Arquivo para a Categoria ‘4/10’

Paixão Obsessiva | Crítica | Unforgettable, 2017, EUA

Paixão Obsessiva é um conjunto de obviedades que piora ao notarmos que existia um caminho bem mais interessante para a trama.

Paixão Obsessiva (Unforgettable), 2017

Elenco: Katherine Heigl, Rosario Dawson, Geoff Stults, Isabella Rice, Cheryl Ladd | Roteiro: Christina Hodson, David Leslie Johnson | Direção: Denise Di Novi | Duração: 100 minutos

Paixão Obsessiva se confunde na falta de compromisso, preferindo contar uma história com desenvolvimento e fechamento clichês, sendo que havia muito espaço para ousar. Ainda que toque em temas importantes e ainda em voga para dar voz às minorias – no caso, se levantando contra o machismo e o racismo – o desenvolvimento da história em si é tão comum que não exige do espectador nenhum tipo de questionamento da índole das personagens, mas é possível ver de longe outros resultados mais interessantes para trama, já que todos os elementos para isso estão ali, de bandeja para serem usadas pela diretora que faz um bom trabalho na cadeira. Mas não é uma qualidade refletida no roteiro.

Leia mais

O Espaço Entre Nós | Crítica | The Space Between Us, 2017, EUA

O Espaço Entre Nós é um romance típico que tenta se diferenciar ao usar o tema da colonização do planeta vermelho como plano de fundo.

O Espaço Entre Nós (2017) | Crítica

Elenco: Gary Oldman, Asa Butterfield, Carla Gugino, Britt Robertson | Argumento: Stewart Schill, Richard Barton Lewis, Allan Loeb | Roteiro: Peter Chelsom (Escrito nas Estrelas) | Duração: 121 minutos

Apenas para reforçar, a boa ficção científica fala do futuro como uma crítica ao presente, algo que passa bem longe de O Espaço Entre Nós. Ao preferir se concentrar na relação entre dois jovens distantes, a produção se perde ao não abrir o leque da grande dificuldade que um humano teria se tivesse pouco contato com a própria raça. Além de ser piegas, não existe muita dificuldade na jornada do protagonista, com uma conveniência atrás da outra, e pouco se importa no desenvolvimento de seus personagens. A escolha de fazer um romance adolescente ao invés de um filme questionador é o grande problema do filme, ainda mais quando percebemos que havia espaço para os dois temas.

Leia mais

Assassin’s Creed | Crítica | Assassin’s Creed, 2016, EUA

Infelizmente, Assassin’s Creed não rompe a barreira da qualidade do mundo dos games para o cinema. E esse não é o único problema da produção.

Assassin’s Creed (2016)

Elenco: Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons, Brendan Gleeson, Charlotte Rampling, Michael K. Williams | Roteiro: Michael Lesslie, Adam Cooper, Bill Collage | Baseado em: Assassin’s Creed (Ubisoft) | Direção: Justin Kurzel (Macbeth: Ambição e Glória) | Duração: 116 minutos

4/10 - "tem um Tigre no cinema"A intenção dos produtores de Assassin’s Creed fica bem clara na transposição do famoso game para o cinema: aproveitar um das mais franquias mais famosas do mundo para fazer a sua própria. E quando se pensa exclusivamente nesse sentido mercadológico o resultado é medíocre. Para a crítica pouco importa se a transposição de uma mídia para outra é fiel – e em muitos elementos não é –, mas pegar uma ideia para espremê-la na intenção de tirar algum lucro só funcionaria com bons elementos. E existem poucos nessa narrativa que se não está cansando a audiência, esta pouco se importando com o desenvolvimento e motivação dos personagens.

Leia mais

Passageiros | Crítica | Passengers, 2016, EUA

Passageiros é uma versão de Titanic no espaço e deixa a ficção científica em segundo plano em favor de um romance eticamente questionável.

Passageiros (2016)

Elenco: Jennifer Lawrence, Chris Pratt, Michael Sheen, Laurence Fishburne, Andy García | Roteiro: Jon Spaihts (Doutor Estranho) | Direção: Morten Tyldum (O Jogo da Imitação) | Duração: 116 minutos | 3D: Relevante

4/10 - "tem um Tigre no cinema"A ideia de colonizar o espaço é tema de inúmeras ficções científicas há pelo menos um século, cada autor com sua peculiaridade. Porém Passageiros deixa o discurso da procura da humanidade, ou o que nos faz humanos, de lado para apostar num romance genérico, igual a qualquer outro filme do gênero com a diferença de se passar no espaço. Embalado por efeitos especiais extremamente bem feitos, apesar do 3D sem imperceptível, fica a impressão de que Tyldum foi contratado para um projeto que serve para destacar uma das atrizes mais bem pagas da indústria num filme praticamente seu, mostrando o lado ruim de tratar o cinema apenas como entretenimento, se importando mais com a forma do que com o conteúdo.

