Arquivo para a Categoria ‘7/10’

Operação Sombra: Jack Ryan | Crítica | Jack Ryan: Shadow Recruit, 2014, EUA

Jack Ryan: Shadow Recruit

Com Chris Pine, Kevin Costner, Kenneth Branagh e Keira Knightley. Roteirizado por Adam Cozad e David Koepp (Homens de Preto 3), baseados na obra de Tom Clancy. Dirigido por Kenneth Branagh (Thor).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Jack Ryan chega à sua quarta encarnação no cinema rodeado por uma nuvem de dúvidas. O personagem criado por Tom Clancy fez sua carreira como um analista, e suas ações raramente chegavam às vias de fato. Nessa produção, o diretor Kenneth Branagh mantém um pouco dessa característica, e moderniza a história de Ryan ao inserir mais ação para um público ávido por ela. Não é uma total distorção da espírito original dos livros, e também não é um filme de ação com alguma novidade. Faz bem o serviço, mas há a sensação de que poderia ter sido mais.

Leia mais

Ninfomaníaca – Volume 1 | Crítica | Nymphomaniac – Volume 1, 2014, Dinamarca-Alemanha-França-Bélgica

Ninfomaníaca - Volume 1

Com Charlotte Gainsbourg, Stellan Skarsgård, Stacy Martin, Shia LaBeouf, Christian Slater, Uma Thurman, Sophie Kennedy Clark e Connie Nielsen. Escrito e dirigido por Lars von Trier (Anticristo).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Fazer uma análise de caso na maioria dos filmes de Lars von Trier é um desafio. Ele é um cineasta de várias qualidades, participou do projeto Dogma, e trouxe mais de uma obra notável ao cinema. Um dos mais impressionantes diretores de uma onda mais recente do cinema – com aspas enormes, já que ele dirige desde os anos 1980 – Trier apresenta outra obra controversa: pela duração de cinco horas, que comercialmente teve que ser divida em duas partes, e o sexo explícito, trazido do cinema pornográfico para as salas comuns. Esse universo tem suas qualidades, mas também grandes problemas. Além do questionamento do por que usar cenas reais e não sugeridas, o que torna a experiência em algo sujo, seria muito melhor se não houvesse a divisão, ou se ela fosse pensada na sala de montagem de outro jeito.

ATENÇÃO: Essa crítica não é recomendada para menores de 18 anos.

Leia mais

Tatuagem | Crítica | 2013, Brasil

Tatuagem-post

Com Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, Rodrigo García, Sílvio Restiffe, Sylvia Prado, Ariclenes Barroso. Roteirizado e dirigido por Hilton Lacerda.

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Corajoso e contestador são bons elogios para “Tatuagem”. O mesmo pode-se dizer da direção de Hilton Lacerda, e de seus personagens nessa história de um relacionamento homossexual pouco explorado no cinema nacional. Porém, fica uma sensação de questionamento no ar, e não porque o diretor quis deixar a história em aberto: a pergunta é do que se trata o filme. Faltando um pouco mais de fio narrativo, é fato que quer se provar alguma coisa. O que funciona como uma tese, a discussão de uma ideia. Como cinema, é incompleto.

Leia mais

Kick-Ass 2 | Crítica | Kick-Ass 2, 2013, EUA-Reino Unido

KICK_ASS_2-POST

Com Aaron Taylor-Johnson, Christopher Mintz-Plasse, Chloë Grace Moretz e Jim Carrey. Roteirizado por Jeff Wadlow, baseado nos quadrinhos de Mark Millar e John Romita Jr. Dirigido por Jeff Wadlow (Cry Wolf).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Em 2010, o diretor Matthew Vaughn trouxe às telas uma história adaptada dos quadrinhos sobre um adolescente que se pergunta por que ninguém tinha tentado ser um super-herói de verdade. O filme do vigilante é de uma competência enorme, e muito disso vem do carisma da personagem feminina. Agora como produtor, Vaughn passa o cargo de diretor para Jeff Wadlow, que vem de uma série de filmes de gosto duvidoso.  E com “Kick-Ass 2″ ele tem sua melhor chance, e que foi claramente supervisionado.  É muito cedo para dizer que o diretor teve uma evolução, porém por ter personagens carismáticos demais além da supervisão de Vaughn ajudam o resultado final da produção.

Leia mais

Círculo de Fogo (Pacific Rim, 2013, EUA) [Crítica]

"Pacific Rim", 2013

Com Charlie Hunnam, Idris Elba, Rinko Kikuchi, Charlie Day, Robert Kazinsky, Max Martini e Ron Perlman. Argumento de Travis Beacham. Roteirizado por Travis Beacham e Guillermo del Toro (Hellboy).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"É essencial entender que, antes de tudo, “Círculo de Fogo” é uma homenagem de Guillermo del Toro ao gênero de monstros gigantes japoneses – como Godzilla, Gamera e Mothra. O termo kaiju usado no filme é o mesmo que representa o gênero de seres gigantescos e fantásticos que vem da Ásia. Depois, é um filme de ação extremamente empolgante, com lutas entre seres gigantes destruindo meia cidade pelo caminho. É uma catarse tão grande que fica fácil se perder. Apesar disso, falta profundidade e drama. Tanto que nem parece um filme com roteiro digno de del Toro.

