Alice Através do Espelho | Crítica | Alice Through the Looking Glass (2016) EUA

Alice Através do Espelho (2016)

Com Johnny Depp, Anne Hathaway, Mia Wasikowska, Rhys Ifans, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen, Alan Rickman, Stephen Fry, Michael Sheen e Timothy Spall. Roteirizado por Linda Woolverton, baseado nos personagens de Lewis Carroll. Dirigido por James Bobin (Muppets 2: Procurados e Amados)

Sem graça e sem alma, Alice Através do Espelho é o pior da indústria cinematográfica: um entretenimento belo e vazio.

3/10 - "tem um Tigre no cinema"Se a primeira adaptação do universo de Lewis Caroll nas mãos de Tim Burton era uma aventura passageira, a continuação é menos que um reflexo do primeiro. Alice Através do Espelho peca por se concentrar demais no vislumbre visual que é – tanto que a sinopse dada no canal oficial do Youtube da Disney destaca mais as partes técnicas – sem ter o cuidado de criar uma história no mínimo cativante. Pelo contrário, é uma narrativa óbvia demais, que mal serve para divertir o espectador ou até mesmo crianças. É o retrato extremo dos blockbusters, feito na esperança de arrancar algum dinheiro da plateia incauta.

Leia mais

Filmes que nunca foram | TigreCast #135 | Podcast


Filmes que nunca foram | Podcast

Você já parou pra pensar por que alguém faz um filme? Assim como a literatura, o filme fez parte do sonho de alguém. Eu acredito até mesmo na boa intenção de gente como Michael Bay que achou que seria legal ver robôs gigantes se estapeando… Até os piores dos filmes tem boas intenções. Alguém, dentro do seu universo pessoal, acreditou que aquele roteiro tinha potencial, longe da perfeição, mas que merecia ser compartilhado com as pessoas.

Os grandes estúdios de Hollywood lançam cerca de 150 filmes por ano, e a Writer’s Guild of America – o sindicato dos roteiristas dos Estados Unidos – registram 50 mil roteiros por ano. Mas, no fim das contas, o que faz certos sonhos não acontecerem?

Aqui quem fala é Tiago Lira (@otigre1982), e sejam bem-vindos ao TigreCast – num formato diferente e na quarta pra você aproveitar o feriado :)

Leia mais

Reproduzir

Jogo do Dinheiro | Crítica | Money Monster (2016) EUA

Jogo do Dinheiro (2006)

Com George Clooney, Julia Roberts, Jack O’Connell, Dominic West, Caitriona Balfe, Giancarlo Esposito. Roteirizado por Alan Di Fiore, Jim Kouf, Jamie Linden. Dirigido por Jodie Foster.

Em Jogo do Dinheiro a diretora Jodie Foster dá as rédeas da trama às mulheres, enquanto explica como é sujo o mundo financeiro.

10/10 - "tem um Tigre no cinema"Você é um fracassado: é isso que a mídia quer te fazer acreditar e que tudo se resolveria com roupas de marca ou a compra de um carro. Dizem os economistas que 99% de nós nadam entre tubarões. Em Jogo do Dinheiro a diretora Jodie Foster nos mostra uma nação inescrupulosa, midiática, imediatista e iludida. Além do óbvio contexto socioeconômico, ela nada entre seus próprios predadores, numa Hollywood que dá poucas chances às mulheres na direção e em papeis de destaque. Então ela subverte contextos, alguns poderiam até dizer exageradamente, mas se você pensar o quanto papeis femininos foram relegados a secretárias bonitas, é justificado.

Leia mais

X-Men: Primeira Classe | TigreCast #134 | Podcast


"Mutant and Proud!" - Raven/Mística

Mutant and Proud!” – Raven/Mística

Pelo menos por um bom tempo, não tem como escaparmos deles: os filmes de super-heroi se tornou um gênero e na onda do lançamento do mais novo filme da franquia X, viajamos para 2011 e X-Men: Primeira Classe (X-Men: First Class), dirigido por Matthew Vaughn, contando no elenco com James McAvoy, Michael Fassbender, Kevin Bacon, Rose Byrne, Jennifer Lawrence e Nicholas Hoult.

Tiago Lira (@otigre1982) e Matheus Des (@matheusdes) comentam a filmografia de 2011, carreira dos atores e atrizes desse filme que resultou numa nova geração para os alunos do Professor Xavier sem faltar com respeito ao original.

Leia mais

Reproduzir

X-Men: Apocalipse | Crítica | X-Men: Apocalypse (2016) EUA

X-Men: Apocalipse (2016)

Com James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Oscar Isaac, Nicholas Hoult, Rose Byrne, Tye Sheridan, Sophie Turner, Olivia Munn, Lucas Till, Ben Hardy e Amanda Shipp. Argumento de Simon Kinberg. Roteirizado por Bryan Singer, Michael Dougherty, Dan Harris e Simon Kinberg. Baseado nos Quadrinhos da Marvel Comics. Dirigido por Bryan Singer (Jack: O Caçador de Gigantes).

