Postagens Etiquetadas ‘Cate Blanchett’

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei | TigreCast #166 | Podcast

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei | TigreCast #166 | Podcast

A day may come when the courage of men fails, when we forsake our friends and break all bonds of fellowship, but it is not this day… This day we fight!” – Aragorn

No podcast de hoje Tiago Lira (@tiagoplira) e Matheus Des (@matheusdes), tão solitários quanto Frodo e Sam em direção à Montanha da Perdição, finalmente fecham uma trilogia. É hora de voltar uma última vez, quem sabe, para a Terra Média e para a Guerra do Anel com a produção de 2003, O SENHOR DOS ANÉIS: O RETORNO DO REI (The Lord of the Rings: The Return of the King)!

Leia mais

Reproduzir

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres | TigreCast #154 | Podcast

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres | TigreCast #154

… There’s some good in this world, Mr. Frodo… and it’s worth fighting for“. – Samwise

Quantas, me digam quantas trilogias mantém a qualidade em todos os filmes? Pra cada Poderoso Chefão existe um Velozes e Furiosos. Pra cada De Volta para o Futuro temos três ou quatro adaptações de futuro distópico… Então, vamos falar de coisa boa, de novo? Continuando para Mordor, seguindo Frodo e Sam, Legolas, Gimli e Aragorn, voltamos para a Terra Média e para o Senhor dos Anéis com AS DUAS TORRES!

Tiago Lira (@tiagoplira), Matheus Des (@matheusdes) e Thiago Damasceno discutem a filmografia de 2002, os novos atores e atriz – Bernard Hill, Karl Urban, Miranda Otto, Brad Dourif, David Wenham e John Noble – e as suas carreiras. Falamos da divisão da narrativa em duas e como Peter Jackson diferencia esses cenários. A grande importância dos detalhes, um dos primeiros memes do Youtube, as mensagens ecológicas e a questão de como o povo oriental é retratado na história. Também de como a montagem do Entebate dá o tom das cenas de ação, como ego, superego e id são representados na história e os maiores signos da história.

E seria Saruman o Donald Trump da Terra Média?

E ESTAMOS DE VOLTA!

Leia mais

Reproduzir

Cinderela | Crítica | Cinderella, 2015, Reino Unido-EUA

Cinderella, 2015

Com Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Stellan Skarsgård, Holliday Grainger, Derek Jacobi, Ben Chaplin, Sophie McShera, Hayley Atwell e Helena Bonham Carter. Roteirizado por Chris Weitz, baseado na obra de Charles Perrault e dos Irmãos Grimm. Dirigido por Kenneth Branagh (Operação Sombra: Jack Ryan).

5/10 - "tem um Tigre no cinema"Você sairá vislumbrando da sessão de Cinderela. Além disso, é um filme sincero, correto e extremamente bem feito, desde o figurino, passando pela fotografia e efeitos especiais e práticos. Mas não vai muito além disso. A inspiração do clássico desenho de 1950 está em vários elementos do filme, não sendo propriamente um remake, e vai à contramão de dar um ar sombrio, como algumas produções tem feito. É a mesma história, têm os mesmo conflitos, o mesmo tudo, com apenas uma ligeira diferença no trato da protagonista e o príncipe. Por isso, será lembrado mais pelo design de produção do que pela história em si.

Sinopse oficial

“Um filme live-action inspirado no clássico conto de fadas, Cinderela dá vida às eternas imagens da obra de arte de animação de 1950 da Disney com seus personagens reais em um espetáculo deslumbrante para uma geração inteiramente nova.”

Leia mais

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos | Crítica | The Hobbit: The Battle of the Five Armies, 2014, EUA

The Hobbit: The Battle of the Five Armies, 2014

Com Martin Freeman, Ian Mckellen, Richard Armitage, Evangeline Lilly, Lee Pace, Luke Evans, Benedict Cumberbatch, Ken Stott, James Nesbitt, Cate Blanchett, Ian Holm, Christopher Lee, Hugo Weaving, Orlando Bloom, Manu Bennett, Mikael Persbrandt, Ryan Gage, Lawrence Makoare, Stephen Fry e Sylvester McCoy. Roteirizado por Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson e Guillermo del Toro. Baseado nas obras de JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"A principal preocupação vinda do filme anterior se confirmou, e o que temos em O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos é uma produção mediana, estendida ao extremo e que se salva por ser um trabalho baseado em Tolkien. A megalomania de Peter Jackson não destruiu a experiência – afinal, ter visitado de novo a Terra Média é satisfatório – mas é visível a falta de dinâmica do diretor que fecha a nova trilogia com bem menos brilho do que o trabalho impecável que foi a trilogia anteriormente dirigida por ele.

Leia mais

Cinderela | Versão live action ganha primeiro trailer #NEWS

Cinderela | Veja o trailer

Hoje a Walt Disney Brasil liberou o primeiro trailer da versão live action de Cinderela, dirigido por Kenneth Branagh (de Operação Sombra – Jack Ryan). Dê o play aqui embaixo para ver a nova versão do conto de fadas.

Como Treinar seu Dragão 2 | Crítica | How to Train Your Dragon 2

How to Train Your Dragon 2, 2014

Com Jay Baruchel, Cate Blanchett, Gerard Butler, Craig Ferguson, America Ferrera, Jonah Hill, Christopher Mintz-Plasse, T.J. Miller, Kristen Wiig, Djimon Hounsou e Kit Harington. Roteirizado por Dean DeBlois, baseado na obra de Cressida Cowell. Dirigido por Dean DeBlois (Como Treinar seu Dragão).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"A primeira vez foi emocionante, por mais que os temas de não se deixar pelas aparências e confiar em você mesmo sejam batidos. Como Treinar seu Dragão 2 leva à sério seus personagens, amadurecendo um os jovens vikings que vimos no primeiro filme, mas ainda se identificam com o que eram. E a continuação ganha maiores e melhores proporções. É um filme emocionante, épico, divertido e feito para qualquer apreciador de boas histórias, e não apenas para crianças. Em suma, valerá a pena apreciar sozinho ou acompanhado mais um voo de Banguela e seus parceiros.

Leia mais

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (The Hobbit: An Unexpected Journey, 2012, EUA) [Crítica]

"The Hobbit: An Unexpected Journey", 2012

Com Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Andy Serkis, Hugo Weaving, Christopher Lee, Elijah Wood, Ian Holm e Cate Blanchett. Roteirizado por  Peter Jackson, Fran Walsh, Philippa Boyens, e Guillermo del Toro, baseado na obra de JRR Tolkien. Dirigido por Peter Jackson.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"“O Hobbit ” foi uma produção cercada de alguns questionamentos, sendo um deles a tecnologia de 48 quadros por segundo e a decisão do diretor de dividir um livro de pouco mais de 300 páginas em três filmes. Não posso opinar ainda sobre a tecnologia nova, mas o que vi na tela me agradou muito. A primeira parte da nova trilogia, “Uma Jornada Inesperada” nos leva de novo à Terra Média num passeio que não dá espaço para receios e medos. Existem alguns erros que levam o filme à ficar longe da nota máxima, mas os acertos são suficientes para dizermos mais uma vez que “in Jackson we trust”.

Leia mais

Para cima