Postagens Etiquetadas ‘Chris Pine’

Mulher-Maravilha | Crítica | Wonder Woman, 2017, EUA

Provando seu valor como protagonista Mulher-Maravilha é entretenimento mas também é uma história de causar inveja em muitos filmes chamados sérios.

Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Connie Nielsen, Elena Anaya | Roteiro: Allan Heinberg | Direção: Patty Jenkins (Monster: Desejo Assassino) | Duração: 141 minutos | 3D: Relevante

Quem cresceu lendo todo o panteão da DC Comics tem todo o motivo para sair feliz da sessão de Mulher-Maravilha. E quem apenas acompanhou os filmes, em todas as encarnações anteriores do resto da Trindade, também. Esse não é um filme apenas importante para fãs; também, sem exageros, é para a história do cinema. Ter uma personagem tão popular e tão bem construída é uma inspiração para tantas garotas e mulheres que se encontram pouco representadas nessa indústria. Por trás da cenas de ação, bate um coração com um mensagem importante e que não deve ser ignorada, trazida através de uma personagem popular para que seja recebida mais facilmente.

Leia mais

A Qualquer Custo | Crítica | Hell or High Water, 2016, EUA

A Qualquer Custo pode ser chamado de neo-western, onde o confronto entre o velho e o novo é tão forte quanto a maior das explosões.

A Qualquer Custo (Hell or High Water, 2016)

Elenco: Chris Pine, Jeff Bridges, Ben Foster, Gil Birmingham | Roteiro: Taylor Sheridan | Direção: David Mackenzie | Duração: 102 minutos

No fundo, A Qualquer Custo tem vários elementos narrativos de um western e é proposital. O cenário texano que mostra tanto a solidão quanto uma pretensa modernização é um choque de gerações – o velho e novo, o tradicional e o moderno –, uma situação que os protagonistas tentam fugir. Essa fuga das correntes do passado ao mesmo tempo lidando com problemas modernos, representando pelos bancos, tornam os personagens algo além do clássico bandidos e mocinhos do gênero influenciador de Mackenzie e Sheridan ao ponto de criarmos empatia mesmo com os fora da lei. Ou melhor, aos à margem da sociedade.

Leia mais

Star Trek | TigreCast #148 | Podcast


STar Trek | TigreCast #148 | Podcast

I like this ship! You know, it’s exciting!” – Scooty

Na crista do lançamento de Star Trek: Sem Fronteiras, voltamos a 2009 para discutir o filme que recomeçou tudo: Star Trek, dirigido por J.J. Abrams, contando no elenco com Chris Pine, Zachary Quinto, Simon Pegg, Eric Bana, Karl Urban, Zoe Saldana e os ausentes e Anton Yelchin e Leonard Nimoy.

Nesse podcast, Tiago Lira (@tiagoplira), Marcelo Paradella (@bolapucc) e Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) falam da relação de Sam Raimi e Michael Bay com os roteiristas Roberto Orci e Alex Kurtzman, do legado de Gene Roddenberry e se é ou não é Star Trek. E você, acha que esse é um reboot ou um remake?

Sejam bem-vindos ao TigreCast!

Leia mais

Reproduzir

Star Trek: Sem Fronteiras | Crítica | Star Trek Beyond (2016) EUA

Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Elenco: John Cho, Simon Pegg, Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Karl Urban, Anton Yelchin, Idris Elba | Roteiro: Simon Pegg, Doug Jung | Adaptado de: Gene Roddenberry (Star Trek) | Direção: Justin Lin (Velozes e Furiosos 6).

Star Trek: Sem Fronteiras é apenas mais uma aventura das missões da tripulação da Enterprise, e ainda assim consegue divertir.

7,5 - "tem um Tigre no cinema"Era inevitável. Transformado mais uma vez em franquia, as viagens da NCC1701 Enterprise na nova roupagem de 2009 iria ser menos impressionante eventualmente, e esse momento chegou com Star Trek: Sem Fronteiras. Mas é importante destacar que esse não é, nem de muito longe, um filme ruim. Pelo contrário, ele equilibra ação, aventura, drama e comédia sem perder o caminho delineado pelas produções anteriores. A questão é que a série a partir daqui toma estrutura episódica e, como toda a produção que se sujeita a isso, passa por picos e declínios. Esse é o ponto mais baixo da nova fase, mais ainda tem força para se segurar, mesmo com lugares comuns e elementos usados em outros lugares.

Leia mais

Caminhos da Floresta tem novos pôsteres nacionais e trailer [atualizado] | #NEWS

Caminhos da Floresta é a adaptação de uma peça da Broadway, onde tramas de contos de fadas se cruzam, explorando as consequências dos desejos e das buscas dos personagens. O musical segue os passos de personagens como Cinderela (Anna Kendrick), Chapeuzinho Vermelho (Lilla Crawford), João (o do Pé de Feijão [Daniel Hittlestone]) e Rapunzel (Mackenzie Mauzy) – todos reunidos em uma história original envolvendo um padeiro e sua esposa (James Corden e Emily Blunt), seu desejo de formar uma família e a interação com a bruxa (Meryl Streep) que os amaldiçoou. Outro destaque é o Lobo, interpretado por Johnny Depp.

Veja abaixo as artes liberadas pela Walt Disney Brasil.

Leia mais

Operação Sombra: Jack Ryan | Crítica | Jack Ryan: Shadow Recruit, 2014, EUA

Jack Ryan: Shadow Recruit

Com Chris Pine, Kevin Costner, Kenneth Branagh e Keira Knightley. Roteirizado por Adam Cozad e David Koepp (Homens de Preto 3), baseados na obra de Tom Clancy. Dirigido por Kenneth Branagh (Thor).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Jack Ryan chega à sua quarta encarnação no cinema rodeado por uma nuvem de dúvidas. O personagem criado por Tom Clancy fez sua carreira como um analista, e suas ações raramente chegavam às vias de fato. Nessa produção, o diretor Kenneth Branagh mantém um pouco dessa característica, e moderniza a história de Ryan ao inserir mais ação para um público ávido por ela. Não é uma total distorção da espírito original dos livros, e também não é um filme de ação com alguma novidade. Faz bem o serviço, mas há a sensação de que poderia ter sido mais.

Leia mais

Star Trek: Além da Escuridão (Star Trek: Into Darkness, 2013, EUA) [Crítica]

"Star Trek: Into the Darkness", 2013

Com Chris Pine, Zachary Quinto, Benedict Cumberbatch, John Cho, Alice Eve, Bruce Greenwood, Simon Pegg, Zoe Saldaña, Karl Urban, Peter Weller e Anton Yelchin. Roteirizado por Roberto Orci, Alex Kurtzman (Cowboys e Aliens) e Damon Lindelof (Prometheus). Dirigido por JJ Abrams (Super 8).

9,5/10 - "tem um Tigre no cinema"Existe um inegável peso nos ombros de JJ Abrams para a continuação de um filme corajoso, que conseguiu agradar fãs fervorosos da série Star Trek original, e ganhar gente que nunca foi muito fã das histórias de Kirk e companhia – eu incluso. A franquia renovada agora pode explorar tanto histórias novas, como homenagear o universo original. E é o que acontece aqui. Cheio de referências que vão agradar quem assistiu os episódios da TV e os filmes da tripulação clássica, Além da Escuridão tem personagens carismáticos, atuações fantásticas e efeitos técnicos de tirar o fôlego; não esquecendo o lado humano. Num ano em que grandes produções que se mostraram nada além de medianas – se muito – a nova aventura da Enterprise desponta, até o momento, como o melhor blockbuster do ano.

Leia mais

Para cima