Postagens Etiquetadas ‘Djimon Hounsou’

Rei Arthur: A Lenda da Espada | Crítica | King Arthur: Legend of the Sword, 2017, EUA-Austrália-Reino Unido

Rei Arthur: A Lenda da Espada é uma abordagem modernizada do clássico, mas bem comum para um filme de ação.

Rei Arthur: A Lenda da Espada (King Arthur: Legend of the Sword) | Crítica

Elenco: Charlie Hunnam, Àstrid Bergès-Frisbey, Djimon Hounsou, Aidan Gillen, Jude Law, Eric Bana | Argumento: David Dobkin, Joby Harold | Roteiro: Guy Ritchie, Lionel Wigram, Joby Harold | Direção: Guy Ritchie (O Agente da U.N.C.L.E.) | Duração: 126 minutos | 3D: Relevante

As lendas arthurianas existem há tanto tempo que Guy Ritchie arriscou e fez o mais famoso rei bretão numa versão totalmente fora do usual. Isso para o personagem, porque Rei Arthur: A Lenda da Espada é um filme de ação e aventura como muitos outros. Para um filme sobre o (lendário) Rei Arthur é realmente diferente. Para o gênero, nem tanto, incluindo o pedido dentro da narrativa que pede uma continuação onde, finalmente, um diretor achou uma maneira de transformar uma das lendas mais conhecidas e épicas do mundo ocidental num blockbuster – o que não quer dizer que seja necessariamente uma boa coisa.

Leia mais

A Lenda de Tarzan | Crítica | The Legend of Tarzan (2016) EUA

A Lenda de Tarzan vem para modernizar o clássico da literatura, numa história sem ritmo e desinteressante.

A Lenda de Tarzan (2016)

Com Alexander Skarsgård, Samuel L. Jackson, Margot Robbie, Djimon Hounsou, Jim Broadbent, Christoph Waltz. Roteirizado por Adam Cozad, Craig Brewer, baseado na obra de Edgar Rice Burroughs. Dirigido por David Yates (Harry Potter e as Relíquias da Morte).

5/10 - "tem um Tigre no cinema"Depois de encarnações dramáticas e infantis, o personagem mais conhecido de Edgar Rice Burroughs – maior que o próprio autor – volta em A Lenda de Tarzan, modernizando o personagem título. É um termo terrível que, basicamente, diz ser uma produção com mais tiros e socos do que os anteriores. Talvez a nossa sociedade não quisesse ouvir um grito homem-macaco no cinema, nem algo tão denso quanto à produção de 1984. Então, o filme vai pelo caminho mais fácil, com personagens estereotipados, sem tons de cinza, sempre nos extremos da bondade ou maldade. Ainda que tenha uma história interessante, mesmo que simples, há decisões questionáveis na direção, o que prejudica o ritmo e a diversão.

Leia mais

Exorcistas do Vaticano | Crítica | The Vatican Tapes, 2015, EUA

The Vatican Tapes, 2015

Com Kathleen Robertson, Michael Peña, Djimon Hounsou, Dougray Scott, John Patrick Amedori. Argumento de Christopher Borrelli, Chris Morgan. Roteirizado por Christopher Borrelli. Dirigido por Mark Neveldine (Adrenalina 2: Alta Voltagem).

2/10 - "tem um Tigre no cinema"Acredito que na cabeça de qualquer diretor está se formando um filme excelente, e por isso é complicado desconstruir em palavras a honesta intenção de alguém. Esse já é o quinto trabalho de Mark Neveldine, mas que parece ser um projeto de faculdade de cinema, onde você chama seus amigos tão inexperientes quanto você pra ajudar na camaradagem. Não há qualidade na atuação, a filmagem com a câmera digital é muita estranha – ainda que seja uma assinatura do diretor – e não é eficaz em criar tensão ou medo. Com dois ou três pontos de destaque, Exorcistas do Vaticano é mais um exemplo do mau caminho que estão trilhando o terror. De novo.

Leia mais

Velozes & Furiosos 7 | Crítica | Furious 7, 2015, EUA

Velozes e Furios 7 | 2 de abril nos cinemas

Com Vin Diesel, Paul Walker, Dwayne Johnson, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Chris Bridges, Lucas Black, Kurt Russel, Nathalie Emmanuel, Djimon Hounsou e Jason Statham. Roteirizado por Chris Morgan. Dirigido por James Wan (Invocação do Mal).

8/10 - "tem um Tigre no cinema"Vou começar com as mesmas palavras que escrevi na crítica de Velozes & Furiosos 6 (Fast & Furious 6, 2013, Dir Justin Lin). O que temos é Velocidade! Ação! Tiros! Explosões! Cortes rápidos! Isso quer dizer que o filme é a mesma porcaria? Felizmente, não! Porque diferente do seu antecessor, esse é uma produção mais coesa e com mais foco, isso graças à direção de James Wan, saindo do terror e visitando um universo que conhece pouco. Com uma pegada regada à diversão, aventura e uma dose de conveniências – bem grandes, daquelas que não permitem que o filme ganhe uma nota maior – Velozes & Furiosos 7 é a melhor sequência do original de 2001.

