Arquivar para maio, 2012

Homens de Preto 3 (Men in Black 3, 2012, EUA) [Crítica]

Com Will Smith, Tommy Lee Jones, Josh Brolin, Jemaine Clement, Michael Stuhlbarg, Alice Eve e Emma Thompson. Roteirizado por Etan Cohen (Trovão Tropical), David Koepp (Missão Impossível), Jeff Nathanson (Prenda-me se for capaz) e Michael Soccio. Dirigido por Barry Sonnenfeld (Homens de Preto)

Os dez anos que separaram “Homens de Preto 3” de seu antecessor fizeram bem para a franquia e para esquecermos um filme… bem, esquecível. Parece até que essa é a continuação direta do original. O filme abraça mais o mundo da ficção científica com um dos poucos temas que faltava abordar, aliando-se com uma boa história com doses de ação, momentos tocantes e pequenas homenagens que vão desde o visual, diálogos e até os sons. A história não supera a da primeiro filme da franquia, conta com alguns furos, mas é divertido, merecendo alguns minutos a mais para fechar a produção com menos correria.

Leia mais

Xingu (2012, Brasil) [Crítica]

Com João Miguel, Felipe Camargo, Caio Blat, Maiarim Kaiabi, Awakari Tumã Kaiabi, Adana Kambeba, Tapaié Waurá, Totomai e Maria Flor. Roteirizado por Elena Soarez, Cao Hamburger e Anna Muylaert. Dirigido por Cao Hamburger (O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias).

A história apresentada em “Xingu” é tão recente que é difícil acreditar que as tribos presentes na história foram praticamente dizimadas. A história das lutas dos irmãos Villas-Bôas na defesa dos interesses dos índios é apresentada com muita competência e beleza nesse ótimo filme, dotado de boa uma direção e atuações e utilizando a natureza que parece intocada como plano de fundo, e a presença de índios das tribos citadas dá o ar verossímil necessário. Algumas poucas falhas no roteiro, que parece correr demais para apresentar mudanças bruscas de personalidade do trio principal, e a falta de profundidade de alguns dos personagens secundários tira um pouco do brilho da produção. Mas isso não diminui a experiência.

Leia mais

Os Vingadores (The Avengers, 2012, EUA) [Crítica]

Com Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo,  Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Stellan Skarsgard e Samuel L. Jackson. Roteiro e direção de Joss Whedon (Serenity).

“Os Vingadores” é o sonho realizado de metade do mundo nerd. Mas a Marvel fez um bom trabalho nos filmes anteriores, criando um trama que, em sua maior parte, não prejudica o espectador comum que não leu os quadrinhos (por exemplo, um decenauta, como eu). Mas qual foi o resultado de tanto alarde? Um bom filme. Não muito longe de ser “muito bom”, mas definitivamente distante de ser “ótimo”, como a maioria dos fãs tem reportado nas redes sociais, e alguns sites como o Rotten Tomatoes. Como esperado, é divertido e cheio de ação. É uma pena que o roteiro Whedon fica no superficial e com alguns furos. E um grande receio que eu tinha se confirmou aqui. Esse foi o primeiro filme produzido após a compra da Marvel pela Disney e isso muda muito o tom do filme, o que o fez o cair para um censura menor, visando mais lucro (como se um filme assim não desse rios de dinheiro).

Leia mais

Para cima