Postagens Etiquetadas ‘Christopher Nolan’

Dunkirk | Crítica | Dunkirk, 2017, EUA

Dunkirk é um dos melhores trabalhos de Christopher Nolan, um filme de guerra onde se derrama alma e técnica.

Dunkirk (2017) Crítica

Elenco: Fionn Whitehead, Tom Glynn-Carney, Jack Lowden, Harry Styles, Aneurin Barnard, James D’Arcy, Barry Keoghan, Kenneth Branagh, Cillian Murphy, Mark Rylance, Tom Hardy | Roteiro e direção: Christopher Nolan (Interestelar) | Duração: 106 minutos

Nota 10 - um Tigre no cinemaO resgate das tropas inglesas na Operação Dínamo não é o momento mais lembrado da Segunda Guerra Mundial, mas não menos digno de homenagem para Christopher Nolan, como mostra em Dunkirk. Ao escolher focar não apenas nos combates, mas no drama humano, sem dar destaque demais para algum personagem em especial, a produção é uma homenagem ao espírito de união que resgatou mais 300 mil soldados ao invés da glorificação da guerra. O roteiro dosa combates aéreos, dramas pessoais e medos por meio dos personagens que servem de arquétipos para contar aqueles dias de maneira mais direta. Com poucos diálogos e bastante ação, a produção de Nolan traz o horror que é estar tão perto e ao mesmo tão longe de casa, num inferno que parece não haver escapatória.

Leia mais

Interestelar: desconstruindo a desconstrução | TigreCast #73 | Podcast

 

Interestelar: descontruindo a descontrução | TigreCast 73

Mankind was born on Earth. It was never meant to die here.” – Cooper

O novo filme de Cristopher Nolan não alcançou um bom status em geral. Pelo contrário, muita gente disse que a produção foi desastrosa e decepcionante. No último TigreCast de 2014 Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) Matheus Des (@matheusdes) e os convidados Juliana Varella (Facebook) e José Rodrigo Baldin (Central 42 | @jrodbaldin) desconstroem a desconstrução de Interestelar (Interstellar, 2014).

Damos nossas impressões gerais, discutimos de onde vem o falar mal de Interestelar, os temas do filme e se o amor como solução seria um problema. Também rebatemos ponto a ponto a lista da Vulture e exploramos porquê o filme não merece esse massacre.

E com spoilers liberados!

Leia mais

Reproduzir

Interestelar | Crítica | Interstellar, 2014, EUA

Interstellar, 2014

Com Matthew McConaughey, Anne Hathaway, Jessica Chastain, Michael Caine, Bill Irwin e Ellen Burstyn. Roteirizado por Jonathan e Christopher Nolan. Dirigido por Christopher Nolan (Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"

Pode parecer exagero, mas o espaço é como a tela de cinema: provocativo, nos chama para ele, nos engana e nos fascina. E Interestelar, um filme que tudo funciona, é uma prova disso. Seja pela viagem, seja pela relação fraternal, ou mesmo para procurar problemas e acertos envolvendo física e astrofísica, esse é um filme que transcende essas discussões. E ainda podemos dizer, pelo menos mais uma vez, In Nolan We Trust.

Leia mais

A Origem | TigreCast #64 | Podcast

Podcast do filme que fechou com chave de ouro 2000: A Origem (Inception), com Leonardo DiCaprio, Joseph Gordon-Levitt, Ellen Page e Marion Cotillard.

A Origem | TigreCast #65

Se existiu um filme que fechou a década de 2000 com chave de ouro, esse foi A Origem (Inception, 2010, Dir Christopher Nolan). Hoje, Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Des (@matheusdes) discutem como Nolan é um diretor autoral ainda que trabalhe em Hollywood, as várias camadas do filme, a música de Hans Zimmer e a escolha do elenco nesse filme que fala sobre filmes.

E, de quebra, a discussão que todos temos: o pião caiu ou não?

Atenção: Spoilers liberados!

Leia mais

Reproduzir

O Homem de Aço | Crítica | Man of Steel, 2013, EUA

O Homem de Aço é o retorno triunfal do Superman aos cinemas.

