseado no livro de Paul Lieberman. Dirigido por Ruben Fleischer (Zumbilândia).

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Ao sair da sessão de “Caça aos Gangsteres” o sentimento é dúbio. Por uma lado, temos um filme bem produzido, com um elenco gigante de qualidade, e com momentos espirituosos e engraçados. Por outro lado, temos personagens caricatos, quase beirando o cartunesco, e uma história mediana. Com o elenco que tem e com o diretor de um filme ótimo (Zumbilândia, de 2009), poderia ser um grande filme, mas se perdeu por exagerar e tentar ao dar um ar aos para personagens que não tinha razão de serem assim.

Leia mais

Ted (Ted, 2012, EUA) [Crítica]

Com Mark Wahlberg, Mila Kunis, Seth MacFarlane, Joel McHale e Giovanni Ribisi. Roteirizado por Seth MacFarlane, Alec Sulkin e Wellesley Wild. Dirigido por Alec Sulkin e Wellesley Wild.

Já há muito tempo eu sou um fã de “Uma Família da Pesada” (Family Guy), série que retrata com um humor ácido, politicamente incorreto e violento o estilo de vida dos EUA, e que já foi acusado de plagiar os Simpsons. E pelos limites do cinema serem infinitamente maiores do que na TV, o diretor McFarlane vai além da zona de conforto que tinha, mas não extrapola. O filme conta com mais palavrões que um episódio da família Griffin, uso de drogas e até pequenas cenas de nudez… inclusive aparecendo uma nádega de um astro de Hollywood! Com homenagens, e dotado de um bom humor que não foge do politicamente incorreto, “Ted” é um filme divertidíssimo. Ainda que se perca um pouco com seus exageros, a história de amizade entre um adulto que não quer amadurecer e seu melhor amigo valem a visita.

Leia mais

Para cima