0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A Vida Secreta de Walter Mitty é uma daquelas pequenas joias que ocuparam um lugar especial no seu coração.

A Vida Secreta de Walter Mitty

Com Ben Stiller, Kristen Wiig, Shirley MacLaine, Adam Scott, Kathryn Hahn e Sean Penn. Roteirizado por Steve Conrad (A Busca pela Felicidade), baseado na obra de James Thurber. Dirigido por Ben Stiller.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"A vida precisa de substância. De vez em quando, a encontramos em lugares como nesta película que marca uma evolução de Ben Stiller na direção e atuação. Recheado de momentos mágicos e gostosos – melhor definição não há para essa produção – “A Vida Secreta de Walter Mitty” traz sonhos, aventura, comédia e é um pequeno retrato da busca pela felicidade e alegria de viver a vida. Por mais que esses títulos pertençam também à outras produções, eles não são problemas neste filme que ocupará um lugar especial no coração dos sonhadores.

Walter Mitty (Stiller) é um editor de fotografia da Life Magazine que mais do frequentemente tem devaneios enquanto acordado. Quando o foto jornalista Sean O’Connell (Penn) envia uma fotografia especial para ser usada na última capa da revista, Mitty descobre que o negativo se perdeu. Como última missão para a revista e para viver um pouco além de seus sonhos, ele decide procurar Sean e descobrir o paradeiro da foto antes que a revista feche as portas.

O primeiro parágrafo desta crítica pode parecer pessoal demais. E é mesmo. A arte é uma coisa subjetiva, então não se espante tantas opiniões diferentes, pois o filme vai mexer com pessoas diferentes de meios diferentes. Baseado numa clássica história americana – que não li, e que já teve outra adaptação cinematográfica em 1947 – os vários planos que passam na cabeça de Mitty ganham vida por meio de uma interação belíssima de CGI e efeitos práticos. Assim como o nosso pensamento, o real se mistura com o imaginário com poucas nuances na fotografia. Elas estão ali, mas o resultado é tão fantasioso que a opção por ser mais contido funcionou muito bem. Acontece por exemplo, no primeiro devaneio em tela, quando Mitty está numa plataforma de trem e pula até um prédio em chamas para salvar a cadela da colega de trabalho Cheryl Melhoff (Wiig), por quem ele tem uma queda. Um pouco mais a frente acontece a mesma coisa, quando mais uma vez na própria cabeça, ele faz uma piada com o novo chefe Ted Hendricks (Scott). Interessante que enquanto Mitty fica no seu estado de sonho, o tempo passa, o que faz ser alvo de chacota por outros funcionários. Mas o roteiro e a direção criam um personagem tão carismático que é impossível não tomar suas dores, aceitar seus momentos e torcer para que tudo dê certo.

Ainda falando dos supostos deméritos do filme, pode parecer em certos momentos que o filme despenca para a propaganda – como em “Os Estagiários” (The Internship, 2013) – ou ainda para a autoajuda. Discordo desse pensamento. Em primeiro lugar, apesar do tema da Life ser usado em vários momentos, aquele não é um bom momento para a empresa, que está passando por demissões em massa. Segundo, por que o tema de superação implícito e representada pela música Space Oddity (Dadiv Bowie) não segue nenhum tipo de cartilha. Apesar de Cherryl sugerir que Mitty vá atrás de Sean, é dele toda a iniciativa de buscar a foto perdida, num misto de senso de dever – já que ele em anos de trabalho nunca perdeu um negativo sequer – e de companheirismo, pois sabe que a perda da foto representa também a demissão do colega de trabalho.

Fantasia e realidade se chocam à medida que Mitty deixa sua vida comum para viver aventuras de verdade. Para mostrar a mudança para o real, o diretor usa de raccords e montagens fantásticas: tomadas de cima, cenas dos aviões, e até as da vida real versus sonho são importantes para o entendimento da trama. De novo, as diferenças são sutis, mas durante o segundo ato, Mitty aparece hesita em momentos, com o de pular em um helicóptero, mas mantém o lirismo ao colocar Cherryl tocando mais uma vez a música de Bowie no violão, dando coragem ao personagem título.

Vida_Secreta_de_Walter_Mitty

” A Vida Secreta de Walter Mitty” é uma daquelas produções que tem um pouco de tudo: o drama representado pela eminência da perda de emprego; a contradição entre a vida metódica real e a fantasiosa; a comédia nos devaneios e nos momentos reais – onde pelo menos uma vez a realidade se machuca Mitty por causa dos seus sonhos – e a essência da vida. Destinado, talvez, ao mercado cult, esta é uma pequena pérola de fim de ano para todos os públicos, que mostra o valor de sonhar e também de realizar estes sonhos, por mais que as estradas sejam diferentes. Este não é um guia para a felicidade, mas um belo recorte de que ela deve ser buscada.

Veja abaixo o trailer de A Vida Secreta de Walter Mitty


[críticas, comentários e voadoras no baço]
• email: contato@umtigrenocinema.com
• twitter: @tigrenocinema
• fan page facebook: http://www.facebook.com/umtigrenocinema
• grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/umtigrenocinema/
• Google Plus: https://www.google.com/+Umtigrenocinemacom
• Instagram: http://instagram/umtigrenocinema

http://www.patreon.com/tigrenocinema

OU

Agora, você não precisa mais de cartão internacional!

 

Volte para a HOME