Arquivo para a Categoria ‘Musical’

A Bela e a Fera | Crítica | Beauty and the Beast, 2017, EUA

A adaptação da versão animada de A Bela e a Fera para o live action é tão deslumbrante quanto o original.

A Bela e a Fera (2017)

Elenco: Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Kevin Kline, Josh Gad, Ewan McGregor, Stanley Tucci, Audra McDonald, Gugu Mbatha-Raw, Ian McKellen, Emma Thompson | Roteiro: Stephen Chbosky, Evan Spiliotopoulos | Baseado em: A Bela e Fera – Disney e A Bela e Fera (Jeanne-Marie Leprince de Beaumont) | Direção: Bill Condon (A Saga Crepúsculo: Amanhecer) | Duração: 129 minutos

Percebendo que seria impossível desassociar um evento de outro, a versão com atores e atrizes de A Bela e a Fera abraça a nostalgia ao manter músicas e personagens, mas usa o tempo maior de projeção, cerca de 30 minutos a mais que o original, para expandir a história que já conhecemos. Entre se arrepiar com as músicas que fizeram o desenho de 1991 se tornar amado e algumas poucas atualizações, entre figuras e músicas, a produção marca pelo deslumbre visual, figuras de fácil identificação e temas universalmente conhecidos, a nova versão é tão boa quanto a clássica e está pronta para encontrar novos apreciadores.

Leia mais

La La Land: Cantando Estações | Crítica | La La Land, 2016, EUA

La La Land: Cantando Estações é como a vida – uma mistura de amor e coração partido.

La La Land: Cantando Estações (2016)

Elenco: Ryan Gosling, Emma Stone, John Legend, Rosemarie DeWitt, J. K. Simmons | Roteiro e direção: Damien Chazelle (Whiplash: Em Busca da Perfeição) | Duração: 128 minutos

Nota 10 - um Tigre no cinemaSão tantos sentimentos que se passam depois de uma sessão de La La Land: Cantando Estações que é difícil expressar todos. Fica até uma ponta de medo de ser injusto e deixar algo de fora. O filme pode ser apreciado como homenagem ao cinema, um drama romântico, um musical, uma comédia ou ainda tudo isso – sem perder o equilíbrio entre um gênero e outro. Os personagens nos cativam, as situações nos arrebatam e os detalhes nos fascinam, sendo impossível dissociar um elemento do outro. E esses elos formam uma corrente que nos aperta tão forte que saímos marcados dela, com vontade de sorrir e chorar nessa mistura de sonho e realidade.

Leia mais

A Escolha Perfeita 2 | Crítica | Pitch Perfect 2, 2015, EUA

A Escolha Perfeita 2 diverte nos momentos musicais, apesar da narrativa arrastada.

Pitch Perfect 2, 2015

Com Anna Kendrick, Rebel Wilson, Hailee Steinfeld, Brittany Snow, Skylar Astin, Adam DeVine, Katey Sagal, Anna Camp, Alexis Knapp, Hana Mae Lee e John Michael Higgins. Roteirizado por Kay Cannon. Dirigido por Elizabeth Banks.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"É compreensível que depois da sessão de A Escolha Perfeita 2 se sentir um pouco confuso. Não por causa de efeitos, ou por não entender o roteiro, mas os momentos de diversão do mundo demoram muito para acontecer. E quando acontecem praticamente nos fazem perdoar as fracas opções de Elizabeth Banks, estreando na direção, e de Kay Cannon, que não produziu nada entre o filme original e esse. Existem muitos problemas, desde algumas piadas, conceitos, fotografia e até na questão da representatividade. Ainda que divertido, o filme empolga mais por seus momentos musicais do que a redescoberta pessoal de cada uma das Bellas.

Leia mais

Jersey Boys: Em Busca da Música | Crítica | Jersey Boys, EUA, 2014

Jersey Boys, 2014

Com John Lloyd Young, Erich Bergen, Michael Lomenda, Vincent Piazza e Christopher Walken. Roteirizado por Marshall Brickman e Rick Elice (baseado na própria peça da Broadway). Dirigido por Clint Eastwood (Curvas da Vida).

6/10 - "tem um Tigre no cinema"Jersey Boys: Em Busca da Música é um filme direcionado à um nicho, os fãs dos Four Seasons e daquele estilo musical influenciado por Frank Sinatra. As músicas que são tocadas ao longo do filme com certeza emocionaram alguns, mas a narrativa em si não deslancha. Isso não quer a história verdadeira tenha sido desse jeito, mas assim foi apresentada na tela. Para quem viveu a época, servirá para relembrar os momentos enquanto encara uma história desinteressante.

Leia mais

Os Miseráveis | Crítica | Les Misérables, 2012, Reino Unido

Os Miseráveis é uma boa produção, apesar do diretor.

"Lés Miserables", 2012

Com  Hugh Jackman, Russell Crowe, Anne Hathaway, Amanda Seyfried, Eddie Redmayne, Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen. Roteirizado por  William Nicholson, Alain Boublil, Claude-Michel Schönberg e Herbert Kretzmer, baseados na montagem da Broadway e no romance de Victor Hugo. Dirigido por Tom Hooper (O Discurso do Rei).

9/10 - "tem um Tigre no cinema"O que acontece ao vermos injustiças costuma ser asco, se você não é nenhum sociopata. E a belíssima história escrita por Victor Hugo em 1862 mostra o estado de pessoas miseráveis e destroçadas, tanto em espírito quanto na sua pobreza financeira. Mas com grande esperança, o autor também compreendia que o espírito humano é capaz de enormes feitos. E o diretor Tom Hooper consegue passar essa emoção durante vários momentos de “Os Miseráveis”. Mesmo transportando a versão musical da Broadway para o cinema, o que pode afastar um público que não é apreciador de um gênero que vai ser cantado do início ao fim, é impossível não se apaixonar e se emocionar com os temas entoados. A história universal de dor, esperança e redenção foram muito bem construídos na nova versão para os cinemas da história e que, apesar de alguns pouco erros, deve emocionar quem assiste.

Leia mais

Para cima