Em X-Men: Apocalipse não apenas os mutantes estão de voltas: todos os clichês vieram juntos.

4/10 - "tem um Tigre no cinema"Há uma piada dentro de X-Men: Apocalipse que remete à encarnação anterior da franquia que, por ironia ou mea culpa, funciona para o terceiro filme da nova era. Chega a ser decepcionante perceber que o argumento do filme é interessante, mas tão mal executado. Mesmo se tratando de um universo vindo dos quadrinhos, são muitos clichês e repetições vindas do próprio universo, mostrando uma falta de esforço no desenvolvimento. Pior que ser uma colagem de outras produções parecidas, essa se perde numa autofagia que serve apenas para alimentar o ego dos produtores, como se dissessem que o que fizeram antes é tão importante que basta por si só.

Leia mais

Demon | Crítica | Demon (2015) Polônia/Israel

Demon (2015)

Com Itay Tiran, Agnieszka Zulewska, Tomasz Schuchardt, Andrzej Grabowski, Adam Woronowicz, Wlodzimierz Press, Tomasz Zietek, Katarzyna Gniewkowska
. Roteirizado por Pawel Maslona e Marcin Wrona, baseado na peça de Piotr Rowicki. Dirigido por Marcin Wrona
.

Provando que um filme não precisa ser aterrorizante para ser marcante, Demon fala sobre tradição e aborda o passado da Polônia de maneira metafórica.

8/10 - "tem um Tigre no cinema"A não ser que você seja muito sensível a isso tipo de coisa, é praticamente impossível, depois de a vida adulta, achar um filme que te faça sentir medo de verdade. O susto vai embora tão rapidamente quanto vem, então um filme de terror eficiente é aquele que te deixa tenso, caso do polonês Demon. O diretor não apela para elementos como aumentar a música para pegar o espectador desprevenido, preferindo escalar sutilmente os problemas do protagonista, ao mesmo tempo em que não entrega facilmente se há algo de sobrenatural no casamento. E é essa dubiedade que vai te deixar na ponta da cadeira enquanto tentamos tirar o verdadeiro sentido da narrativa.

Leia mais

ABC Comic-Con 2016: Star Wars | TigreCast Especial #04 | Podcast


ABC Comic-Con 2016: Star Wars | TigreCast Especial #04 | Podcast

Sejam bem-vindos à mais um TigreCast! Bem, mais ou menos… O programa inédito de verdade sai na semana que vem (cruzem os dedos) e para não deixar um vácuo tão grande, fiquem aí com a palestra sobre Star Wars que aconteceu dia 07 de maio lá na ABC Comic-Con 2016. Participaram Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Juliana Varella (@jujurella), Bruno Fava (@doktor_bruce) e Guilherme Vitoriano (@Gu1lh3rm3kun)!

Entre os assuntos, como Star Wars tem dominado a mídia, a infinidade de franquias, o novo universo expandido, o fascínio desde dos anos 1970 passando para essa geração, o Star Wars Day, controlador George Lucas – aquele que manda fotos do negão da piroca nos grupos – como gastamos dinheiro com Star Wars e se deu certo com Big Brother, por que não com Star Wars? Além disso, seriam os Skywalker a família mais barraqueira da galáxia?

Leia mais

Reproduzir

Angry Birds: O Filme | Crítica | The Angry Birds Movie (2016) EUA

Angry Birds: O Filme (2016)

Com Jason Sudeikis, Josh Gad, Danny McBride, Maya Rudolph, Kate McKinnon, Sean Penn, Tony Hale, Keegan-Michael Key, Bill Hader e Peter Dinklage. Roteirizado por Jon Vitti, baseado nos jogos da Rovio Entertainment. Dirigido por Fergal Reilly e Clay Kaytis.

Simples e leve, Angry Birds: O Filme surpreende por ser engraçado, ainda que terrivelmente desequilibrado.

6/10 - "tem um Tigre no cinema"É verdade que estamos cansados de adaptações, e quando é anunciado um filme baseado num jogo para celular que já foi febre, é natural ficar receoso. Surpreendentemente, Angry Birds: O Filme é bem divertido e espirituoso, ainda que passe longe de ser brilhante. É uma animação muitíssimo bem feita, tem um tom ideal para crianças – cheia de cores e piadas simples – e que não encherá de desespero os pais, que como recompensa ganharão piadas que só farão sentido para eles, ao levarem seus filhos para ver os pássaros explosivos. Além disso, a produção não desrespeita a inteligência das crianças contando com uma história simples, mas cativante na maior parte do tempo.