Leia mais

O Cavaleiro Solitário (The Lone Ranger, 2013, EUA) [Crítica]

"The Lone Ranger", 2013
Com, Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson, William Fichtner, Barry Pepper, James Badge Dale, Ruth Wilson e Helena Bonham Carter. Argumento e roteiro de Ted Elliott, Terry Rossio e Justin Haythe. Dirigido por Gore Verbinski (Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem dois grandes problemas com “O Cavaleiro Solitário”. O primeiro é que ele é muito óbvio, porque não se toma mais do que dois minutos para descobrir quem é o verdadeiro vilão da história, o que se releva por se tratar de um filme da Disney. O segundo é por ter sido concebido como blockbuster. Ou seja, tem a necessidade de retorno financeiro por causa do dinheiro envolvido entre marketing e escalação de atores, além falta de liberdade criativa para adequar à censura 12 anos – ou PG-13 nos EUA. Deixando isso de lado, é um filme com bons momentos de diversão, e até mais sombrios, o que é uma ousadia, se levarmos em conta que é a produtora é dona do Mickey Mouse. Apesar de longo, e seria bem mais dinâmico e agradável se tivesse vinte minutos a menos, é interessante ver um ícone da TV com uma roupagem nova, mesmo que um tanto megalomaníaca, nas mãos de tão versátil diretor.

Leia mais

Guerra Mundial Z (World War Z, 2013, EUA) [Crítica]

"World War Z", 2013

Com Brad Pitt, Mireille Enos, Fana Mokoena, Daniella Kertesz, David Morse, Matthew Fox, Abigail Hargrove e Sterling Jerins. Argumento de Matthew Michael Carnahan e J Michael Straczynski. Roteirizado por Matthew Michael Carnahan, Drew Goddard e Damon Lindelof, baseado no romance de Max Brooks. Dirigido por Marc Foster (007 Quantum of Solace).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Justiça seja feita. “Guerra Mundial Z” tem tudo que se espera de um blockbuster. Boas sequencias de ação, um ator com força e carisma, produtores poderosos, e a aval de um grande estúdio. Tudo parecia ir bem até as notícias do dinheiro que foi gasto com refilmagens e a pressa em trazer gente para rever partes da história, o que resultou em três roteiristas escrevendo e reescrevendo tanto o argumento quanto o roteiro. O caos da produção se refletiu na tela e, apesar de ter várias qualidades, o resultado é apenas um filme bom, mas com a impressão que poderia ter sido muito melhor.

Leia mais

O Grande Gatsby (The Great Gatsby, 2013, EUA) [Crítica]

"The Great Gatsby", 2013

 

Com Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire, Carey Mulligan, Joel Edgerton, Isla Fisher, Elizabeth Debicki e Jason Clarke. Roteirizado por Baz Luhrmann e Craig Pearce, baseado no romance de F Scott Fitzgerald. Dirigido por Baz Luhrmann (Romeu + Julieta).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"É preciso dizer que esse filme é grandioso, quase megalomaníaco, e típico de Baz Luhrmann. Usando e abusando de efeitos de CGI em telas verdes, a história clássica sobre a falta de moral, do materialismo, e do sonho americano contraposto por uma paixão arrebatadora ganham contornos com muita cor e brilho, envoltos por uma mistura de jazz e pop. O diretor mais uma vez abraça a sua natureza cinematográfica de muito luxo, glamour e grandes planos abertos para contar uma história trágica. Por isso, se prepare para ver mais Luhrmann do que nunca, o que pode agradar mais uns do que outros.

Leia mais

Meu Namorado é um Zumbi (Warm Bodies, 2013, Canadá) [Crítica]

"Warm Bodies", 2013

Com Nicholas Hoult, Teresa Palmer, Rob Corddry, Dave Franco, Analeigh Tipton, Cory Hardrict e John Malkovich. Roteirizado por Jonathan Levine, baseado no romance de Isaac Marion. Dirigido por Jonathan Levine (50/50).

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Meu primeiro professor de cinema dizia que não existem mais histórias originais. Os temas greco-romanos, judaico-cristãos e Shakespeare são o compêndio do que ser humano consegue criar. Pois a formula de “Meu Namorado é um Zumbi” é a mesma base de Romeu e Julieta, um amor impossível, com o tema do momento que são zumbis. Começando de um jeito interessante, revisando o conceito de morto-vivo, o filme cai para romance formulaico.  Poderia ser muito melhor se assumisse o lado de paródia inicial ao invés de buscar agradar o público adolescente feminino, mas, surpreendentemente, é um filme é satisfatório.

Leia mais

O Último Desafio (The Last Stand, 2013, EUA) [Crítica]

"The Last Stand", 2013

Com Arnold Schwarzenegger, Forest Whitaker, Johnny Knoxville, Rodrigo Santoro, Luis Guzmán, Jaimie Alexander, Eduardo Noriega, Peter Stormare, Zach Gilford, Genesis Rodriguez e Harry Dean Stanton. Roteirizado por Andrew Knauer. Dirigido por Kim Ji-woon.

7/10 - "tem um Tigre no cinema"Na primeira cena de “O Último Desafio” um policial aparece comendo uma rosquinha durante a sua patrulha. Ou seja, o diretor Kim Ji-woon diz logo de cara que o filme será um festival de clichês. O policial honesto, o traficante latino, a redenção de um personagem que antes foi popular e o bando de investigadores idiotas estão todos lá. Ainda assim, funciona; e Kim prova que nem todo clichê é ruim. O filme que marca a volta de Schwarzenegger como protagonista aposta na ação e momentos divertidos. Não é profundo, mas é uma boa volta ao gênero desse ator tão querido, e que com certeza perderia muito do charme se não tivesse o brucutu austríaco encabeçando o elenco.

Leia mais

Para cima