Boyhood – Da Infância à Juventude | Crítica | Boyhood, 2014, EUA

Boyhood, 2014

Com Ellar Coltrane, Patricia Arquette, Lorelei Linklater, Ethan Hawke. Escrito e dirigido por Richard Linklater (Antes da Meia-Noite).

10/10 - "tem um Tigre no cinema"O simples fato da dedicação de doze anos de Richard Linklater é motivo suficiente para você assistir Boyhood – Da Infância à Juventude. Um projeto tão especial e tão intimista que fez parte da história da própria família Linklater. É um drama familiar, uma visão sobre a rapidez da vida e da própria condição a quem todos nós estamos presos. Além de belo visualmente, é uma lição de cinema e um filme como poucos, uma obra de arte para ser vista e revista.

A história começa em 2002, focando no então pequeno Mason Evans Jr (Coltrane), na irmã Samantha (Linklater) e na mãe Olivia (Arquette), que cuida dos dois sozinha. Durante as próximas horas veremos Mason crescer, fazer suas descobertas, acertos, erros e amores enquanto se passam doze anos – tempo que o diretor levou para concluir o filme.

Leia mais

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial | Dia 4

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial

Mais três dias de 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo desta vez com os filmes Inseguro, Pare ou Eu Sigo em Frente (ambos da França) e O Último Trago (México). E você pode rever a cobertura dos dias 1 e 2 e 3.

Leia mais

Conacine: Palestra sobre Darren Aronofsky + Hangout!

Fala, povo. Hoje é dia de assistir uma palestra minha na Conacine sobre os filmes Pi, Réquiem para um Sonho e Fonte da Vida, do diretor Darren Aronofsky. Ainda não se inscreveu? Então, clique aqui embaixo e faça a sua inscrição ANTES das 16h. E é tudo de graça :)
Se inscreva no Conacine!


E amanhã (25), sábado às 11h, teremos o hangout via Google. Vamos participar!

https://plus.google.com/hangouts/_/g46mc3nqjcw5bysjby3thutpvma

Jogos Mortais 1, 2 e 3 | TigreCast #65 | Podcast

Jogos Mortais 1, 2 e 3 | TigreCast

Olá. Eu quero jogar um jogo. Você ouviu muitos podcasts e nunca fez nenhum comentário. Hoje, você tem a chance de mudar isso. Nos seus ouvidos, você tem as vozes de Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli), Matheus Des (@matheusdes) e o convidado Marcelo Paradella (Filmes e Games). Eles vão te trazer diversão e informação sobre os três primeiros filmes da franquia Jogos Mortais (Saw).

Descubra para onde foi o elenco dos filmes, qual são os participantes com algum traço de psicopatia e de onde Jigsaw tira tanto dinheiro para suas armadilhas.

E agora: comentar ou morrer? Faça sua escolha. Porque é mês de Halloween!

Atenção: Spoilers liberados!

Leia mais

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial | Dia 3

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial

Seguindo com a cobertura da 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo com os filmes 15 Anos + 1 Dia (Espanha) e Aventura (Cazaquistão).

Leia mais

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial | Dias 1 e 2

38ª Mostra de Cinema de São Paulo | Especial

Críticas curtas dos dois primeiros dias da 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com os filmes El Cuarto Desnudo (México), Quando os Animais Sonham (Dinamarca), Crieg – Em Guerra (Suíça), Jack (Alemanha), O Retorno de Antigona (Grécia) e O Segredo das Águas (Japão).

Leia mais

A Origem | TigreCast #64 | Podcast

A Origem | TigreCast #65

Se existiu um filme que fechou a década de 2000 com chave de ouro, esse foi A Origem (Inception, 2010, Dir Christopher Nolan). Hoje, Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) e Matheus Des (@matheusdes) discutem como Nolan é um diretor autoral ainda que trabalhe em Hollywood, as várias camadas do filme, a música de Hans Zimmer e a escolha do elenco nesse filme que fala sobre filmes.

E, de quebra, a discussão que todos temos: o pião caiu ou não?

Atenção: Spoilers liberados!

Leia mais

Brinquedo Assassino | TigreCast #63 | Podcast

Brinquedo Assassino | TigreCast #63

É outubro: mês das crianças e Halloween! Então, nesse mês vamos falar de alguns dos nossos filmes de terror favoritos. Começamos com Brinquedo Assassino (Child’s Play, 1988, Dir Tom Holland), o nosso querido Chucky – ou Charles Lee Ray -, criado por Don Mancini.

Hoje, Tiago, o Tigre (@otigre1982) e Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) convidam a Melina (do Jurassicast) para conversar sobre um filme que tem uma camada sobre a influência das propagandas sob as crianças, brinquedos da nossa infância – e alguns traumas sobre esse assunto – e nossos momentos preferidos desse personagem que desde os anos 1990 é um ícone dos filmes de terror.

Como sempre, spoilers liberados!

Leia mais

Trash – A Esperança vem do Lixo | Crítica | Trash, 2014, Reino Unido

Trash, 2014

Com Rickson Tevez, Eduardo Luis, Gabriel Weinstein, Wagner Moura, Selton Mello, Martin Sheen, Stepan Nercessian e Rooney Mara. Roteirizado por Richard Curtis (Cavalo de Guerra), baseado no romance de Andy Mulligan. Dirigido por Stephen Daldry (Tão Forte e Tão Perto)

8/10 - "tem um Tigre no cinema"Trash – A Esperança vem do Lixo é um filme para quebrar alguns paradigmas, pois se trata de uma produção inglesa com alma brasileira. O diretor Stephen Daldry trata com respeito o nosso cenário ao apostar em atores brasileiros, quando seria bem mais fácil usar gente falando sua língua nativa. Para quem é daqui, há uma sensação de familiaridade. Quem vê de fora, de veracidade. Afinal de contas, quantas vezes você achou estranho alguém falar em inglês e ser respondido em russo? Além disso, é um ótimo drama que mistura aventura, violência e o senso de justiça, que pode existir até nos mais feio dos lugares.

Leia mais

Annabelle | Crítica | Annabelle, 2014, EUA

Annabelle, 2014

Com Annabelle Wallis, Ward Horton, Alfre Woodard. Roteirizado por Gary Dauberman. Dirigido por John R. Leonetti (Mortal Kobat: A Aniquilação)

4/10 - "tem um Tigre no cinema"O terror no cinema passa por uma frase tenebrosa, um trocadilho necessário. As franquias apostam em sustos comuns e histórias pouco envolventes, mas Annabelle tinha potencial por vir de um dos filmes mais interessantes do gênero dos últimos anos. Infelizmente, a prequela calca os mesmo erros de sempre, apenas raspando a superfície que foi seu antecessor.

Leia mais

Para cima