Leia mais

A Última Ressaca do Ano | Crítica | Office Christmas Party, 2016, EUA

A Última Ressaca do Ano (2016)

Elenco: Jason Bateman, Olivia Munn, T. J. Miller, Jillian Bell, Courtney B. Vance, Kate McKinnon, Jennifer Aniston | Roteiro: Justin Malen, Laura Solon, Dan Mazer | Argumento: Jon Lucas, Scott Moore, Timothy Dowling, Guymon Casady | Direção: Will Speck, Josh Gordon

A Última Ressaca do Ano funcionaria se fosse um curta metragem ou um daqueles especiais de fim de ano.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"A Última Ressaca do Ano é um filme que lembra aqueles quadros de festas da televisão que reúne alguns nomes conhecidos – outros nem tanto – numa descompromissada diversão para encerrar o ano em alto astral. E se fosse isso, um programa curto com trinta minutos ou mesmo uma hora, funcionaria melhor. O que acontece é que não há muito história para analisar e o resultado final é esticado para quase cem minutos, mais comerciais, que servem para preencher um horário na sala de cinema. O resultado é um filme com algumas risadas, mas não o suficiente para sair mais leve do que quando entramos.

Leia mais

É Apenas o Fim do Mundo | Crítica | Juste la fin du monde, 2016, Canadá-França

É Apenas o Fim do Mundo (2016)

Elenco: Gaspard Ulliel, Léa Seydoux, Vincent Cassel, Marion Cotillard, Nathalie Baye | Roteiro: Xavier Dolan | Baseado em: Juste la fin du monde (Jean-Luc Lagarce) | Direção: Xavier Dolan (Mommy)

Xavier Dolan descarta uma boa história por esquecer que está fazendo cinema em É Apenas o Fim do Mundo.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Podemos enxergar no cerne de É Apenas o Fim do Mundo um discurso interessante. Adaptado de uma peça teatral, portanto fora da originalidade do diretor, é a história do filho pródigo e suas consequências da volta para casa. Apesar da sensibilidade inerente ao tema, o desenvolvimento da narrativa não funciona. Dolan não entendeu que estava tratando de cinema e não de teatro, e a passagem de uma arte para outra, pelo menos nas mãos do canadense, é cheia de problemas que passam pela montagem, diálogos, dinamismo e até na direção de personagens. A pessoalidade da trama é totalmente apagada por esses motivos, frustrando o drama proposto.

Leia mais

Pets: A Vida Secreta dos Bichos | Crítica | The Secret Life of Pets (2016) EUA

Pets – A Vida Secreta dos Bichos (2016)

Elenco: Louis C.K., Eric Stonestreet, Kevin Hart, Steve Coogan, Ellie Kemper, Bobby Moynihan, Lake Bell, Dana Carvey, Hannibal Buress, Jenny Slate, Albert Brooks | Roteiro: Brian Lynch, Cinco Paul, Ken Daurio | Direção: Chris Renaud, Yarrow Cheney

Pets – A Vida Secreta dos Bichos pode ser definido como fofo, apostando fortemente nisso e é mais um exemplo da capacidade técnica da animação 3D. Mas não vai além disso.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Nós amamos nossos bichos de estimação, alguns como seus próprios filhos. Então, qualquer uma dessas pessoas automaticamente se identificará com Pets – A Vida Secreta dos Bichos, principalmente nos primeiros minutos de projeção. No entanto, depois desse momento extremamente fofo, percebe-se que essa é uma produção com muito por fora, mas com pouco conteúdo. Fica a sensação que o filme foi feito com um proposito maior de vender brinquedos de seus adoráveis personagens do que contar uma boa história. Tudo o que vemos na tela se é inversamente proporcional à estrutura, tornando a animação em algo sem alma que é suportável apenas por algumas homenagens e pela curta duração.

Leia mais

O Bom Gigante Amigo | Crítica | The BFG (2016) EUA

O Bom Gigante Amigo (2016)

Com Mark Rylance, Ruby Barnhill, Penelope Wilton, Jemaine Clement, Rebecca Hall, Rafe Spall, Bill Hader. Roteirizado por Melissa Mathison, baseado no romance de Roald Dahl. Dirigido por Steven Spielberg (Ponte dos Espiões).

Pensado para audiências muito infantis, O Bom Gigante Amigo tem belos momentos visuais, mas falha em contar uma história interessante.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"A história de Roald Dahl provavelmente encantou muitas crianças, e talvez tenha ampliado seu alcance com a animação de 1989. E nessa época nostálgica que vivemos – olhe ao seu redor a quantidade de filmes que trazem clássicos da infância ou os homenageiam – parecia certeira a opção de Spielberg em trazer para o cinema O Bom Gigante Amigo. Porém, nem o diretor e nem a roteirista Melissa Mathison conseguem transformar o original em algo interessante durante a projeção, apostando no CGI e no belo visual. É um filme com um escopo pequeno, agradando apenas crianças muito novas – de dez anos, no máximo – mas que funcionaria melhor como um episódio curto para a televisão.