"Man of Steel", 2013

Com Henry Cavill, Amy Adams, Michael Shannon, Kevin Costner, Diane Lane, Laurence Fishburne, Antje Traue, Ayelet Zurer, Christopher Meloni e Russell Crowe. Argumento de Christopher Nolan e David S. Goyer. Roteirizado por David S. Goyer. Dirigido por Zack Snyder (Watchmen).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Em 1978, um herói advindo dos quadrinhos de capa vermelha e roupa azul chegou aos cinemas e fez muitos acreditarem que o homem poderia voar. Demorou muito para que o Superman tivesse um retorno digno no cinema. Em 2006 aconteceu um tentativa que não foi ruim, mas também longe de ser boa. Chegamos em 2013 e finalmente o Último filho de Krypton ganhou um filme à altura de seu ícone. Com uma grande ajuda dos responsáveis pela recente trilogia Batman, essa aventura não teve medo de ir à frente e misturar o conceito realista com o de fantasia. É um filme dinâmico, apesar da duração, divertido, às vezes denso e cheio de ação como uma aventura deve ser.

Leia mais

“Superman: O Homem de Aço” será convertido para 3D [#News 25]

É oficial, galera. O novo filme do nosso querido e último filho de Krypton entrará na mania dos 3D. Infelizmente será uma conversão, como já tinha sido adiantado no site is it real or fake 3D? Disse o diretor Zack Snyder:

“O filme vai ser uma experiência visualmente emocionante em todos os formatos: 2D, 3D e IMAX®. Como atualmente o público recebe bem o 3D, nós projetamos e fotografamos o filme de uma forma que permita que O Homem de Aço cative os cinéfilos, respeitando os fãs que preferem uma experiência mais tradicional no cinema. Temos tomado grandes medidas para garantir que o principal seja o filme e a história, e que a versão 3D seja um complemento”

Um enrolação danada para justificar a transição. “Superman: O Homem de Aço” é escrito por David S Goyer, a partir de uma história de Goyer e Christopher Nolan e conta no elenco com Henry Cavill (Superman/Clark Kent), Amy Adams (Lois Lane), Michael Shannon (Zod), Kevin Costner (Jonathan Kent), Diane Lane (Martha Kent), Laurence Fishburne (Perry White), Antje Traue, Ayelet Zurer, Christopher Meloni, Harry Lennix, Michael Kelly, Richard Schiff, e Russell Crowe (Jor-El).

O filme tem previsão de estreia mundial para 12 de julho de 2013.

[lomadeewpro category=” keywords=’superman, dc comics, filmes, blu-ray, bluray, dvd’]

[TigreCast] #003 – Batman Ends – Obrigado, Nolan! | Podcast

Bem-vindos à 3ª edição do TigreCast. Se você perdeu a transmissão pelo Portal São Paulo Digital, pode conferir aqui.

Nesse programa converso com Eduardo Galvão Zolin (site | twitter) e Marcelo Zagnoli (twitter) sobre o legado que Christopher e Jonathan Nolan e David S. Goyer deixaram nos cinemas. Comentamos sobre a trilogia, e fiquem tranquilos que não soltamos spoilers do novo filme.

Dê o play aqui embaixo>

ou clique AQUI com o botão direito do mouse e escolha “salvar link como”!

[Comentado no episódio]
Crítica de “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge”
Doodlebug – curta-metragem de Christopher Nolan
Aurora – música de Hans Zimmer para as vítimas do tiroteio no Colorado

[Estreias da semana]
31 minutos – O Filme
Amor em Pedaços
Ato de Coragem | Crítica
Bel-Ami – O Sedutor
Kate Perry – Part of Me 3D
O que esperar quando você está esperando
Polissia
Sagrado Segredo
Vou Rifar Meu Coração

[Feed e iTunes]
Clique aqui para assinar o Feed!

[Críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @the_tyger
• facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema

Reproduzir

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge | Crítica | The Dark Knight Rises, 2012, EUA

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge é um belo fim, mesmo não sendo perfeito. Leia a crítica!

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Com Christian Bale, Gary Oldman, Tom Hardy, Anne Hathaway, Marion Cotillard e Morgan Freeman. Roteirizado por Christopher Nolan, Jonathan Nolan e David S. Goyer. Dirigido por Christopher Nolan.

“In Nolan We Trust”. Essa frase foi muito usada na internet para mensurar como estávamos confiantes na conclusão da Trilogia Batman nas mãos de Christopher e Jonathan Nolan e David S. Goyer. Depois de sete anos, chegamos a um belo fim. O filme não é perfeito, mas chega bem perto disso. Não é só um ótimo filme, mas também não deixa ponta soltas, e fecha a trilogia de um jeito que poucas séries desse tipo conseguiram. Todos os atores estão muito bem na produção e a música de Hans Zimmer também encontra seu ciclo. Alguns detalhes fazem que o filme não chegue no mesmo patamar do anterior, mas ele consegue ser um pouco melhor do que “Batman Begins” (de 2005). A única coisa triste é que não veremos mais toda essa gente envolvida para nos brindar com um novo filme.

Leia mais

Para cima