Logo no início o filma encarna uma diferença de outros filmes direcionados ao público infantil. A trilha original orquestrada pelo brasileiro Heitor Pereira passa um tanto despercebida, mas a dupla de diretores dá personalidade à Red (Sudeikis) e outros personagens com heavy metal e rock: Black Sabbath, Imagine Dragons, Scorpions e Limp Bizkit fazem contraste do que estamos acostumados na Disney e companhia, onde os personagens precisam cantar seus sentimentos para fora. Só isso já diferencia a produção o que, pelo menos em parte, pensa também na audiência mais velha, com pequenos momentos para que a experiência não seja maçante.

Leia mais

Martyrs | Crítica | Martyrs (2016) EUA

Martyrs (2016)

Com Troian Bellisario, Bailey Noble e Kate Burton. Roteirizado por Mark L. Smith, baseado no roteiro de Pascal Laugier. Dirigido por Kevin Goetz e Michael Goetz.

O remake d Martyrs tem bons pontos, mas peca por tentar explicar demais e pela pieguice.

5/10 - "tem um Tigre no cinema"Por se tratar de uma experiência repetida, o remake de Martyrs deve ser encarado com mais cissura, principalmente para quem não tenha visto a versão original – que o caso de quem vos escreve. Algumas informações dão conta que a produção foi feita quase quadro a quadro com o original franco-canadense e, com alguma experiência, sabemos que esse tipo de abordagem costuma não funcionar. Mesmo assim, o filme é tenso no prólogo, conta com uma virada interessante nas ações da protagonista e tem tudo para agradar os fãs do horror que gostam do estilo gore que tem dominado o estilo. Porém merecia uma abordagem mais dúbia, algo que é indicado apenas no início, invés de entregar tão cedo à realidade.

Leia mais

O Grande Lebowski | TigreCast #133 | Podcast


O Grande Lebowski | TigreCast 133 | Podcast

Yeah, well. The Dude abides.” – The Dude

Cara… oh, Cara… Tem tanta loucura aqui hoje, tanto flower power, Jesus, boliche, arte vaginal, drogas… e O Cara! Vamos relaxar um pouco com um white russian e discutir O Grande Lebowski (The Big Lebowski, 1998), dirigido por Joel Coen e Ethan Coen e contando no elenco com Jeff Bridges, John Goodman, Julianne Moore, Steve Buscemi, Tara Reid e o já saudoso Philip Seymour Hoffman.

Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982), Marcelo Paradella (@bolapucc) e Matheus Des (@matheusdes fazem uma viagem até 1998 e na filmografia dos até agora impecáveis irmãos Coen. Relembram também a carreira do elenco, pescam referências e dão risadas, muitas risadas.

Leia mais

Reproduzir

Capitão América: Guerra Civil | Crítica | Captain America: Civil War (2016) EUA

Capitão América: Guerra Civil (2016)

Com Chris Evans, Robert Downey, Jr., Scarlett Johansson, Sebastian Stan, Anthony Mackie, Don Cheadle, Jeremy Renner, Chadwick Boseman, Paul Bettany, Elizabeth Olsen, Paul Rudd, Emily VanCamp, Tom Holland, Frank Grillo, William Hurt e Daniel Brühl. Roteirizado por Christopher Markus e Stephen McFeely baseado nos quadrinhos da Marvel Comics. Dirigido por Anthony e Joe Russo.

Equilibrado entre ação e drama, Capitão América: Guerra Civil continua na crista do anterior mesmo com o elenco inflado.

9/10 - "tem um Tigre no cinema"Mais uma vez um filme solo do Universo Cinemático Mavel é muito mais interessante que a reunião dos heróis em si. Mesmo que com a massiva presença de seus companheiros de equipe Capitão América: Guerra Civil é centrado no personagem título e no seu antigo companheiro já apresentado no filme de 2014. Apesar de pecar pelo mal de em certo momento acontecer muita coisa ao mesmo tempo por causa da miríade dos personagens, é um filme que consegue equilibrar ação e drama, junto com uma pequena dose de comédia para dar leveza à um filme feito para agradar tanto os fãs dos quadrinhos quanto àqueles que acompanham as aventuras dos Vingadores somente no cinema.

Leia mais

Cloverfield | TigreCast #132 | Podcast

Cloverfield | TigreCast 132 | Podcast

It’s like a nightmare!” – Rob

Vamos falar de monstros, já que ha tantos por aí a fora… Voltamos para 2008 para visitarmos o querido Clovie em seu Cloverfield: Monstro (Cloverfield), filme dirigido por Matt Reeves e roteirizado por Drew Goddard.

Nesse podcast, Tiago Lira, o Tigre (@otigre1982) e Marcelo Zagnoli (@marcelozagnoli) relembram o estilo mockumentary, carreira do diretor e elenco – que praticamente sumiu dos cinemas -, a influência de J.J. Abrams, do peso do 11 de setembro, como elementos da jornada do herói e outras técnicas do cinema foram usadas de maneira diferente, a visão humana e a nossa necessidade de registrar tudo.

Leia mais

Reproduzir
Para cima