Sinopse oficial

“Velozes & Furiosos 7 retoma a história mais de um ano depois que a equipe de Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker) retorna aos Estados Unidos, todos anistiados. Eles estão se adaptando à vida normal, dentro da lei, mas a vida na terra natal adquire um certo aspecto surreal. Dom tenta desesperadamente reatar com Letty (Michelle Rodriguez), enquanto Brian luta para se acostumar à vida suburbana com Mia (Jordana Brewster) e seu filho, e Tej (Chris Bridges) e Roman (Tyrese Gibson) comemoram a liberdade vivendo uma vida de playboys. Mas nenhum deles imagina que o perigo está a caminho na forma de um mercenário britânico frio e assassino que tem contas a ajustar.”

Leia mais

O Sétimo Filho | Crítica | Seventh Son, 2015, EUA

Seventh Son, 2015

Com Jeff Bridges, Ben Barnes, Alicia Vikander, Kit Harington, Olivia Williams, Antje Traue, Djimon Hounsou, Jason Scott Lee e Julianne Moore. Argumento de Matt Greenberg. Roteirizado por Charles Leavitt e Steven Knight, baseado no romance de Joseph Delaney. Dirigido por Sergei Bodrov.

3/10 - "tem um Tigre no cinema"Bater na tecla de que uma história não é original é uma batalha perdida e, ainda por cima, injusta, já que todo o compêndio de histórias são adaptações e misturas do que vimos nas mitologias e Shakespeare. O problema é como esses clichês são usados, e em O Sétimo Filho temos um conto bagunçado, pouco empolgante e com os mesmos temas com o diferencial apenas de se passar no nosso mundo, por assim dizer, influenciado pela cultura cristã. Com alguns momentos divertidos, esse é apenas mais um entre já consagrados filmes de fantasia. Tem pouco a mostrar e seu valor estará em levar os espectadores de volta às obras que antes influenciaram esses cineastas.

Sinopse Oficial

Em um tempo de encantamento em que lendas e magias se colidem, John Gregory (Jeff Bridges), o único guerreiro remanescente de uma ordem mística, viaja para encontrar um herói profetizado que nascera com poderes incríveis, o Sétimo Filho Tom Ward (Ben Barnes). Arrancado de sua vida tranquila de colono, o improvável jovem herói embarca em uma aventura ousada com o seu mentor para combater a rainha da escuridão Mãe Malkin (Julianne Moore) e o exército de assassinos sobrenaturais que assombram o reino.”

Leia mais

Guardiões da Galáxia | Crítica | Guardians of the Galaxy, 2014, EUA

Guardians of the Galaxy, 2014

Com Chris Pratt, Zoe Saldana, Dave Bautista, Vin Diesel, Bradley Cooper, Lee Pace, Michael Rooker, Karen Gillan, Djimon Hounsou, John C. Reilly, Glenn Close, Benicio del Toro e Josh Brolin. Roteirizado por James Gunn e Nicole Perlman, baseado nos quadrinhos da Marvel Comics. Dirigido por James Gunn.

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Mais um filme da Marvel, você pode pensar. E haverá um momento em que um filme enfadonho atrás do outro irá aparecer, e o estúdio vai ter que se reinventar. Felizmente, esse momento ainda não chegou. Guardiões da Galáxia é divertido, espirituoso com personagens marcantes e um roteiro empolgante e bem amarrado do começo ao fim. Apesar de ser um filme com poucas pretensões, leva o universo que começou em 2008 para uma realidade cósmica, onde a ficção científica tem o direito de brincar com alguns conceitos que temos como certos, mas que, no fim das contas, parece não importar muito em nome da irreverência.

Leia mais

Como Treinar seu Dragão 2 | Crítica | How to Train Your Dragon 2

Como Treinar seu Dragão 2. É um filme emocionante, épico, divertido e feito para qualquer apreciador de boas histórias, e não apenas para crianças.

Como Treinar seu Dragão 2

Com Jay Baruchel, Cate Blanchett, Gerard Butler, Craig Ferguson, America Ferrera, Jonah Hill, Christopher Mintz-Plasse, T.J. Miller, Kristen Wiig, Djimon Hounsou e Kit Harington. Roteirizado por Dean DeBlois, baseado na obra de Cressida Cowell. Dirigido por Dean DeBlois (Como Treinar seu Dragão).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"A primeira vez foi emocionante, por mais que os temas de não se deixar pelas aparências e confiar em você mesmo sejam batidos. Como Treinar seu Dragão 2 leva à sério seus personagens, amadurecendo um os jovens vikings que vimos no primeiro filme, mas ainda se identificam com o que eram. E a continuação ganha maiores e melhores proporções. É um filme emocionante, épico, divertido e feito para qualquer apreciador de boas histórias, e não apenas para crianças. Em suma, valerá a pena apreciar sozinho ou acompanhado mais um voo de Banguela e seus parceiros.

Leia mais

Para cima