Leia mais

X-Men: Apocalipse | Crítica | X-Men: Apocalypse (2016) EUA

X-Men: Apocalipse (2016)

Com James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Oscar Isaac, Nicholas Hoult, Rose Byrne, Tye Sheridan, Sophie Turner, Olivia Munn, Lucas Till, Ben Hardy e Amanda Shipp. Argumento de Simon Kinberg. Roteirizado por Bryan Singer, Michael Dougherty, Dan Harris e Simon Kinberg. Baseado nos Quadrinhos da Marvel Comics. Dirigido por Bryan Singer (Jack: O Caçador de Gigantes).

Em X-Men: Apocalipse não apenas os mutantes estão de volta. Todos os clichês vieram juntos.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Há uma piada dentro de X-Men: Apocalipse que remete à encarnação anterior da franquia que, por ironia ou mea culpa, funciona para o terceiro filme da nova era. Chega a ser decepcionante perceber que o argumento do filme é interessante, mas tão mal executado. Mesmo se tratando de um universo vindo dos quadrinhos, são muitos clichês e repetições vindas do próprio universo, mostrando uma falta de esforço no desenvolvimento. Pior que ser uma colagem de outras produções parecidas, essa se perde numa autofagia que serve apenas para alimentar o ego dos produtores, como se dissessem que o que fizeram antes é tão importante que basta por si só.

Leia mais

Como Sobreviver a um Ataque Zumbi | Crítica | Scouts Guide to the Zombie Apocalypse (2015) EUA

Scouts Guide to the Zombie Apocalypse, 2015

Com Tye Sheridan, Logan Miller, Joey Morgan, Sarah Dumont, David Koechner, Halston Sage, Cloris Leachman. Argumento de Carrie Evans, Emi Mochizuki e Lona Williams. Roteirizado por Carrie Evans, Emi Mochizuki, Christopher Landon. Dirigido por Christopher Landon.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Eles se recusam a ficar mortos, mas seria bom dar um descanso ao gênero dos mortos-vivos. Como Sobreviver a um Ataque Zumbi faz comédia com o tema numa mistura de piadas sujas e pesadas, típicas de um amor escatológico bem comum ao gosto de quem cresceu assistindo pérolas como South Park. É um filme com ações e situações improváveis e cenas que fazem força para ser pior que a anterior – quando você assiste uma e pensa que nada pode ser pior que aquilo, acredite, eles conseguem. O roteiro escrito e reescrito por seis pessoas diferentes é confuso e lotado de inacreditáveis conveniências para dar algum tipo de sentido àquela bagunça generalizada, representando muito do que há de errado no sistema americano de fazer cinema.

Leia mais

Peter Pan | Crítica | Pan, 2015, EUA-Reino Unido

Pan, 2015

Com Levi Miller, Hugh Jackman, Garrett Hedlund, Rooney Mara, Amanda Seyfried, Adeel Akhtar, Cara Delevingne. Roteirizado por Jason Fuchs, baseado na obra de J. M. Barrie. Dirigido por Joe Wright (Orgulho e Preconceito).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Nós sabemos. Hollywood insiste cada vez em menos na originalidade, e Peter Pan é um exemplo máster disso. Joe Wright, num papel que aparenta ser apenas o de um diretor contratado de um grande estúdio, traz uma obra direcionada para crianças que até irá entretê-las. Afinal, tem um garoto que voa e piratas. Mas é tão cheia de clichês, com tanta inconsistência nos seus personagens que mesmo os pais que acompanharão as crianças não se sintam entediados no filme, confirmarão estamos cansados. Cansados de ver uma aventura onde sabemos que os personagens vão se sair bem não importa o problema, de estereótipos e profecias de um escolhido. Isso sim é extremamente irritante.

Leia mais

Maze Runner: Prova de Fogo | Crítica | Maze Runner: The Scorch Trials, 2015, EUA

Maze Runner: The Scorch Trials, 2015

Com Dylan O’Brien, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Dexter Darden, Nathalie Emmanuel, Giancarlo Esposito, Alexander Flores, Aidan Gillen, Ki Hong Lee, Jacob Lofland, Barry Pepper, Rosa Salazar, Lili Taylor, Alan Tudyk e Patricia Clarkson. Roteirizado por T.S. Nowlin, baseado na obra de James Dashner. Dirigido por Wes Ball (Maze Runner: Correr ou Morrer).

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Existem muitos problemas nessa continuação. Seja linhas de roteiro, clichês ou conveniências, você vai encontrar tudo isso em Maze Runner: Prova de Fogo. É provável que a jovem audiência desse (outro) futuro distópico seja menos conhecedor desses elementos, mas não justifica o seu exacerbado uso. Ainda que segure o ritmo, poderia ser ligeiramente mais enxuto. No festival de erros, o que piora a segunda parte que termina sem fechar o próprio ciclo, fica a sensação de que há pouquíssimo para ser contada na já programada continuação. O que já deixará o espectador com um enorme pé no freio, prejudicando desde já o futuro.

Leia mais

Para cima