Arquivar para janeiro, 2012

Os Descendentes (The Descendents, 2011, EUA) [Crítica]

Com George Clooney, Shailene Woodley, Beau Bridges, Judy Greer, Matthew Lillard e Robert Forster Roteiro de Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash, baseado no romance de Kaui Hart Hemmings. Dirigido por Alexander Payne (Sideways – Entre Umas e Outras).

É bem verdade que nomes te atraem para o cinema. Payne e Clooney já nos trouxeram bons filmes. E uma indicação ao Oscar é suficiente para chamar a atenção dos espectadores. Mas “Os Descendentes” promete muito e entrega pouco. Com um drama que se desenvolve numa direção estranha e com alguns momentos de comédia, que podem ser vistos nos trailers, o filme peca pela falta de carisma da grande maioria dos atores, excluindo o próprio Clooney (que praticamente leva o filme sozinho) e a jovem Shailene Woodley, que consegue expressar bem dramas da adolescência na tela, sem parecer forçada.

Leia mais

[PROMOÇÃO] Ganhe um DVD duplo de Alien! {RESULTADO!}

Mais uma promoção, também pra quem não entrou no mundo da alta definição e pra falarmos sobre Oscar 2012. O clássico do terror espacial numa versão dupla pra você. E vem com luva!

A edição vem com as duas versões do filme: a original do cinema, de 1979; e a do diretor, de 2003. E é recheado do extras.

Promoção expirada! Obrigado por participarem!

O vencedor foi o  @richardmoretto, sorteado pelo sorteie.me

Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007, EUA) [Crítica]

Com Emile Hirsch, Marcia Gay Harden, William Hurt, Jena Malone, Catherine Keener, Vince Vaughn e Kristen Stewart. Roteiro de Sean Penn, baseado no livro de Jon Krakauer. Dirigido por Sean Penn (A Promessa).

Existem filmes que te dão ideias que podem parecer malucas. Quando começar a assistir “Na Natureza Selvagem”, talvez você tenha essa sensação. Deixar tudo para trás e viver apenas o dia-a-dia e se enfiar em algum canto da floresta, só vivendo do que ela oferecer, tanto vegetais como os animais. Essa é a jornada verdadeira de desprendimento total que Christopher McCandless (Hirsch) faz por ser de sua própria natureza. Durante a longa projeção deste road movie vamos entendendo seus desejos e as grandes dificuldades que enfrenta. Assim ele nos ensina mais uma vez que a natureza não serve apenas para ser aproveitada, mas também respeitada.

Leia mais

[Promoção] Ganhe um Blu-ray importado de “Tropa de Elite”! {RESULTADO}

Sorteio realizado, e o vencedor foi o @Le_Piere! Obrigado a todos, e fiquem ligados para a nova promoção, que deve ir ao ar essa semana.

A Partida (Okuribito ou おくりびと, 2008, Japão) [Crítica]

Com Masahiro Motoki, Ryoko Hirosue, Kazuko Yoshiyuki e Tsutomu Yamazaki. Escrito por Kundo Koyama. Dirigido por Yōjirō Takita.

Muitos temem a morte. Pelo medo do desconhecido, saber que o destino que os espera não é dos melhores, ou pelo simples fato do ser o fim. Mas a preocupação dos que se foram acaba, e é a missão dos que ficam de cuidar dos receptáculos daqueles que partiram. “A Partida” mostra a morte como ela é: algo natural e que não deve ser negada ou esquecida e a difícil tarefa dos profissionais que trabalham como agentes funerários (no Japão, “nokanshi”). Com lindas paisagens, uma trilha sonora com toques clássicos e uma história com muito sensibilidade, o filme se firma como uma grata surpresa do cinema oriental. Leia mais

Cavalo de Guerra (War Horse, 2011, EUA) [Crítica]

Com Jeremy Irvine, Emily Watson, Peter Mullan, David Thewlis, Benedict Cumberbatch, Tom Hiddleston, Eddie Marsan, Toby Kebbell e Niels Arestrup. Roteiro de Richard Curtis (Um Lugar Chamado Notting Hill) e Lee Hall (Orgulho e Preconceito), baseado no romance de Michael Morpurgo. Dirigido por Steven Spielberg (A Lista de Schindler).

Tenho que admitir: “Cavalo de Guerra”  não me chama a atenção pelo seu título. Mas foi para Spielberg o suficiente para que o colocasse em tela. Sem eu ter conhecimento nenhum do livro que o inspirou, essa história discute laços entre irmãos, não necessariamente de sangue, e o cavalo Joey é a linha comum que os une. Apesar do conto emocionante e muita humano, típico nos trabalhos do diretor, o filme peca por ser um tanto piegas e por ter personagens de caráter exagerados.

Leia mais

Missão: Impossível – Protocolo Fantasma (Mission: Impossible – Ghost Protocol, 2011, EUA) [Crítica]

Com Tom Cruise, Jeremy Renner, Simon Pegg e Paula Patton. Escrito por André Nemec e Josh Appelbaum. Dirigido por Brad Bird (Ratatouille)

Poucos filmes conseguem ter fôlego numa terceira continuação. Esse é o caso deste Missão: Impossível. Bird, um diretor vindo de animações, mas já com uma visão de ação, porque dirigiu antes “Gigante de Ferro” e “Os Incríveis”, faz de “M:I – PF” um filme com incríveis cenas de ação, com um roteiro que funciona praticamente sozinho (não dependendo necessariamente de conhecimento dos filmes anteriores), e mostrando Tom Cruise ainda em forma. Esse são alguns motivos que fazem esse novo capítulo a melhor continuação da saga, e um dos melhores filmes do ano.

Leia mais

Compramos um Zoológico (We Bought a Zoo, 2011, EUA) [Crítica]

Com Matt Damon, Scarlett Johansson, Thomas Haden Church, Colin Ford e Elle Fanning. Escrito por Aline Brosh McKenna (O Diabo Veste Prada) e Cameron Crowe (Quase Famosos), baseado no livro de Benjamin Mee. Dirigido por Cameron Crowe (Quase Famosos).

“Compramos um Zoológico” é, antes de tudo, um filme de aventura familiar. Familiar por começar com a tragédia da família Mee. Benjamin (Damon) perde a esposa e tem que cuidar dos filhos sozinhos. Aventureiro pela própria natureza de Benjamin, com a vontade de consertar as coisas, e com a necessidade sair do lugar que lembra tanto a esposa falecida, ele leva os filhos para uma casa nova, e leva um zoológico junto, o que é cômico, muito mais por se basear em uma história real. Na história tudo é sensível, tocante e feito para assistir com toda a família. Mas a produção não funciona muito bem como filme propriamente dito.

Leia mais

Os Agentes do Destino (The Adjustment Bureau, 2011, EUA) [Crítica]

Com Matt Damon, Emily Blunt, Terence Stamp e Anthony Mackie. Escrito por George Nolfi (O Ultimato Bourne), baseado num conto de Philip K Dick. Dirigido por George Nolfi.

“Agentes do Destino” é um filme que vai agradar casais e apreciadores de ficção científica, pois é um filme que terá o romance com o pano de fundo do quase impossível da ficção científica. É agradável, bem feito, bem dirigido e te faz gostar tanto de David (Damon) e de Elise (Emily) que não há possibilidade de torcermos contra a felicidade dos dois.

Leia mais

[Promoção] Ganhe um Blu-ray importado de “Tropa de Elite”! {EXPIRADO}

Chegou a promoção de ano novo… e veja o presente que você pode ganhar!

Especificações do BD:
Resolução: 1080p;
Aspect ratio: 1.85:1;
Áudio: Original em Português DTS-HD Master Audio 5.1;
Legendas: inglês;
Região: B;
Extras: Entrevista com José Padilha

Regras:
1) Siga o meu perfil no twitter;
2) Tuite a seguinte mensagem: “Concorra ao Blu-Ray Importado de “Tropa de Elite” do #temumtigrenocinema. Siga @the_tyger, e visite http://kingo.to/WLr para ler as regras!”;
3) Responda à enquete abaixo;
4) O sorteio rola dia 25/01/2012, por volta das 22:00;
5) Perfis caça-promoções serão excluídos.
6) Válido só para o território nacional do Brasil varonil.

Boa sorte a todos vocês. Faca na caveira, e nada na carteira!

Promoção expirada! Obrigado a todos que participaram!

Para cima